quinta-feira, fevereiro 03, 2011

Onde estão os avançados, mister?

Após uma semana de poupança para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, o Porto falhou em toda a linha. Falhou, desde logo, Villas-Boas, nas escolhas que fez. Acho incompreensível que Walter não se tenha sentado sequer no banco. Bem sei que o brasileiro está longe de justificar o investimento feito nele, mas tendo em conta a ausência de Falcao e as alternativas para o ataque (Rodríguez e Mariano), julgo que devia ter sido uma das opções disponíveis. Falhou Helton, na baliza, pouco lesto a sair no primeiro golo do jogo, e cuja insegurança quase entregava de mão beijada um golo a Cardozo. Falhou Maicon, deixando-se antecipar por Coentrão, num lance perfeitamente defensável. Falhou Fernando, colocando a bola em zona proibida, para o remate certeiro de Javi García. E falhou James um golo fácil, que poderia ter mudado o rumo do jogo, numa altura em que o Porto perdia pela diferença mínima.

O Benfica não foi um rolo compressor, nem tampouco dominador, mas foi organizado, competente, exercendo uma forte pressão sobre a defesa e o meio-campo do Porto, forçando o erro do adversário, e mortífero no aproveitamento desses erros.

Villas-Boas continua a afirmar que tem várias opções de ataque, mas depois do segundo golo encarnado, olhando para o banco portista (e tendo em conta o historial do Benfica, sempre que se apanha em situação de vantagem no marcador), logo se percebeu que só o génio individual de Hulk ou de Varela (o que mais remou contra a maré) poderiam contrariar um destino certo.

Em apenas 4 dias o Porto vê-se eliminado da Taça da Liga e numa situação extremamente complicada para conseguir seguir em frente na Taça de Portugal. Resta à equipa portista gerir a vantagem conseguida no campeonato e tentar, frente a um Sevilha em crescendo, seguir em frente na Liga Europa. Mas para isso são fundamentais os regressos de Álvaro Pereira e de Falcao. Sem eles, o Porto perde muito do seu potencial ofensivo, necessário para atacar a fase final da temporada.

littbarski

37 comentários:

Rui Lança disse...

Excelente. Sintético! Cumprimentos,

Rebello disse...

Concordo em absoluto.
Faz-me confusão, num plantel onde apenas existem 2 pontas de lança, quando um está lesionado o outro nem se quer é convocado por opção.
Se acha que Walter não serve então porque é que não se reforçou em Janeiro o lugar de ponta de lança?

Se Otamendi está no banco não poderia jogar?
Acho demasiado óbvio que Maicon não dá a mesma segurança que o argentino.

Não ponho em causa de modo algum o trabalho de Vilas Boas, aliás na minha opinião este está a fazer um trabalho fantástico. Melhor seria difícil. Mas penso que ontem não esteve bem.

Não fazes referência a Moutinho mas vi o jogo no estádio e achei que fez um jogo incrível. É um jogador fantástico.

Infante disse...

O comentário desportivo - nos blogues, nos jornais e sites - é tão fraquinho que um texto tão simples (e ao mesmo tempo interessante, com - gasp! - ideias) e bem estruturado como este é um oásis hoje em dia. O texto em baixo sobre a Taça da liga era particularmente interessante.

Este é o tipo de comentários que devíamos ler nos jornais portugueses e raramente lemos. Parabéns, Littbarski.

MM disse...

O Benfica se fosse um rolo compressor (nem de massa, quanto mais compressor, no uso destes chavões idiotas que sempre fazem a sua forma simplista de entender-se), o Benfica se fosse um rolo de massa não teria levado 5 há 2 meses, para começar. Nem teria sido enxovalhado na LC.

O Benfica tem um bom treinador.
E o Benfica tem 4 ou 5 muitos bons jogadores que fazem uma equipa de qualidade.
O Porto tem um bom treinador.
E o Porto tem uma boa equipa. E tem também 1 ou 2 jogadores do melhor que há (Falcão, ou Hulk).

Nem o Benfica é qualquer coisa de extraordinário nem o Porto deve deprimir-se com a derrota de ontem. Ela servirá sobretudo para elevar a moral encarnada que bem andava necessitada de um resultado destes. O resultado foi um 2-0, num normal jogo de futebol - julgando pelo resumo - que decidiu-se em detalhes, falhas. Só isso. Agora é claro, para um clube como o Benfica ir ganhar 2-0 ao Dragão é qualquer coisa do outro mundo.
Numa outra perspectiva, dado o investimento que fazem na sua equipa de futebol - independentemente do pouco hábito - ir ganhar ao Porto não devia seguramente ser um feito extraordinário até porque lá está ... o Benfica tem mais quantidade de melhores individuais jogadores.
Entende-se no entanto a ressaca e o discurso ressabiado: 5-0 foi muito 5 para tão pouco 0, e foi há bem pouco tempo portanto ... entende-se.

Meia-final quase decidida.
Porto praticamente eliminado.
Parabéns ao Benfica. Na final, terá ainda a sorte de apanhar uma equipa inferior embora isto pouco signifique porque na última vez que lá estiveram levaram na pá do Setúbal, também.

O Porto, é ganhar os 2 próximos jogos. Esquecer rapidamente este resultado somando-lhe vitórias em cima. Pode o resultado de ontem abater o Porto, pode, mas só se nada fizerem para o evitar. O campeonato continua controlado e dependerá do Porto não deixar que isso mude. Não deixa no entanto de saber a pouco claro. Com tão bom registo na Liga, vêem-se afastados de 2 competições em meros 4 ou 5 dias. Dói, quando ainda para mais terão o Sevilha pela frente na Liga Europa, como o post diz e bem.
Portanto, campeonato: nada muda. Caso mude, teremos ao menos o seu possível relançamento o que também é muito bem-vindo.
Benfica: vitória saborosa que perante o pouco hábito em ganhar ao Porto terá um gosto de mel, embora com um travo ainda azedo porque quando olham para a sua equipa - suas individualidades - ficam com a sensação que não deviam estar a 11 ou 8 pontos do 1º.

Basicamente é isto ...

master kodro disse...

Oh infante, mas tu achas que eu andei um ano a moer a cabeça a este gajo para escrever connosco por acaso? :)

MM disse...

Vendo os golos ... são de facto muito consentidos. Muito. O 1º então terá deixado o Villas-Boas de cabeça perdida. O 2º também é consentido mas menos. Helton claramente mal batido no 2º golo, em princípio. Resta saber a partir de que momento viu a bola ir para a baliza porque pode muito bem ter-se visto tapado por algum jogador.

Sobre o Helton. As falhas de ontem são típicas. Já há uns anos o Porto perdeu a possibilidade de eliminar o Chelsea na LC à sua conta. Difícil perceber de facto o porquê deste tipo de falhas, uma vez que a simples atmosfera do jogo devia ser suficiente para que mantivesse os níveis sempre alerta.

Desde que o Baía saiu para Barcelona nunca mais o Porto resolveu convenientemente o seu problema na baliza. E já lá vão muitos anos ... problema esse que voltou a não o ser com o seu regresso, durante 1 ou 2 anos.

Lembram-se do Rui Correia? Tal como o Helton, guarda-redes fraco, mas o Rui Correia não falhava por faltas de concentração. Falhava porque era um guarda-redes assim assim, algo limitado, curto. O Helton não, as suas falhas são mais imperdoáveis. O Porto forma muito bons guarda-redes. Guarda-redes e centrais. Talvez devessem olhar para dentro de casa na hora de resolver o problema.

Pedro Almeida disse...

Basicamente é preciso ser-se básico para justificar a derrota de ontem com uma noite menos feliz de um guarda-redes, sendo óbvia a superioridade tática e mental da equipa vencedora sobre a equipa vencida, que pareceu de certa forma até ter sub-valorizado o adversário, talvez iludibriada pelos confrontos mais recentes.
Mas o que esperar de adeptos básicos de equipas básicas que nada têm a ver com futebol deste nível.
Isto é futebol entre graúdos, os básicos nem deviam meter o bedelho.

jose reyes disse...

Podre Almeida, o seu comentário básico já disse tudo sobre você e a equipa que suporta.

MM disse...

Pouco hábito, é normal. As 3 finais limpas há pouco tempo ao Porto e as 2 Taças de Portugal que também ganharam nos últimos anos - falo do Benfica claro - fá-los estar num nível muito acima dos outros.

Está lá Almeida, continuas lá. Cuidado é aí com os Vitórias porque às vezes a vossa nítida "superioridade táctica e mental" pode não chegar ...

Pequeninos com graça, são sempre uma boa paródia.

Pedro disse...

Meter o Hulk no meio dos centrais do Benfica foi um mimo de Villas Boas, talvez cego pela propaganda que gira em torno do pseudo-incrível a imitar um outro bluff do passado.

Hulk pela sua rapidez e técnica consegue, às vezes, desiquilibrar na linha. No meio, onde é preciso pensar um pouco mais, simplesmente passa ao lado do jogo. Há um lance que mostra aquilo q Hulk é: entra na área com Sidnei á sua frente e tem DOIS colegas isolados (na única falha de marcação da defesa do Glorioso) na zona do penalty e não passa a bola tentanto o bonito e conseguindo apenas atrapalhar-se na finta e perder a bola pela linha lateral...

O Benfica foi um justo vencedor e ficou a clara sensação que se Coentrão não é expulso a entrada de Aimar com o resultado em 0-2 os minutos finais seriam dolorosos para os azuis.

Pedro Almeida disse...

Pequeninos, mas sem graça, são aqueles que ficam a 30 pontos do campeão e que este ano vão novamente ficar lá perto.

Já pensaram em fundirem-se com o Belenenses???
Podia ser uma boa estratégia para ambos os clubes...

MM disse...

Estamos neste preciso momento em conversações. Eles insistem na Cruz, nós no Verde. Mas há acordo no campo de jogos: Alfragide, para ficar ali a meio caminho entre uns e outros.

Mas não te preocupes com clubes pequenos. Vê lá antes se esses 30 - novamente - pontos são suficientes para vos qualificar para uma prova europeia. É que às vezes não chega ...

Jorge disse...

Muito bom comentario Littbarski.

td disse...

Parabens pelo comentário Littbarski.Nunca se deve substimar um adversario direto mesmo tendo ganho recentemente por 5-0.Na supertaça aconteceu o mesmo ao benfica e o resultado repetiu-se.Mudando de assunto,eu como portista não percebo porque é que não se foi buscar nestes ultimos dias um defesa esquerdo.Com o Fucile e o Sapu a jogarem á vez para evitar lesoes,com o Alvaro lesionado ha muito e com o azar do Rafa era obrigatorio ir ao mercado por um def. esquerdo.O Vitoria de Guimaraes tem lá um bom.

Joao disse...

O Benfica ganhou porque soube aproveitar os erros do adversário (e com os outros 2 erros flagrantes, o resultado poderia ter sido 4 a 0). Depois teve a competência para continuar a defender bem o resultado e acima de tudo teve calma suficiente para não ir abaixo depois da expulsão ridícula de Coentrão...


numa equipa como o Porto que supostamente têm mais de 50 jogadores sob contrato, e olhar para o banco ou para a equipa titular e não ver um defesa esquerdo ou um ponta de lança é algo que me ultrapassa...

e o walter não têm valor para sequer ficar no banco? é que os jogos que vi com o tipo em campo até se marcaram alguns golos, incluindo dele!

Ricardo disse...

Tenho assistido à completa desvalorização do jogo que o Benfica fez escudadas as análises nos erros ou supostos erros do Porto. Se, no primeiro golo, ainda se compreende a crítica - embora me pareça que não deve ser desvalorizado o facto de o Coentrão nunca ter abdicado do lance e da própria beleza da recuperação + triangulação com o Saviola -, no segundo é completamente exagerado criticar severamente a equipa do Porto. Antes devia ser dado realce à excelente jogada colectiva do Benfica que acabou no cruzamento para a área. Depois foi Fernando, pressionado por Saviola (mais um pormenor que passa ao lado da análise), que atirou para o meio-campo. O remate é excelente, bem colocado; não acho que se possa dizer que o Fernando esteve assim tão mal nesse lance.

E isto em relação aos golos. Esquecem-se, os analistas, de mencionar a forma como, pela competente pressão alta a todo o campo, o Benfica aniquilou o Porto, forçando-o a abdicar dos seus médios, tendo como solução única o bombear bolas altas. Isto não foi por acaso nem por demérito do Porto. Tal como se esquecem os analistas de mencionar que o Benfica ficou (injustamente, diga-se) com 10 jogadores durante 30 minutos. E o que fez o Porto nessa meia-hora de jogo, que nem por uma vez conseguiu desposicionar a equipa do Benfica nem criar uma única situação de perigo? Pelo contrário, é Cardozo que tem a mais óbvia oportunidade de golo em toda a segunda parte.

Mas espero que Villas-Boas faça o mesmo tipo de análise. Será muito bom sinal.

MM disse...

Ricardo, reparaste como a tua análise se centra em elementos do jogo? Apenas. Com uma levezinha nota entre aspas para domínios do árbitro, reforçada por um "diga-se", em jeito de "nem é muito importante".

O Porto já não é a equipa que jogava um futebol mau e sofrido que tornava inexplicável um registo de 15 vitórias em 17 jogos. O Benfica que joga o melhor futebol e um avassalador futebol que deixa o do Porto a milhas de distância ontem "aniquilou-o". Resultado de tal superioridade? 2-0 com golos a partir de falhas da equipa portista.

Vês qual é o vosso - global - problema? É esse. Esta insuficiente capacidade de entendimento. Em última análise, é por ela que o Benfica é motivo de gozo para tudo e todos.
Ontem, durante hora e meia e ao longo dos próximos dias o futebol já só é futebol novamente. Já não existe estranheza e desvalorização dos méritos alheios. Pelo contrário, existe valorização, porque claro, interessa valorizar o vencedor, e isso consegue-se valorizando também o vencido.

Isto é o Benfica.
Hipocrisia e desonestidade.
Vaidade e arrogância.
Que quando misturadas com ignorância.
Causam repulsa.

Diego Armés disse...

Bom post Littbarski.

Pedro Almeida disse...

Isto é o Sporting.
Incompetência e mediocridade.
Subserviência e desespero.
Que quando misturados com adeptos imbecis.
Causam pena.

(será um haiku???)

M disse...

se te causa repulsa, poe-te a milhas de assuntos que envolvam o Benfica...

estes lol's de Portugal...

O Anti Lampião disse...

Isto é o Benfica.
Hipocrisia e desonestidade.
Vaidade e arrogância.
Que quando misturadas com ignorância.
Causam repulsa.

Nem mais !

O Anti Lampião disse...

Não deixem de ver e divulgar:
http://oantilampiao.blogspot.com/2011/02/verdade-desportiva-encarnada-2-parte.html

&

http://oantilampiao.blogspot.com/2011/02/verdade-desportiva-encarnada-1-parte.html

Ricardo disse...

MM,

Tu também és daqueles que podias. Se quisesses, podias. Mas não queres.

low desert puke disse...

é uma opçao.

cc disse...

"Tenho assistido à completa desvalorização do jogo que o Benfica fez escudadas as análises nos erros ou supostos erros do Porto." by Ricardo.

Bom, até estaria de acordo, mas, por razões insondáveis, o Ricardo, esqueceu-se completamente dos comentários pós derrota de 5-0.

O Porto? o Vilas Boas? o Hulk? nada disso! o "nabo" do JJ meteu o David Luís a defesa esquerdo...

Sou tambem, a par do MK e de, tenho a certeza, muitos outros, a opinião que o Ricardo é(ra) um daqueles benfiquistas (viste? não disse mouros nem lampiões) com quem valia a pena trocar ideias e comentários, e , até, dar umas "caneladas" no pressuposto de fair-play e encarar o futebol por aquilo que ele é (deveria ser, pelo menos): entretenimento. Mas o Ricardo dos ultimos tempos tem, estranhamente "mostrado os dentes" e seguido uma linha mais de acordo com o "antitripianismo" que vai crescendo na blogosfera... é pena... ainda me lembro dos tempos em que ia ao "Diário de um adepto benfiquista" do D'Arcy, e era possível identificar-me como portista e ainda assim trocar ideias e mandar umas bocas. Entretanto, um prato de lentilhas (BTV) surgiu e fodeu tudo... enfim, desabafos, porque raramente perco tempo a comentar em caixas onde pululam "Low desert pukes" ou "hábitos salazaristas". Mas de ti, Ricardo, confesso: esperava mais.
Cumprimentos

Filipe disse...

O que vai por aqui. Ricardo, não vou discutir se tens ou não razão mas tanta insistência cansa.

O Benfica fez algo que ainda não tinha feito com Jesus. Soube jogar recuado, tapando espaços, e sem ter jogadores a atrapalharem-se uns aos outros. Das outras vezes que o tinha tentado foi o desastre (Liverpool, dois jogos anteriores no dragão, jogos da CL).

Concordo que houve Porto a menos. Se erros defensivos acontecem, a falta de acutilância no ataque foi inesperada e não se explica só pelo bom jogo do Benfica. A segunda linha do FCP não oferece garantias. A eliminação na Taça da Liga não foi por acaso.

Que raio é que vocês fizeram ao Rodriguez, e sobretudo ao Micael?

low desert puke disse...

cc,
Justifica todo e qualquer argumento que mencionaste.

O Ricardo disse alguma mentira? Qual? Foi insultuoso? Contou algum facto da maneira que mais lhe convém? Se sim, diz-me quais e no final faz uma anàlise à postura de um certo MM. Ou de um tal de Anti Lampiao. Fazes isso?

Demonstras que nestes ultimos dois meses andaste (propositadamente?) desatento. Coisa que nao faltou foram benfiquistas a dar a mao à palmatòria sobre a qualidade apresentada pelo porto no jogo dos 5-0. Ninguém disse que "perdemos porque o JJ meteu Luiz a lateral esquerdo", mas houve muita gente a dizer que "o Benfica nao jogou nada porque JJ deu um tiro no pé". Apontàmos o dedo à predisposiçao da nossa equipa, e nao sò nesse jogo. Entre outras coisas...

O "antitripianismo" vai cescendo na blogosfera? Causa-efeito, meu amigo. Ou também nao tens assistido a constantes piadas sobre a "enrabadela dos cinco dedos"? é extraordinàrio como voces seguem o vosso lider, pinto da costa esse mesmo, que hà anos que vive numa dicotomia de discurso. Mandando bocas incisivas qb e sempre contra o Benfica, e de tempos a tempos vem com aqueles olhos e aquela voz de carneiro sofrego dizer que "os de Lisboa tudo farao para deitar abaixo a naçao portista". Num processo de auto-comiseraçao hipòcrita mas que sò engana quem quer. E é isso que tu estàs a fazer agora.

E nao te admito nem com uma pesada dose de ironia (porque sò pode ser ironia, pois até tu sabes que nao é verdade) que me metas no mesmo raio de acçao de imbecis como o habitos salazaristas. Assim sendo, desafio-te a demonstrares porque é que somos farinha do mesmo saco. Và là, nao me deixes sem resposta, demonstra a todos os presentes o meu baixo nivel equiparando-o ao do habitos. Com exemplos. Analisa o meu discurso e a minha postura e faz o mesmo ao do habitos. Tens tomates para tal, ou isso é sò idiotiçe gratuita?

Hugo disse...

Bom post.Mais uma vez se lembrou a falta de Farias e de umas segundas linhas fiaveis,

Ricardo disse...

CC, confesso que não percebi. Pelo meu comentário retiras todas essas conclusões?

Ricardo disse...

Filipe, é a minha opinião. Se te cansa não a leias.

Mas... está tudo maluco ou quê?

Filipe disse...

Ricardo, essa agressividade toda tira-te anos de vida.

Ricardo disse...

A ti pelos vistos já tiraram. Até te cansas com comentários alheios.

Mr. Shankly disse...

cc, não é preciso procurar muito: vai ler a caixa de comentários deste blogue sobre esse jogo. Se não encontrares palavras elogiosas ao Porto pago-te um jantar no Gambrinus. Se encontrares, pagas-me uma imperial. Pode ser?

Ricardo disse...

Olha, segui o conselho do Shankly e fui ver o que tinha escrito nesse dia. Foi isto:

"Vitória incontestável do Porto num jogo em que Jesus demonstrou toda a falta de humildade e incapacidade para perceber com os erros. Se qualquer bezano numa tasca podia antecipar o erro que era Luiz na esquerda (consequentemente, Sidnei no meio e Coentrão numa posição que não lhe permitia criar desequilíbrios), algo vai mal com o Mestre da Reboleira.

Mas é parco definir o jogo apenas e só neste erro. Parece-me mais ajustado juntar-lhe dois pozinhos de canela: o medo histórico do Benfica sempre que entra nas Antas (agora Dragão), o que normalmente resulta em primeiro golo portista nos primeiros minutos com as consequências para o resto do jogo que se sabem, e, porque pouca gente fala nisto, o enorme jogo colectivo que o Porto fez.

Só vejo desculpas benfiquistas, é o Coentrão à esquerda, é o medo, é a falta de confiança. Sim, tudo isso. Mas é bom não esquecer o banho de bola que o Porto nos deu.

O momento do jogo não foi de Hulk, foi de Falcao. Que golaço monumental!"

Ricardo disse...

AVB falhou no plano de jogo. Otamendi e Walter tinham que jogar. É óbvio que o Hulk rende mais na faixa. O Varela, ao contrário do que diz o post, está fora de forma. A equipa apresentou-se falha de ideias quando se apanhou em desvantagem. Mas pronto, foi das poucas vezes que o treinador errou, há que admitir isso. Foi pena o resultado castigar-nos desta maneira.

Ricardo

low desert puke disse...

Também eu segui o conselho do Shanckly e vi o que eu e outros, para além do Ricardo dissemos:

"low desert puke disse...
Nao hà desculpas.

Hoje o porto foi melhor.


pitons na boca disse...
quero desde já endereçar os meus parabéns ao Littbarski pelo excelente jogo que fizeram ontem.

Mr. Shankly disse...
uma equipa em grande forma e com uma fome insaciável e outra muito satisfeitinha por um título em 5 anos."


E porque hà meninos muito incomodados com uma piada que se baseia na vaselina, posso também fazer còpia do que disseram os portistas...Faço?

low desert puke disse...

Caladinhos...nao é?