terça-feira, setembro 03, 2013

A propensão ofensiva de Siqueira

Esta contratação foi a mais sonante do último dia de mercado e tem todos os condimentos necessários para comover os habituais alvos: a propensão ofensiva do lateral é exemplificada com os 12 golos que marcou nas duas últimas ligas espanholas (pouco interessando que 11 tenham sido de penalty); a ultrapassagem ao poderoso Real Madrid, que só se interessou pelo jogador nas últimas 4 horas do mercado (já depois de Siqueira ter viajado para Lisboa e de a imprensa de Granada ter dado o negócio com o Benfica como certo), depois de duas épocas a vê-lo jogar. Por fim, a foto com o Rui. Brilliant.

27 comentários:

LM disse...

Se der raia quem se lixa é o Rui...

Mr. Shankly disse...

Mas qual ultrapassagem ao Real Madrid? O Siqueira só ia para o Real se o Coentrão saísse, e isso parecia fora de hipótese, por isso o Benfica teve esperança de o contratar. Mas o MU tentou o Coentrão à última da hora, e nesse caso o Siqueira assinava pelo Real. Como o Mu falhou a compra do Coentrão, o Siqueira deixou de interessar e pôde assinar pelo Benfica. O Real era a primeira hipótese, o Benfica a segunda. Quem acha que foi de outra maneira merece os jornalistas desportivos que tem.

master kodro disse...

Qual última hora, Shankly? A meio da tarde o Siqueira partiu para Lisboa:

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=842103

No texto podes ler: "tentou desviá-lo da Luz".

master kodro disse...

Às 23.19 na Bola:

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=425541

Atenção à conclusão:

"Justifica-se, assim, a contratação por parte do Real Madrid de Guilherme Siqueira, lateral-esquerdo que estava na mira do Benfica"

Estava o rapaz em Lisboa.

Infante disse...

O facto de o Siqueira estar num avião para Lisboa é irrelevante. O empresário deve ter ido com ele, portanto estaria sempre em contacto com todas as partes interessadas. Se o Real o quisesse mesmo, bastava estalar os dedos. Hoje em dia, um jogador pode estar na Noruega a assinar por um clube da Austrália.

A explicação do Shankly parece ser a que faz mais sentido, o Real esperou para saber se o Coentrão ficava ou saía. Os jornais é que gostam de fazer esta massagens ao ego dos adeptos, "vejam roubámos um jogador ao Real, não estamos abaixo deles!".

Infante disse...

E foi a própria imprensa espanhola a noticiar o interesse do Real no Siqueira, mesmo quando ele já estava em Lisboa, e a contar o desenlace de forma semelhante à que o Shankly relatou.
Não me parece que a imprensa espanhola seja controlada pelos tentáculos do Benfica.

Pedro disse...

A imprensa espanhola só fala verdade quando vos interessa.

Quando, por exemplo, elogia PDC e o FCP, são um bando de "avençados" e "ignorantes".

Infante disse...

Eu nem sou benfiquista, portanto isso a mim nem me aquece nem arrefece.

Só acho estranho que se tenha tanta certeza que o interesse do Real foi inventado pela imprensa portuguesa. Se ele já estava em Lisboa bem antes da meia-noite, porque é que o Benfica não o anunciou? Apeteceu-lhes esperar pela meia-noite? Para ver se o tipo se transformava na Gata Borralheira?
Parece ser claro que tanto jogador como empresário estavam à espera de saber como ia terminar o caso Coentrão.

O que é sem dúvida inventado pela imprensa portuguesa é esquecerem a questão do Coentrão para darem a entender que o jogador preferiu vir para o Benfica do que para o Real. Isso é que é mesmo para aqueles totós (sejam de Benfica, FCP ou carrasqueira) que acham que os clubes portugueses estão ao nível dos colossos europeus.

(foi giro ver o sorteio da LC e ver todos os clubes dos potes 2 e 3 a rezarem para calhar nos grupos do Benfica e FCP).

Pedro disse...

Foi Infante?

Mas falaste com os outros clubes dos potes 2 e 3?

São amigos? Conhecidos? Devem ser familiares.

Piada achou o BM há uns atrás: 5-1 e depois 7-1. Ai os potes, os potes. Isso e o Siqueira, essa máquina na lateral esquerda, vinda desse colosso o Granada, descoberto aos 27 anos.

Máquina.

Infante disse...

Também não sou sportinguista, try again.

E não falei com ninguém, ver os sorrisos deles bastou. Mas realmente quem é que quer calhar com um clube que foi eliminado pelo Málaga e outro que nem aos oitavos chegou, quando se pode calhar com clubes tão acessíveis como Real, Barça, Chelsea, Man Utd, Bayern ou Arsenal.

Costa disse...

Isto sem os de 'Alto dos Moinhos' não era tão engraçado...

Mr. Shankly disse...

"Eu nem sou benfiquista, portanto isso a mim nem me aquece nem arrefece."
Ainda não percebeste, Infante? Tudo é um Benfica-Porto, tudo. Não és benfiquista? Então deves ser sportinguista e levas já com as goleadas do Bayern que é para te calares. Com o Pedro é assim, tudo o que escrevas é para o atacares a ele pessoalmente e ao FCP.

kodro, quem conta a história foram dois jornais de Granada, e fizeram-no sempre antes d'"A Bola" e do Record. Sempre. A história de o Siqueira ir para Madrid no caso do Fábio sair estava contada há uma semana, e ontem surgiram notícias de que o MU voltou à carga pelo Coentrão. Não me parece que tenha sido o Record ou a Bola a inventar, até porque a invenção não tem o condão de inchar os egos dos benfiquistas: o Siqueira só veio porque o Real não o quis, se o quisesse tinha assinado por eles.

Pedro disse...

Não é uma guerra iniciada por mim, mas ela existe. Basta leres os blogues benfiquistas, onde todos e repito TODOS, falam mais de Porto que de benfica.

E como em todas as guerras à dois lados e ambos querem vencer.

Infante, não és sportinguista? Parabéns. Que esta transferência trás água no bico? Óbvio que trás. Se o Siqueira era hipótese, porque não foi tentada antes do Cortez?

Mas hey, o clube é vosso, vocês encontrem as respostas. O que me parece bastante complicado, já que vivem o dia a dia do Porto!

Mr. Shankly disse...

Como dizia o Carl Sagan, afirmações extraordinárias carecem de provas extraordinárias. Duvido que as tenhas.

Guerra? Ainda não percebeste qual é o problema, pois não? O facto de achares que é uma guerra, e que tens que tomar parte dela devia fazer-te pensar um bocadinho.

Pedro disse...

Shankly deixa as citações para outro.

Já a mulher do John Adams, lhe dizia que não era necessário citar grandes mentes, para melhor o nosso discurso.

Adiante.

Não penso ter feito nenhuma afirmação bombástica, nem extraordinária. Penso até, que já quotidiana, a forma como os blogues benfiquistas vivem o dia a dia do Porto.

E sim é uma guerra pela hegemonia do futebol nacional. Em espanha acontece o mesmo, por exemplo. É uma guerra de regiões, de mentalidades, de formas de estar e viver. O sul não é igual ao norte e vice-versa, como diria o Jardel.

Eu enquanto sócio e adepto do Porto, entro nesta guerra com imensa vontade. Estou a defender o meu clube e espero que o adversário faça o mesmo. Infelizmente os benfiquistas, não defendem o seu clube. Não interessa se contratam jogadores feitos, para serem emprestados. Não interessa se os seus jogadores agridem funcionários do seu clube e nada lhes acontece. Não lhes interessa que o seu capitão os insulte. Ao benfiquista interessa duas coisas: saber se o Porto perdeu para poder insultar; saber se o Porto ganhou para culpar os árbitros.

É esta a essência do benfiquista neste momento.

Agora vou pensar um bocadinho sobre como vou retirar a minha equipa do 25º lugar, na fantasy league inglesa. Esta semana matou-me a classificação!

Infante disse...

Lol, e tu continuas a achar q estou a mentir.
Acho uma piada a maneira como este pessoal fica desorientado qd alguem diz q nao é de um dos grandes. Nao conseguem compreender, a unica explicação é a mentira.
Eu ser um gajo q gosta de futebol e lhe apetece comentar, isso é impossivel.
A transferencia traz agua no bico, claro e a historia de q o benfica o roubou ao real é treta para adepto parvo, isto nao é algo q diria se fosse benfiquista, pois nâo ?

master kodro disse...

Shankly e Infante, eu não disse que o interesse do Real era mentira, até porque acompanhei as notícias de ontem e as múltiplas fontes - e gosto de ir às originais que têm sempre informação que se perde nestas quase transcrições que os jornalistas portugueses fazem.

A questão é a seguinte: qual é o objectivo de quem escreve que ele marcou 12 golos em 2 épocas (sem explicar) e de quem escreve "tentou desviá-lo da Luz"?

O rapaz até é bom jogador e tudo, resta saber se o é para este nível (títulos e Champions). Eu gostava era que um dia alguém escrevesse que o Benfica estava interessado num lateral com propensão defensiva. Fazia muito mais falta.

Mr. Shankly disse...

"a historia de q o benfica o roubou ao real é treta para adepto parvo, isto nao é algo q diria se fosse benfiquista, pois nâo ?"

Podia ser, eu disse isso e sou benfiquista. Mas não estou nas trincheiras.

Pedro, a afirmação que fizeste é extraordinária, desculpa lá: "Basta leres os blogues benfiquistas, onde todos e repito TODOS, falam mais de Porto que de benfica."

Duvido que leias todos os blogues benfiquistas (eu não leio, certamente). Se lês, estou enganado, mas se calhar devias desculpar os que "vivem o dia-a-dia do Porto".

Em relação aos defeitos que apontas aos benfiquistas (há muitos que os têm, certamente), imagino que aches que nenhum portista os tem. É uma visão ingénua, no mínimo.

Mr. Shankly disse...

O objectivo é o de sempre: vender jornais, ou clicks ou o que seja. Se achas que este tipo de coisas patetas se escrevem só sobre o Benfica, também acho que és ingénuo. Se achas que se escrevem mais sobre o Benfica, estou de acordo, mas acho que é lógico porque é que se faz: porque vende. É a mesma razão que faz com que os 3 canais generalistas tenham novelas durante todo o primetime, ou que se venda mais Margarida Rebelo Pinto que Halldor Laxness (quem?)

Pedro disse...

Shankly óbvio que todos têm defeitos. Mas não vês blogues portistas a viverem o dia a dia do seu maior adversário.

Concordo contigo no "todos os blogues". Hipérbole. Mudo para os blogues no blogroll do Lateral Esquerdo.

São bastantes. Podes confirmar. Se tiveres tempo!

Mr. Shankly disse...

"Mas não vês blogues portistas a viverem o dia a dia do seu maior adversário."

oantilampiao.blogspot.com/‎

Duvido que não conheças. Evangeliza muito por aí, inclusivamente neste blog.

Estás no teu direito de achar que os portistas são melhores que os benfiquistas. Tal como os povos do Norte da Europe acham que são melhores que os portugueses e os gregos e os espanhóis. E como os alemães achavam que eram melhores que os judeus. E como os benfiquistas acham que são melhores que os outros, e os sportiguistas e os gajos do Belenenses também acham. E todos acham que têm razão. Mas se calhar só os portistas é que têm.

Pedro disse...

Dou-te esse de barato.

Congrats.

Agora a tua última comparação. Enfim.

Mr. Shankly disse...

"Agora a tua última comparação. Enfim."

Meaning?

Pedro disse...

Estamos a falar de futebol. Não de raças, credos e religiões.

Deixa lá isso.

GG

Mr. Shankly disse...

"Estamos a falar de futebol. Não de raças, credos e religiões."

E no entanto, foste tu que falaste de guerra.

Repara que eu não comparei, não digo que é a mesma coisa: só digo que há um ponto em comum, a certeza ou pelo menos a desconfiança de que "nós" somos melhores que "eles". É normal, mas é injusto, e às vezes acaba mal. Mesmo no futebol, como sabes.

Pedro disse...

Shankly, presumo que o teu nick provenha do mitico treinador do Liverpool.

"Some people believe football is a matter of life and death, I am very disappointed with that attitude. I can assure you it is much, much more important than that."

Este senhor tinha dois amores: futebol e Liverpool.
Tinha também um ódio: Everton.
É relembrado por todos, nacional e internacionalmente, como um grande homem, enorme treinador e sentido de humor cáustico. Negro até.
Confirmo todas as afirmações. Penso o mesmo dele.

É desta guerra que falo.

Sou portista. Com orgulho. Mas antes de PDC e Pedroto, eramos uns meninos. Jogavamos como sempre, perdiamos como nunca. Mentalidade competitiva zero. Demasiado ingénuos. Demasiado subservientes. Eramos só mais um clube na bruma!

A guerra, esta guerra faz falta. É o sal do futebol. É a força. Não há amor sem ódio. Cresces mais rápido e melhor, quando tens objectivos a atingir. "Inimigos" a abater.

O nosso Shankly foi Pedroto. E quem compreende Shankly e não aceita Pedroto, apenas o faz por doença. Por inveja.

Red Sniper disse...

..."A guerra, esta guerra faz falta. É o sal do futebol. É a força. Não há amor sem ódio. Cresces mais rápido e melhor, quando tens objectivos a atingir. "Inimigos" a abater."...

Tu estás doente !