sábado, março 03, 2012

Dar o braço a torcer

Não porque o Porto tenha feito uma grande exibição, não fez, ou porque o campeonato esteja ganho, longe disso, mas porque há 3 jornadas eu achava impensável que uma equipa que liderava a Liga com 5 pontos de vantagem, tendo perdido 6 pontos em 18 jogos, 4 dos quais no Dragão e em Braga, fosse perder 8 pontos nas 3 jornadas seguintes. Felizmente, enganei-me.

Não acho que tenha sido um grande jogo. Foi emotivo, com alternância de domínio e de oportunidades de golo, mas pouco bem jogado. As jogadas de maior perigo do Benfica surgiram do nada (uma bola despejada para a área do Porto que acabou por isolar Cardozo e um ressalto em Witsel que resulta no 1-1) ou de bola parada; as do Porto nasceram do talento individual de Hulk e de James e também de bola parada, com Moutinho a acertar na barra e Maicon a fazer o golo da vitória em posição irregular - que os benfiquistas imediatamente aproveitaram para justificar a derrota, esquecendo que alguns minutos antes Cardozo jogou a bola com os dois braços dentro da sua área e, sobretudo, que se o Benfica está neste momento 3 pontos atrás do Porto, deve-o à sua incapacidade de segurar a vantagem preciosa teve (no campeonato e no jogo).

Veremos qual o efeito que esta vitória tem na equipa de Vítor Pereira (e no próprio) e se isso é suficiente para transformar em êxito uma complicada ponta final de campeonato, com deslocações à Madeira e a Braga e um Porto-Sporting na penúltima jornada.

littbarski

10 comentários:

Pensador disse...

preferia um penalti e uma boa arbitragem do que uma vitória oferecia.....

Rebello disse...

Não deixa de ser curiosa a justificação do lance:

"A bola atinge os braços de Cardozo. Na sequência de uma carambola, a bola bate-lhe na face e cai sobre os braços que ocupam uma posição natural."

Em 2005 existe um lance semelhante num jogo no Bessa, última jornada do campeonato, mas a bola em vez de partir da "face" parte do pé de um defesa, e depois só "bate uma vez" no braço do mesmo.

Adivinhem lá o que aconteceu?
Penalty unanime(!).

O resto são promenores.
O Benfica empatou a 1 bola, com golo a partir desse penalti. Empate que necessitava caso o Porto não tivesse empatado também a uma bola com a Académica, num jogo que quando estava 1-0 para os azuis existe um golo mal anulado que seria o 2-0.

"ah e tal, o lance do 2º golo é precedido de falta no meio campo(!) sobre Witsel"

A falta que dá o lance do 2º golo ao SLB é uma agressão do Djama ao Aimar...

"ah e tal o FCP só ganha ao benfica assim!"

Assim de repente, entre as 2 equipas, lembro-me da supertaça do ano passado.
4 vermelhos, 3 directos por mostrar a uma equipa. Curioso foi que a equipa benificiada perdeu 2-0.

Também não dexa de ser curioso as declarações do JJ sobre o fiscal de linha.
"Errou de propósito!"
Fala um tipo que nunca errou. Um tipo que deixa um internacional na bancada para jogar
um tipo que nem 2ª liga tem lugar.
De certeza que o JJ não erra de "propósito"

No fundo é a mentalidade de adepto de tasca.
Quando é a meu favor, é erro. Quando é contra mim, é roubo.

Aceita-se o erro do presidente, do administrador, do dirigente, do treinador, do jogador e até do adepto.
Mas nunca, mas mesmo nunca do àrbitro.

O LFV também foi engraçado: ... "não falo de arbitragens mas o Proença que não apite mais o SLB..."
Realmente ainda não tinha falado. "Só" falou quando caiu do 1º para 2º lugar.

Como se justifica fazer 1 ponto em 9 possíveis? Arbitragem, claro.

90 minutos para se ganhar um jogo, mas se existir:
"um erro contra nós é porque fomos roubados!"

O resto do jogo podemos não jogar nada mas:
"um erro contra nós é porque fomos roubados!"

existiram outras lances onde possívelmente erraram a nosso favor, mas:
"um erro contra nós é porque fomos roubados!"

Esta mentalidadezinha tão própia do nosso futebol não é exclusiva de um clube.
É de todos. Tanto VP como PC já tiveram a mesma postura este ano.
Normalmente queixa-se menos quem vai à frente. Só por isso que o FCP se queixa menos.

O "efeito que esta vitória tem na equipa de Vítor Pereira (e no próprio)"?
Eu digo que VP vai continuar a cometer os mesmos erros.
Ontem correu bem., mas meter Maicon na direita quando se tem Sapunaru, parece-me que prejudica
imenso o corredor direto no ataque.
Djalma é esforçado mas continua sem criar desiquilibrios ofensivos.
O facto de só estar em 2 competições ajuda, mas vejo o Porto a vacilar num jogo fora do Dragão
com relativa facilidade.

miguel_canada disse...

Bom post Rebello. Vai de encontro aquilo que praticamente todos os dias se debate neste blog. A insustentável mediocridade com que os benficóides vêem futebol.
Littbarski, folgo em ver que continuas com "high standards" em relação aquilo que a equipa do Porto pode e deve fazer mas, perante o que fomos vendo esta época acho que ontem fizemos uma exibição muitíssimo boa.
No ano passado, teria sido um joguito menos conseguido mas calibrado aos níveis desta época, foi um jogo muito bom da nossa parte.
Gostei especialmente da forma como o meio campo foi capaz de ser muito pressionante durante a esmagadora maioria dos 94 minutos e da facilidade com que chegávamos a área do mais maior grande da rua deles e depois tivemos um pequeno extra muito relevante, fomos capazes de manter a calma depois do benfliades virar o resultado o que poderia ter sido um golpe muito duro numa equipa que desde do inicio da epoca aparenta não ter grande estofo mental.
O benfiloides mostrou mais uma vez que apesar de ter alguns bons jogadores está longe de ter uma boa equipa e a quilómetros de ter um bom treinador.
O masca chicletes, supra sumo da táctica foi mais uma vez redondamente derrotado a toda a linha por um treinador azul e branco que ainda por cima é unanimemente considerado como um dos mais fraquinhos que passou pelo banco de suplentes do Dragão.
A equipa do benfulias entrou borrada de medo a jogar miseravelmente mal e teve ainda a sorte suprema de lhe ter sido perdoado um penalti por falta sobre Hulk logo aos 3' de jogo e só aos 25 minutos de jogo ousou fazer "logg in" num jogo na sua própria casa, contra o seu maior rival e num jogo de extrema importância para as suas aspirações ao titulo.
Conseguiu empatar através de um golo oferecido pelos deuses da santa sorte quando ainda tinha feito muito pouco para merecer tal.
Depois do intervalo teve ainda outro bafo de boa ventura com a obtenção de golo a partir de uma falta inexistente... mais um para juntar aquilo que se tornou também uma especialidade, cavar faltas bem pertinho da área adversaria.
Depois, acabou-se-lhes a vaca, os Deuses foram pregar para outra freguesia e o nabo do masca-chiclas fez o resto. Demorou 30 minutos a reagir as alterações operadas pelo Sr.Pereira e ao consequente golo do empate.
No fim e apesar de ter marcado um golo em fora de jogo, fez-se justiça e ganhou o muito melhor.
Fico agora a aguardar pelo castigo a aplicar ao ruminante treinador benfilastico pelas declarações e acusações causticas que fez ao trio de arbitragem no final do jogo. Acusou deliberadamente o juiz de linha de ter tomado uma decisão incorrecta de propósito.

LDP disse...

"A nossa equipa foi má. O Gil Vicente digno. A arbitragem vergonhosa."

Quando o sonso do teu treinador disse isto que comentàrio fizeste, oh miguel?

Nuno disse...

Não sei se alguem mais reparou na conferencia de JJ,diz ele que teve uma conversa com Emerson ao intervalo em que avisou-o que o Hulk iria força-lo ao 2º amarelo...
Mas o Emerson não levou os dois amarelos na 2ª parte?!

Mais uma bazófia do Mestre da Táctica que agora se tornou mestre na mentira :)

miguel_canada disse...

"Quando o sonso do teu treinador disse isto que comentàrio fizeste, oh miguel?"

Não faço a mínima ideia! Não me lembro! Nem percebo onde queres chegar com isso. Em Barcelos jogamos mal mas bastaria uma arbitragem que cumprisse as regras para pelo menos não perdermos. Fomos gamados em dois penaltis claros e sofremos um golo precedido de fora de jogo e ainda tivemos que lidar com uma dualidade de critérios disciplinares gritante.
E devo ter dito que o Bruno Paixão foi nomeado para "encravar" o Porto porque foi isso que ele lá foi fazer.

Se a tua ideia é criar algum tipo de paralelo entre o roubo de que fomos vitimas em Barcelos e a derrota do teu benfas na luz com o meu gigantesco FCPorto, faz-me um favor.... não me faças rir!
O benfa não foi gamado à má fila durante o jogo todo nem o campo não esteve inclinado como o de Barcelos!!! Não sejas parvo, pá nem ouses sequer ir por aí!
O benfa foi prejudicado num único lance que por azar deu o golo da derrota mas, foi também beneficiado em 1+1 lance. A falta sobre o Hulk logo aos 3' e penalti claro que ficou por assinalar e depois, e neste confesso que tenho duvidas sobre a intencionalidade, Cardozo toca duas vezes com as mãos na bola dentro da área. Mais um penalti que ficou por marcar. Com um resultado final de 2-5, duvido imenso que fizesses tanto caso com o fora de jogo.

miguel_canada disse...

As coisas explicam-se tão facilmente... não percebo a dificuldade do LDP em entender o que é tão óbvio:

"Não podia ter sido mais oportuna a entrevista de José Eduardo Moniz a Record. O sócio benfiquista, que admitiu candidatar-se à presidência do clube nas últimas eleições, falou ontem no talento de Jorge Jesus, enaltecendo, contudo, o deslumbramento que por vezes o invade. E frente ao FC Porto foi precisamente essa característica que explica em parte o desaire sofrido e a consequente perda de 8 pontos (!) em apenas 3 jornadas. A vencer, por 2-1, e colocado perante a lesão de Aimar, optou por uma audácia ilógica em detrimento da contenção que as circunstâncias aconselhavam. Em vez de entrar Matic (ou no mínimo Bruno César, passando Gaitán a fazer as funções de 10) para formar um bloco coeso no miolo, Jesus entregou o meio-campo ao FCPorto com a pouca justificada substituição do Mago por Rodrigo. O inspiradíssimo James Rodríguez fez o resto."

Luis Pedro Sousa no Record

-=amadorjp=- disse...

Vou perder mais uma vez o meu tempo a desmontar as transcrições de comentários de Pinto da Costa e Vitor Pereira, já que parece que ninguém do FCP ajuiza o jogo que vê.
No primeiro golo do FCP, há falha sim, mas de Nolito e Emerson, sendo um grande golo do Hulk. No segundo a falta não é sobre Witsel, é a meio campo sim e é feita por Fernando! (ver aqui: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=p081QHjw8nE). O terceiro golo é claramente fora de jogo com o fiscal de linha a olhar para os jogadores e não para a bola, bem colocado e tudo... Quanto aos penalties de que o Porto reclama, aos 3 minutos (penso eu) há um lance de Emerson com Hulk, as várias repetições e até o inefável comentador da Sportv e o da Antena 1 (que teimei em querer ouvir) disseram que foi limpo. Emerson joga apenas a bola e depois há o contacto inevitável.
Quanto à carambola de jogadores no canto da 2ª parte onde a bola vai à mão de Cardozo... vejam as avaliações dos 3 jornais desportivos diários onde apenas Coroado diz que era penalty! Parati, Pedro Henriques e até o Costa dizem que não é!

E já que foram ao baú lembrar o jogo do Bessa, deixem-me relembrar um Porto - Benfica ganho pelo Porto com um penalty de Yebda sobre Lisandro aos...86 minutos apitado perentoriamente por... Pedro Proença a 1,5 metros do lance sem ninguém à sua frente... Esse lance dá o campeonato ao Porto e não há qualquer falta nem sequer toque em Lisandro!
Como é, vão fazer como o Domingos e olhar para o chão?!
Para mim o Emerson vê um 1º cartão demasiado fácil, mas é bem expulso! Já acho inacreditável que Janko termine sem ver sequer um amarelo, Maicon só acabe com um, Djalma acabe o jogo e Fernando não tenha visto amarelo (pelo menos) por falta aquando do 2º golo. Já não falando que no 1º golo do Benfica a jogada deveria ter sido interrompida e marcado penalidade por mão de ... Rolando (mais uma!) já que não há lei da vantagem nas penalidades (claro que um amarelo teria de sair e seria o segundo o que não dava jeito).
Quanto aos pedidos de árbitros que falaram nos comentários... já que procuram no youtube, procurem as escutas do apito dourado e vejam em quantas se fala de árbitros e verão que só numa aparece alguém do Benfica a falar sobre o árbitro. Fruta para dormir, conselhos matrimoniais dados por uma pessoa que é casada e tem amantes que aparecem em público... tudo é normal!

Antonio Silva disse...

O BENFICA FOI ROUBADO!!!!!

Pedro disse...

Amador (és mesmo amador) essa historieta que ai falas do Proença e do Yebda mais o Lisandro. Esse jogo ficou 1-1 minha besta. E está zero zero, quando o Reyes comete penalti sobre o Lucho. Na altura falou-se que não era penalti (apesar de existir o toque), porque e passo a citar " o Lucho não reclamou".

Quanto ao resto da verborreia, é tão complicada de decifrar que nem me dou ao trabalho de rebater. Vocês merecem realmente a merda de presidente, de director para o futebol, de treinador, etc etc, tendo em conta a merda dos vossos comentários.

Já foram beneficiados esta época contra o Feirense (2x), contra o Gil, contra o Sporting, na Madeira, Guimarães em casa e por ai fora.