sábado, setembro 24, 2011

Onde está o Saviola do Porto?

Aos 69 minutos de jogo, Jorge Jesus substituiu Nolito por Saviola e, 13 minutos depois, o argentino colocou, com classe, Gaitán na cara de Helton, para o 2-2 final. Dois minutos antes, Vítor Pereira retirara Kléber (outra vez com problemas físicos) e colocara em campo Rodríguez, que mais uma vez correu muito para nada. Se calhar, está aqui parte da explicação do desaire (e digo desaire porque, para mim, ficou claro que o Porto continua a ter potencial mais do que suficiente para bater o Benfica) que custou 2 pontos aos campeões nacionais. Bem sei que faltou James. Mas, olhando para o banco, faltam alternativas de qualidade para o ataque às balizas adversárias. Pelo menos até que o treinador do Porto se decida a dar uma oportunidade ao jovem prodígio argentino, várias vezes comparado a Messi, e que ainda ninguém lhe pôs a vista em cima. Ou até que Varela e Belluschi renasçam das cinzas.

O Porto quebrou fisicamente na segunda parte. O que é estranho, dada a "rotatividade" que Vítor Pereira tem promovido no onze base (seja ele qual for). Ou será que os problemas físicos com que se tem debatido a equipa portista se devem à maior (e mais desgastante) agressividade que o treinador do Porto tem procurado implementar?

Pelo segundo jogo consecutivo, Vítor Pereira não conseguiu explicar a quebra de rendimento portista. É bom que, pelo menos, consiga perceber, caso contrário, corre o risco de chegar ao fim do campeonato a tentar descobrir porque perdeu o título.

O jogo do Dragão deixou tudo na mesma. O empate é um resultado justo e deixa antever um campeonato mais equilibrado do que o anterior.

E porque há vida para além da bola, fica uma musiquinha para relaxar.

littbarski

12 comentários:

MM disse...

Ridícula a leitura que Vitor Pereira fez do jogo: desculpando-se com o árbitro, e ridículos os discursos dos adeptos do benfica que celebraram o empate como uma vitória, embora de certa forma naturais, dados os traumas recentes.

O rendimento do Bruno César foi bastante superior ao do Saviola, pese embora o lance que dá o golo do empate. Ridículo a gestão que Jesus fez / faz do Argentino. Já Hélton: mal batido no 1º golo. Desde há muito um dos elos mais fracos daquela equipa. Garay, ficou à vista o porquê de ter sido dispensado por Mourinho: jogador claramente mediano. Os 12.5 milhões foram uma chapelada de todo o tamanho que o benfica inexplicavelmente enfiou.

Foram 2 equipas medianas, e os jogadores a dada altura estragaram o jogo. Vós - adeptos do Carnide e do FCP que tanto gostam de falar em árbitros - podem hoje agradecer-se a si próprios, porque não foi pelo árbitro que o jogo ontem se foi tornando mauzinho.

Duas equipas muito pouco éticas, infelizmente.

Littbarski, sentiste o empate como uma derrota, e daí "haver vida para além da bola". É normal, e a explicação para isso é a mesma que serve o facto dos benfiquistas terem atirado foguetes pelo ponto conquistado. Esta época não haverá seguramente "apagão" na luz, e caso o benfica vença o jogo do galinheiro, será vê-los exteriorizar celebrações como se o mundo começasse a partir de então.
Cautela Littbarski, será um jogo perigoso para o teu clube, esse.

Pedro disse...

Cautela tem de ter o sporting, porque se o jogo de ontem foi entre equipas "medianas", o que serão as restantes?

MM disse...

Sérias e valiosas.

Joao disse...

Depois de uma época passada extraordinária é natural que haja alguma desilusão por estes dois últimos jogos. Mas continuamos à frente do Benfica, já temos um troféu, e até se jogou bem contra o Barcelona, portanto o melhor é esperar que Vítor Pereira cresça rapidamente e que os jogadores e a restante equipa técnica o ajudem a melhorar...

Jota Pê disse...

Já nem com os remédios do Póvoas lá vão...

camarao disse...

E o senhor 100 milhões?

Kleber com meia dúzia de jogos feitos chega à Selecção brasileira e é decisivo num jogo grande.... Hulk, já consegue ser seleccionado, mas tirando os disparatados remates a 40 metros pouco mais fez...

Nuno Silva disse...

a única coisa que não gostei no treinador foi o discurso mole no final a deixar ir pela ladeínha dos habituais periodistas (como disse o Fucile) que só querem fazer titulos pomposos com os mouros.

empatar em casa com o Benfica é mau e ponto final… somos superiores e fomos superiores em quase todo o jogo… vamos mostrar na Luz a eficácia que faltou com um dominio e controlo ainda maior do jogo.

… sem dramas, sem choradinhos… sem alinhar com os desalinhados que querem colocar tudo em causa após os 1ºs 2 pontos desperdiçados!

nisso o Vitor está a pôr-se ajeito. tinha que vir no final bater no árbitro, bater nos jogadores, bater no adversário… mas nunca com discurso de coitadinhos.

tudo o resto foi futebol:

- entrada forte
- dominio e controlo absoluto na 1ª parte
- benfica amedrontado claramente na 1ª parte
- duallida de de critérios de arbitragem e erros pontuais.
- a habitual violencia tolerada de MAxi, Luisão, Javi, Cardoso…
- entrada razoavel na 2ª parte com um golo fortuito…
- a equipa treme mas reage
-depois caimos num excesso de confiança e displicencia…

..algumas habilidades pelo meio, tentativas de toques bonitos, pouco pé nas entradas, espaço a frente dos centrais, o benfica a ficar com as 2ªs bolas, Hulk e Varela a ficar a ver correr

— e a saida do Guarin que não resulta mas compreende-se

— as seguintes substituições voltam a não resultar porque foi para repor o ponta de lança na equipa e reequilibrar o ataque depois do cenário da vitória estar posto em causa.

… e 2 golos de PISSSO…

- uma perda de Hulk e Fucile a dormir no primeiro, com ressalto na área e a bola a passar por onde nunca passa… por baixo do hélton, meio embrulhada

- uma xuto para qualquer lado a apanhar o Fucile de surpresa com o adversário rapidissimo nas costas que dá o 2º golo

tenho dito

exemplar que não se tenha andado em grandes provocações,

que vitor pereira e JEsus não tenham continuado com a conversa de tolos em que andavam

, que os adeptos das equipas tenham proporcionado um bom ambiente ao jogo

, que os criminosos que por vezes acompanham os adeptos não se tenham manifestado contra autocarros, viaturas presidenciais e outros

,que o Porto entrasse no jogo com uma primeira parte poderosa, dominio e controlo absoluto

, o comportamento táctico, estratégico, físico e mental dos atletas do dragão nos 1ºs 45 minutos de jogo

nada exemplar:

- o levantar de pé do ARtur. provocatório, despropositado… animalesco

- o pontapear, mais um, de cardoso ao Fucile, depois de já lhe ter caido em cima sem ter sofrido falta (bem pior do que o gesto feito do James)

- o amarelo ridiculo ao fucile quando fez um corte limpissimo… ficou condicionado

-e por falar em James, podia e devia ter sido opção para o jogo não fosse aquilo que todos sabem. é tão sómente o melhor jogador jovem do mundo

- o encontram desnecessário do Guarin e a retaliação violenta do Javi

- os cotovelos e braços irrequietos do MAxi a bater em tudo o que mexe

- o amarelo ao Otamendi que nem toca no adversário e fica condicionado

-o amarelo ao Kléber que nem toca no Artur

- a perdida do Hléber só com o Artur pela frente, se bem que, o varela deveria ter rematado

- a falta de concentração competitiva dos jogadores do Porto após o 2-1. Varela , Hulk, Guarin, Fucile deixaram de meter o pé e correr… preocuparam-se mais em rodriguinhos e poupanças.

- o discurso derrotista do Vitor pereira a alinhar com os desalinhados que gostam de transformar jornais em meios de propaganda

por falar em vitor pereira… mal os Portistas nas criticas… ninguém se lembra que os 2 golos surgiram de bola para e lances de laboratório… coisa pouco vista no porto na ultima década. o mérito é dele. depois, mexeu mal no jogo, mas dizemos isso agora depois de ver o resultado

condor disse...

Deixem-se de merdas pá!
O FCP ainda não está bem!É um facto!
Mas se tem a sorte do jogo como teve o ano passado por exemplo em que tudo saiu bem o benfas levava mais uma capilota!
Ao intervalo sairam a perder um zero!Deviam ter saido a perder pelo menos por tres zero e na segunda parte surgia o fantasma do natal passado!
Apesar do desencanto Portista uma coisa o jogo de ontem provou!O FCP tem melhor equipa que o benfas!Ainda não tem condição fisica para um jogo completo a alta rotação?Ah até admira com a época tão avançada como vai!
Claro que a comunicação social lisbonense se desdobra em tecer loas ao glorigoso que fez um jogão!
Fez?Apresentou-se aqui borrado de medo!Uma tática de cinco quatro um assim dá a entender!
Na marcação de cantos a favor do FCP defendia com os onze jogadores,nem se quer deixava um mais adiantado para a hipótese de sair im pisso!
Marcam dois golos fruto dos brindes dignos de principiantes que jogadores do FCP concederam!Mas isso já é sina!
Para terminar uns dados estatisticos que recolhi da nossa querida imprensa e que provam que o glorigoso foi enorme e mereceu o empate!Aqui vai:Ataques-FCP 71 befique 49.
Remates-FCP 18 befique 6?.
Cantos-FCP 8 befique 2.Foras de jogo 4x2 mas isso é irrelevante!
Posse de bola muito equilibrio com uma pequena vantagem do FCP em 4%!
Faltas cometidas-FCP 9 santinhos vermelhos 19.
Agora para meditar:Cartões amarelos-FCP 6 santinhos 4???
Da-se!Em nove faltas levamos seis amarelos?
É o que faz escolherem árbitros do Porto!
Cartões vermelhos-Nada a assinalar o Sousa disse que num biu!

Tigas disse...

ganda azia que para aqui vai...lol

Rearviewmirror disse...

REnnie pessoal, que isso em principo passa.

miguel_canada disse...

E tu sabes bem do que falas Rear, na época passada foram alguns "close calls" por overdose, eheheh!

LDP disse...

Portanto e depois do Fucile, do Hulk e do Quique Pereira, temos a juntar ao lote de criticas directas ao àrbitro as palavras proferidas pelo sr. presidente jorge nuno.

Aguarda-se portanto o pré-aviso de greve da apaf.