segunda-feira, março 18, 2013

Bandos inúteis

As atitudes da claque do Vitória durante a partida com o Benfica são absolutamente vergonhosas e devem ser encaradas da única forma possível: fortemente criticadas pela direcção e seriamente investigadas e punidas. Mentes que acham piada a lançar um dispositivo daqueles na direcção seja de quem for não podem entrar em recintos desportivos, não podem ameaçar e atacar inocentes impunemente e, neste caso com menos importância, não podem prejudicar o clube.

8 comentários:

Sentinela um Estremecer disse...

O mesmo pode ser dito em relação aos do Benfica, que sistematicamente atiram petardos.

Tomé Silva disse...

Infelizmente já começa a ser banal o rebentamento de petardos e enquanto quem manda não castigar severamente quem comete tais actos continuaremos a assistir a este espectáculo degradante.

No entanto eu estive no estádio e assisti a um novo formato de violência.

A equipa de Basquetebol do Vitória venceu no Domingo á tarde o Benfica e conquistou a Taça de Portugal da modalidade.
No intervalo do jogo de futebol entrou no relvado para mostrar a taça conquistada horas antes e quando passa perto da bancada onde se encontravam os adeptos do Benfica foram brindados com dezenas de cadeiras,perante o olhar impávido e sereno da polícia.

Nem uma palavra na comunicação social...

MC disse...

O Silba que deixou de ser António e passou a ser Tomé, traz-nos uma novidade...
"O rebentamento de petardos" já não é novidade,mas atirá-los para o relvado na direcção de um atleta adversário provávelmente não será assim tão frequente...Curiosamente, esqueceu-se de mencionar que na recepção feita pelos SD à chegada da equipa de futebol do fcp ao Airpt S.Carneiro, idênticos artefactos foram utilizados, provávelmente para iluminar o caminhos às deprimidas estrelas, não só pelo empate na Madeira mas também pela cena de estalos travada entre o James e o Danilo..problema de cristas de galarotes ainda sem esporas suficientes para altas cavalarias diria eu ...

cincoAzero disse...

Conta lá essa história a fazer lembrar luisão e katso.

Mr. Shankly disse...

100% de acordo com o mk e o sentinela. Esta merda não acaba mal mais vezes por sorte.

Quando vou ao estádio sou revistado de cima a baixo. Os meninos das claques entram com o que querem, interrompem o trânsito para se deslocarem (escoltados) para o Estádio e apesar da escolta fartam-se de fazer merda sem que ninguém lhes toque. Mete nojo.

cincoAzero disse...

São sempre os mesmos que se sentem incomodados e acossados com a liberdade de informação:

"Ponto prévio a tudo quanto mais à frente vai ser exposto: o Sport Lisboa e Benfica condena, como sempre condenou, qualquer tipo de violência. A SIC apresentou, no passado sábado, um “exclusivo” no seu principal bloco informativo. O exclusivo não resultou de qualquer trabalho jornalístico, resumiu-se apenas à transmissão de imagens que foram “entregues” a um jornalista da redacção da SIC no Porto. A SIC limitou-se a reproduzir imagens que alguém tinha interesse em que fossem difundidas. Ao contrário do que mandam as normas deontológicas que regem a profissão, a SIC avançou com as imagens sem que de forma idónea pudesse constatar coisas tão básicas como se as imagens tinham sido previamente seleccionadas e editadas, o tempo e as circunstâncias das mesmas. Também teria ficado bem à SIC avisar os telespectadores que as imagens lhes tinham sido facultadas. Foi pena a SIC não ter querido fazer um trabalho exaustivo sobre a violência nos campeonatos nacionais de futebol deste ano e o seu denominador comum: Braga B-Leixões, Braga B-Belenenses, Vitória de Guimarães B-Braga B, Braga–Paços de Ferreira e, ainda este fim-de-semana, o Braga B-Sporting B. Posto isto, fica claro para o Sport Lisboa e Benfica que: a) A SIC prestou no sábado, de forma assumida, um serviço a alguém; b) Que não quis fazer um trabalho sério sobre a violência no futebol português; c) Que o Ministério Público deve investigar as imagens difundidas pela SIC em forma de antena de “aluguer”, as suas causas, o enquadramento em que tudo aquilo se verificou, mas também o crime que está por detrás da exibição dessas mesmas imagens." - in Sport Lisboa e Benfica."

Filipe disse...

A reacção em Porugal tem sido a de apontar as culpas ao vizinho. As palavras do vice presidente do Vitória são salutares. É o primeiro clube que fala em banir esta malta.

O Benfica que é constantemente prejudicado por esta escumalha que infesta as claques continua a fechar os olhos. A UEFA deve vir aí com mais uma multa pesada ou uns joguitos à porta fechada. Os culpados deviam ser identificados, e não apenas banidos do futebol, deviam ser processados para pagarem os prejuízos que acarretam ao clube.

Tomé Silva disse...

MC tu queres ver que andei estes anos todos enganado pelos meus pais e com um B.I. falso?

Eu entendo que seja um caso difícil de digerir pelos adeptos da verdade desportiva,mas confesso que foi a 1ªvez que assisti a uma cena daquelas,enquanto que petardos atirados para perto de jogadores não.

Isso ou então ando a entrar em estádios que não devia.