sexta-feira, setembro 02, 2011

O jardim de Rodin # 9 - A zona observante

Este é o exacto momento em que Baba Diawara, de quem se dizia estar a caminho do Celtic, atinge o pico da sua impulsão e dá à bola o destino que todos os sportinguistas temiam. A primeira pergunta que este assunto merece é a seguinte: porque é que só agora é que esta gente, que até equipa de verde e branco, vem buscar Baba Diawara? Porque não um dia, uma semana antes? Outra pergunta: porque é que o capitão Daniel Carriço, que está na zona de Baba Diawara, tem os pés pregados ao chão quando Baba Diawara atinge o pico da sua impulsão? Não se pode negar que está em posição privilegiada para contemplar o lance, pelo menos isso. O enredo adensa-se alguns frames depois. Já com a bola devidamente encaminhada para a baliza dos leões, eis que o bravo capitão resolve elevar-se nos ares igualmente. Porquê, perguntamos todos. Porque fica bem na fotografia? Porque somos estilosos na forma como colocamos os pés, enquanto saltamos? Não. Daniel Carriço salta para ver melhor a bola entrar, pois roda a cabeça no sentido da baliza, depois de, no primeiro momento, ter observado Baba a cabecear da melhor posição possível. Há gajos com profissões muito fixes.


master kodro

12 comentários:

Hugo disse...

Muito bom

Pedro disse...

último! disse...

Shiuuuu Master, os homens ainda acordam, deixa-os pensar que o Carriço é jogador para o Real como era o Beto ahahaah

Nuno disse...

Daniel Carriço? Como se diz aqui na terrinha onde eu vivo e onde eu sigo os futebois distritais...é um valente pedreiro :)



Saudações

Pipolinus disse...

Há tanto tempo que não venho falar... mas tenho visto tudo =P

Este post é vintage.

Pipolinus

Joao disse...

o gajo também teve azar com os colegas de equipa que foi tendo desde que está no Sporting...

LMGM disse...

Eu vejo mais coisas, vejo que em conjunto com Carriço todos os que equipam de verde e branco e não são do Celtic imitam o capitão.

Vejo também (mas não por fotos) que o erro de Carriço foi ter seguido Robson em vez de defender a sua posição ficando depois no momento crucial desposicionado.

Vejo Evaldo a tentar corrigir o erro do seu capitão mas a ficar por metade da altura dos dois jogadores do Maritimo.

Vejo que se Baba falhasse marcava o seu colega que está no meio de dois jogadores do Sporting igualmente estáticos.

Vi que o Maritimo só não marcou mais em cantos e livres laterais porque o Patricio foi defendendo mas houve sempre remate perante a passividade defensiva do Sporting.

Só não percebo porque é que em situações onde o Sporting já chegou ao cumulo de ter 11 (ONZE!!!!!) jogadores a defender na área o culpado é o Carriço.

Filipe disse...

O Carriço é o gajo de costas para a bola? Eu diria que ele se apercebeu que a bola ia para alguém exactamente atrás dele e se voltou nesse momento. Se estava a defender uma zona junto ao primeiro poste isto é um exercício de dizer mal só por dizer mal.

Onde estava o Carriço nos frames anteriores?

Belhote disse...

Momento exacto do terceiro penalty não marcado a favor do Sporting.

Bruno Pinto disse...

O Daniel Carriço é um génio da bola. Melhor que ele só vejo o Pereirinha.

DUX_XXI disse...

"Há gajos com profissões muito fixes."

E acrescente-se que este tipo se enganou na mesma.

miguel_canada disse...

E o Americano? O que foi feito do Americano? Ouvi dizer que é lento e pesadão! Ai é??? Então foi parar ao Sporting para quê? O que pretende o Sporting? Perder o comboio de uma vez por todas?