terça-feira, fevereiro 25, 2014

O mundo segundo Rui Vitória

Ontem era dia de Mazzou. Era dia do ponta-de-lança nigerino, que não era titular desde 7 de Dezembro, nem marcava desde 3 de Outubro.

Também era dia de Hernâni. Assim que Markovic marcou, não me consegui lembrar de outro nome que não fosse o de Hernâni para dar a volta ao jogo. Foram aqueles 7 minutos que ficaram na retina de toda a gente, aqueles na primeira jornada do campeonato contra o Olhanense, em Agosto, os únicos que jogou este ano na equipa principal.

Não era dia de Tomané. Esse, não. O rapaz que não joga menos do que 45 minutos desde meio de Novembro e que marcou 4 golos nos últimos 8 jogos. Ainda jogou 6 minutitos.

É um mundo estranho.

3 comentários:

luissm disse...

Sem comentários! Mesmo!

O Anti Lampião disse...



«Sou muito claro com isso. Sou completamente e radicalmente contra o Vitória ter jogadores emprestados de clubes portugueses. Tivemos uma péssima experiência com o Benfica, quando emprestou o Urreta, que foi proibido de jogar por nós contra o Benfica no próprio dia», lembrou Luís Cirilo antigo homem forte do futebol vitoriano na direção de Júlio Mendes.

http://oantilampiao.blogspot.pt/2014/02/os-emprestimos-da-agremiacao.html

Mr. Shankly disse...

ò anti, vai perguntar ao Abdoulaye se está melhor das dores de barriga, vais?