quarta-feira, outubro 17, 2012

Dranquilidade

Paulo Bento: "Não vamos criar um drama com este empate".

Naturalmente, Paulo. Afinal de contas, este jogo, como o da Rússia, não era "decisivo", pois não? Caramba, se calhar até "não foi um mau resultado", como dizia o Ribeiro Cristóvão. Bem vistas as coisas, recuperámos de uma desvantagem e estamos em igualdade pontual com Israel na segunda posição. Que diabo!, ainda temos os play-offs! O Queiroz também se apurou para o Mundial através do play-off e ninguém criticou, certo? Era o que faltava que surgissem capas de jornais com títulos tão absurdos como "E o burro sou eu?" ou "Adeus Brasil"! Nunca na vida...

katanec

18 comentários:

Infante disse...

Vocês ainda vão lançar um livro do género "Não te deixarei morrer, Carlos Queiroz". É que mais ninguém tem falado no homem. É fixe que estejam a manter viva a sua memória.

E sim, se fores dar uma vista de olhos aí pelos jornais/sites, o Paulo Bento está a ser massacrado agora e com razão. Como a qualquer treinador que, com uma selecção destas, está numa situação destas. Como esteve o vosso adorado Queiroz.

IlustreAnonimo disse...

O Paulo Bento tem tanto por onde 'bater'...
Há necessidade de chamar o melhor e maior seleccionador de todos os tempos à baila?


P.S. parabéns ao público no Dragão por todo o apoio e motivação que deram à equipa.

master kodro disse...

Infante, tens todo o direito a essa opinião, como é óbvio, mas convém não inverter os papéis. O katanec fala-te de títulos de jornais que aludiam ao anterior - à data - seleccionador.

Há pouco tempo tiveste a confirmação da completa ilegalidade das decisões da FPF (com a confissão de culpa paga, no valor de 2 milhões de euros, a Queiroz, depois de o TAS ter feito o mesmo relativamente à ilegalidade das decisões sa ADOP).

O homem levou nas trombas de todo o lado, injusta e ilegalmente, e foi por isso que aqui foi defendido, da mesma forma que foi atacado por más decisões (posts como "Queiroz, o Louco" ou músicas dedicadas com refrões como "Everyday I love you less and less" não entram propriamente no rol de comuns manifestações de adoração.

O Paulo Bento não tem nem vai ter isso, tal como o Scolari não teve quando começou a derrapar dos excelentes resultados finais (até foi defendido pela Federação depois de agredir um jogador adversário) e nós sabemos porquê.

Quem está com a máquina de lavar do Mendes está com Deus.

Noutro plano, parece que estamos a descobrir que afinal não temos assim tantas opções. Como já não tínhamos antes e vamos ter cada vez menos com a política desportiva e financeira dos 3-das-dívidas-grandes.

Vejo muita gente a queixar-se do valor dos jogadores da selecção, agora, mas não vejo ninguém a apresentar alternativas credíveis. Até porque não há.

Joao disse...

O Paulo Bento "inventa" muito pouco. Têm o seu onze base: Patricio, Coentrão, Pepe, Alves, João Pereira, Miguel Veloso, Moutinho, Raul Meirelles, Nani, Ronaldo e Postiga. A meio da segunda parte troca o Meirelles pelo Micael, o Nani pelo Varela e agora o Éder pelo Postiga...

Não há grandes opções, mas ontem por exemplo se não havia Coentrão porque é que utilizou um defesa direito que nem é titular no Porto? O Eliseu ou o Sílvio estão lesionados?

isso agora... disse...

esta comparação queiroz/bento parece-me estar ao nível da vele e azevedo/rangel. nitidamente é uma forma de pensar lampiónica :)

Pedro disse...

O Sílvio tem 165 minutos jogados esta época.

O Eliseu tem jogado a ME.

Santa ignorância.

G. disse...

O Eliseu, mesmo jogando a ME, continua a ser melhor que o Miguel Lopes a DE. Da mesma forma que acho que o Miguel Lopes é melhor que o João Pereira a DD. Gostei de ver o João Pereira a correr atrás do McGinn... até meteu dó...

Joao disse...

Foda-se, até o Cristiano Ronaldo a lateral esquerdo ou direito era melhor do qualquer um dos que jogou ontem!!!!

Costa disse...

Uma equipa que joga no seu 11 com JPereira, MLopes, Postiga, Ruben Michael e durante o jogo ainda deixa que joguem RAmorin, Varela, Eder (?!?)
... não pode aspirar a mais.

E isto para não falar da classe do manager.

littbarski disse...

Quando eu ouvi os comentadores da RTP menosprezarem, com aquela mania da superioridade tão jet set, os jogadores da Irlanda do Norte, dizendo que eles não tinham técnica e que apresentavam processos rudimentares - isto, claro, enquanto elogiavam as inúmeras qualidades dos nossos jogadores, nomeadamente a técnica e os processos evoluídos, na hora de centrar ou rematar para a bancada - pensei: não deve faltar muito para o Patrício ir buscá-la lá dentro. Pimba! Tão certo como eu falhar os resultados todos na Liga Xanana. Mudando de assunto... Preocupam-me só dois jogos (e todos os outros): fora contra o Azerbaijão e em casa contra o Luxemburgo. É que: Albânia, Liechtenstein, Chipre, Arménia e (precisamente) Azerbaijão - nem Nossa Senhora de Caravaggio nos conseguiu livrar deste fado. De resto, há que continuar a acarditar porque nada está perdido.

Infante disse...

MK, eu percebi a referência aos títulos. A questão é que parece que qualquer deslize da selecção serve para vocês dizerem "aha, isto com o Queiroz era logo pancada, blá blá". A sério, ultrapassem lá isso, vocês parece que não descansam enquanto nós não estivermos todos a chorar baba e ranho por o Queiroz ter saído. Vocês acabam por ser tão ridículos como os saudosistas do Scolari. Neste momento, parece-me que a maioria dos comentadores tem referido apenas o Paulo Bento, não o Scolari ou o Queiroz, daí a minha referência ao "não te deixarei morrer". Claro que vocês são livres para falarem do que quiserem, mas acho que os vossos leitores já perceberam bem a vossa posição - bem fundamentada, aliás - sobre este assunto. E que tal avançarmos?

E tens toda a razão quando falas da falta de alternativas e da política dos 3 estarolas. Pode ser que as equipas B tenham algo a dizer sobre isto, sobretudo se o Sporting tiver um novo treinador que não tenha medo de meter alguns miúdos (mas, tendo em conta a pressão de resultados que há para aqueles lados, não me cheira). É que o Sporting B lidera a nossa segunda liga. Clubes como o Bayern e o Barça promovem directamente miudos das equipas B, mesmo que estas estejam a meio da tabela.

Só falo do Sporting porque, devido ao seu passado de formação, parece-me ser o mais provável. Já no Benfica B e FCP B provavelmente os tipos vão ter que passar por 4 empréstimos seguidos. Que tenham coragem!

Resta-nos ir acompanhando os Depors e West Hams e tal.

master kodro disse...

Infante, eu ultrapassarei isso quando não confundires ou comparares "isto" com saudosismo por Scolari (não é o conceito oposto, mas quase, porque não leste aqui ninguém dizer com o Queiroz é que era, nem nada que se assemelhe a isso) e quando os espertos que fazem posts quando o Irão perde com o Líbano mas se esquecem de fazer o mesmo quando o Irão ganha à Coreia do Sul, marcando no período em que jogou com menos um, na meia hora final.

Sim, porque em alguns lados ele ainda é mais atacado hoje do que o Paulo Bento.

Pedro disse...

Grande MK, sei bem da besta quadrada, a que te referes.

Vai para lá um cheiro a naftalina e traças naquele blogue.

Infante disse...

Ah, um blogue. Perfeita amostra da terrível perseguição que ainda se faz ao homem.

Em relação a ser mais atacado do que o Paulo Bento, levar uma selecção a umas meias-finais e perder nos penalties contra a melhor selecção do mundo dá um certo estado de graça, gostemos ou não. E foi precisamente esta ultima campanha europeia que fez com que muita gente deixasse - felizmente - de falar em Scolari ou Queiroz. Para bem e para o mal, estamos noutra era da selecção.

leão verde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
master kodro disse...

Se quiseres arranjo mais, Infante... :)

Joao disse...

Scolari não é grande espingarda. Teve bons resultados com o Brasil (onde a dor de cabeça é escolher os melhores entre muitos...), teve bons resultados com a selecção portuguesa porque soube aproveitar (tarde mas soube) o excelente trabalho de Mourinho entre 2003/2004 (e que foi a base da selecção para os 3/4 anos seguintes...) no FC Porto.

Queiroz é um bom técnico mas não é grande líder e foi um péssimo relações publicas.
Ainda não percebo como é que um gajo saiu da federação nos anos 90 devido à "porcaria" que por lá andava e regressou 15 anos depois para a mesma "porcaria" que por lá continuava...

Paulo Bento é demasiado previsível, é um bocado como o Jorge Jesus. Joga apenas com 14/15 jogadores e...

Infante disse...

Acredito que haja mais, MK. Não sei é se será algo assim tão generalizado entre os adeptos. Para o bem e para o mal, estamos "noutra" (que infelizmente está a ficar bem cinzenta).