sexta-feira, outubro 18, 2013

Fazer a festa da Bósnia

Na impossibilidade de fazer a festa portuguesa (e era tão difícil, que bastava ganhar um de dois jogos a Israel ou não perder pontos com a Irlanda do Norte...), valem-me os filhos de Kodro com uma qualificação quase perfeita, a deixar a Grécia nos playoff e com o quarto melhor ataque da qualificação europeia, num grupo mais difícil do que o nosso.

3 comentários:

Zé Luís disse...

O teu amigo JCF, que citas amiúde, já a fez no Rascord... imagino. Deve ser um primor.

Gil Von Doellinger disse...

O mais incrível, numa perspectiva assustadora, é que, olhando para qualquer um dos potenciais adversários de Portugal, a nossa selecção conseguiu a proeza de nos conseguir deixar assustados, nisto só posso falar por mim, mas acredito que qualquer perspectiva racional terá de ir de encontro a esta minha opinião, dite o sorteio quem quer que dite, inclusive a tão por muitos desejada Islândia.

master kodro disse...

Eu prefiro a Roménia... Quando lhes chega a agulha ao traseiro os meninos começam a correr.