sábado, fevereiro 16, 2013

Destaques portistas em Aveiro

Jackson continua a fazer golos com uma regularidade impressionante, na sua primeira época em Portugal. São já 20 no campeonato (mais 7 do que Cardozo e Meyong) e 25 no total.

Atsu chegou da CAN para abrir caminho para a vitória portista (e, espero, os olhos a Varela). Boa primeira parte do ganês.

Mangala Quanto vi Ronaldo parado lá em cima, desafiando a gravidade, perante o espanto de Evra, pensei: eu já vi isto em qualquer lado. Alguém que segure o central portista, ou ele só pára na estratosfera.

Izmailov Diz O Jogo, na sua versão impressa, que o internacional russo foi o jogador do Porto que mais correu (11,4 km). Está a aquecer para Alvalade - digo eu.

James O regresso ao activo de um jogador com esta qualidade é sempre motivo de destaque. Foram uns minutinhos, mas já deu para tirar as medidas à baliza.

8 comentários:

Remy ZambrotA disse...

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=v4lNoHvFhjU

O Bruno Alves francês foi expulso meia hora mais tarde do que deveria ter sido, quando o jogo ainda estava 0-1.
E assim se torna algo complicado em algo fácil.

Já agora:

"No editorial da última edição da revista Dragões, Pinto da Costa criticou a escolha de João Ferreira para o Benfica-FC Porto, citando, em defesa da sua tese, uma conversa entre Valentim Loureiro e Luís Filipe Vieira, constante das escutas do Apito Dourado.
Sim. Depois de esgrimir argumentos contra a divulgação das escutas e sua utilização pelos tribunais; depois de ter acionado judicialmente quem citou as escutas ou meramente anunciou onde podiam ser ouvidas; depois de se ter vitimizado, alegando danos de imagem; depois de um ilustre portista, Rui Moreira, ter abandonado em direto um programa televisivo por se recusar a debater o teor das escutas; eis que Pinto da Costa sai a terreiro e trata de citar as famosas escutas.
É um daqueles momentos que marcam um antes e um depois; que retira argumentos a todos os pintistas que se refugiavam no sacrilégio que era comentar o que praticamente toda a gente ouviu ou leu (na net são mais de nove milhões os clics nas escutas...); e que abre, enfim, novas pistas de debate a propósito do que a Justiça portuguesa entendeu não dever ser tido em linha de conta.
E se há coisa que os portugueses não conseguem entender são os expedientes da Justiça, a ideia de que os grandes, das finanças, da política e também do desporto estão sempre acima dos comuns mortais e que nada lhes acontece; os alçapões que os causídicos mais hábeis conseguem explorar; as voltas e reviravoltas que os casos dão, aqueles que não saem do mesmo sítio e ainda os que acabam por prescrever.
Mas regressemos ao tema desta coluna: Pinto da Costa já cita as escutas do Apito Dourado. E eu a pensar que, em semana de resignação do Papa, nada mais me poderia surpreender...»
- José Manuel Delgado

Antonio Silva disse...

Chateia-te a expressão "provar do mesmo remédio"?

É que aqui quem tem que se calar são os lamps. Tanto falam das escutas, tanto falam que agora quando o feitiço se vira contra o feiticeiro fazem-se de virgens ofendidas. Pró caralho.

E Remy, o Mangala foi expulso, coisa que o Maxi Rodriguez nem sabe o que é.

Costa disse...

Ó Rennie,

Vais ter que renovar a receita de anti-depressivos, pois isto está para durar...

Joao disse...

Grande Jackson! Atsu é neste momento melhor opção do que Varela (a ver se o gajo desperta...), Mangala já está na linha dos grandes defesas centrais que o Porto sempre teve! E Maicon terá agora de esperar pela sua vez...

E já temos James para dar cabo disto tudo...

P.S. Ó Remy na mesma linha de pensamento o que dizer do último jogo Benfica Porto? Matic e Maxi deveriam ter sido expulsos e assim...

miguel.ca disse...

Remy.... sigue chupando! No slb-FCP Maxi só na quinta patada é que levou o amarelo. Devia ter sido expulso ainda na primeira parte. Mas tu esqueceste-te de comentar esse facto, não foi? Pois.

Agora coisas serias...
Foi um jogo de serviços mínimos em véspera de Champion's League em que jogamos a 1/5 do gás com que jogamos em Guimarães e apenas deu para ver que o Mangala é de facto um enorme defesa central em evolução e que o Atsu é muito mais apetecível do que o Varela em termos OFENSIVOS.
Eu acho que a 'paixão' do VP pelo Varela prende-se com o facto de que o Varela tem a virtude de se incluir na primeira muralha defensiva da equipa porque tem capacidade de corte e velocidade para bloquear linhas de passe e nos conceitos tácticos de Vítor Pereira todo o 11 tem de ter apetência ofensiva e defensiva desde que respeitando os equilíbrios posicionais da equipa.
Quando Atsu tiver a capacidade para virar com competência de um momento ofensivo para um momento defensivo assim que a equipa perde a bola, tirará facilmente o lugar ao Silvestre.

Grilo Falante disse...

Mais uma vez se prova que os adeptos do slb, como o energúmeno que comentou este post, não gostam nem percebem nada de futebol.
Quanto ao post, concordo na íntegra, Venha o Málaga.

Remy ZambrotA disse...

Mas ó filho da puta, eu nem adepto do Benfica sou.

Custa ver as verdades não?

miguel.ca disse...

Visto que Mangala é sagrado.... Maicon ou Otamendi?