domingo, maio 20, 2012

A-ca-dé-mi-ca!

A diferença esteve sempre na atitude e na agressividade, como tão bem o definiu Sá Pinto. 73 anos depois, a Briosa volta a conquistar o troféu, com Adrien a encher o campo e Marinho a explicar a Edinho (o que é que foi aquilo, meu?...) como se faz.

master kodro

6 comentários:

JL Martins disse...

Ver um adepto do Vitória festejar uma conquista da Briosa é uma coisa contra-natura.

André disse...

Então aqui tens outro : A-ca-dé-mi-ca!

Infante disse...

Sim, sim, a extraordinária rivalidade Guimarães-Académica, tão famosa e feroz. Nem sei como é que o ESPN ainda não fez um documentário.

Em relação ao jogo, grande vitória da Académica e passagem à fase de grupos da Liga Europa, o que, ao contrário do que diziam alguns comentadores parvos, até será muito bom para o ranking, já que a AAC teria que passar pela fase prévia. Há muito mais hipóteses de Sporting ou até mesmo Marítimo passarem essa fase.

Como ex-conimbricense e ainda sócio da AAC, espero que o clube aproveite esta passagem pela Europa também para conquistar (e reconquistar) adeptos, já que a união cidade/clube nem sempre foi tão forte como pareceu hoje.

condor disse...

Diz que foi o árbitro!

miguel_canada disse...

Este Sporting do Sá Pinto é muito fraquinho. Pela segunda vez num curto espaço de tempo, a equipa do Sporting entrou em campo para lutar por um dos pouquíssimos objectivos ainda atingíveis e mais uma vez nada fez para merecer sequer um empate. A Académica apenas se encolheu nos 15 minutos finais para segurar o resultado e a vitoria porque nos restantes 75 minutos, teve mesmo uma soberana oportunidade de golear o Sporting já que teve, para alem do golo, mais três oportunidades flagrantes que desperdiçou de forma inacreditável.
No Sporting, houve ali, dois ou três jogos mais conseguidos logo após a entrada do novo treinador mas foi fogacho de pouca dura e penso que o Sporting terminou a época a jogar o futebol mais pobre que apresentou ao longo da temporada.
O Sá Pinto, pela raça e Sportinguismo que patenteia, deveria ser o adjunto de um treinador de outro calibre... um treinador que conseguisse aturar a tremideira com que a estrutura Leonina o suporta.

Filipe disse...

A reacção do Sporting foi pôr a circular que «Domingos queria afastar Paulinho.» E os jornalistas dignam-se a publicar esse tipo de coisas.