terça-feira, fevereiro 01, 2011

Caros Zandingas

Ainda me lembrei a tempo... Quero recordar-vos o seguinte, que está incluído no regulamento da Liga Zandinga 2010/2011:

"Entre a 17.ª e a 18.º jornada da Liga abre-se um período único de transferências, em que podem ser substituídos 1 guarda-redes, 1 defesa, 1 médio e 1 avançado e todos os jogadores que se tiverem transferido para outro clube (mantendo-se a regra de dois jogadores por equipa e a táctica 4x4x2). As substituições devem ser comunicadas para o e-mail da competição antes do início do primeiro jogo da 18.ª jornada da Liga."

Outra questão importante relativa a pontuações:

"4.1.8. Bónus transferência - 1 ponto por cada 1 milhão de euros que renda a transferência de um jogador do plantel. Se a transferência for inferior a 1 milhão, o concorrente recebe 1 ponto (exceptuando empréstimos e regressos de empréstimos)."

Portanto, quem tinha o David Luiz, recebe, pelo que se lê nos jornais, 25 pontos. Quem tinha o Liedson, recebe 2 pontos. Quem tinha o Jardel recebe 1 ponto.

Eu vou tentar informar toda a gente directamente por mail. Mas posso não conseguir. Esforcem-se por tratar disto atempadamente, por favor, porque a liga anda com pouco tempo...

Conselho de Administração da Liga Zandinga

11 comentários:

N. disse...

Obrigado pelo reminder.
Brutal era conseguires ter um tempinho para postar a classificação. :)

Ricardo disse...

Não há post sobre o saco azul?

Afinal a proposta "ridícula" do Sporting era mais alta do que a do Porto.

Coisas normais, portanto.

Pedro Almeida disse...

Deixa lá, Ricardo, foi apenas e só mais uma enrabadela do FCP aos wannabes de Lisboa.
Eles habituados já estão, agora se gostam ou não...acho que gostam.

master kodro disse...

Não há post sobre as opiniões divergente e provocações do presidente do Atlético Mineiro e do presidente do Marítimo, Ricardo. A que propósito haveria? Para isso também teria que haver posts sobre tratadores de animais a serem agredidos por elementos de empresas privadas de segurança a mando de admnistradores de uma SAD. E não há. Pelas mesmas razões.

Era brutal, N, pois era. Pode ser que hoje à noite consiga. Sem promessas.

Ricardo disse...

É pena. Deveria ter havido. O pobre do Barnabé merecia um post do 442, Kodro.

E é exactamente a mesma coisa. Um tratador de águia ser agredido e um comportamento à margem da lei de um clube português (que tem poucos, Kodro, percebe-se a falta de posts sobre o mesmo). A importância é a mesma. Sem dúvida.

Imaginem vocês se todos os clubes fossem como o Marítimo. Se todos os clubes não estivessem amarrados ao Papado e decidissem vir para cá para fora mostrar estas coisas giras que o Porto faz. Imaginem. A limpeza que não era. A podridão que não sairia à rua.

Podemos agora abrir uma sondagem aos leitores do 442: quanto tempo até o Marítimo acabar a definhar nas divisões secundárias?

E o Lourenço Pinto, Kodro, também não merece post? É verdade que há sempre um golo em fora-de-jogo ou o Jesus a tentar dar uma lambada no Luís Alberto, coisas significativamente mais importantes para o futebol português mas, ainda assim, o Lourenço Pinto acho que merecia um postzinho. Daqueles à Rui Costa report. Com muita ironia, fina escrita e olhar lancinante.

Ou então não. Deixa que o Governo trate do assunto. Falemos, como o Sérgio Godinho, do Barnabé.

miguel_canada disse...

Ricardo, aqui está o presente de natal que te prometi. Vem atrasado mas a tempo.
Agora, sê homenzinho, vê o video ate ao fim e depois diz lá de tua justiça.

Ah, este video é só o primeiro de 3 ou quatro.

http://media.bestoffutebol.com/Videos%20Seculo/video1.html

Ricardo disse...

Gostei, Miguel, gostei muito. Eu geralmente gosto de ficção, seja em literatura, cinema ou teatro. Mas nunca tinha visto tão bela peça ficcional em blogues. Por isso, o meu muito Obrigado.

Destaco particularmente na peça humorística a parte do filme em que há efeitos visuais de excelência: o fora-de-jogo do Farías. A linha enviesada que em vez de seguir paralela às linhas de fundo faz uma bissectriz de 60 graus tornando um fora-de-jogo de 3 metros numa posição legal é dos pontos mais altos de toda a película. Isso e o estilo nouvelle vague em que o próprio narrador serve de elemento humorístico participando quase como uma personagem do próprio filme, auto-impondo-se como o palhaço que completa o todo: a referência - cómica, concedo - ao factor labrego de Jorge Jesus enquanto a voz, o tom, a entoação e o acento do próprio contador da história segue os parâmetros do visado, é de tal forma arrebatador que dei por mim em prantos de riso, feliz por poder ser presenteado com tamanha obra-prima.

Está muito bem. Tudo. O tom coloquial, a imagem da cadeira, a luz sobre a cadeira, um ar sombrio, old dark movie, as legendas a amarelo, as participações afirmativas dos comentários do narrador, a invenção, a demagogia e fundamentalismo bacocos (muito bem pensado, isso) servem de mote à ficção que nos é apresentada.

Dou, de 1 a 5, 4 estrelas. Não dou mais porque achei o final pouco digno, sem aquele "bum" final para que as pessoas soubessem quando aplaudir.

Está muito bem, Miguel. Gostei bastante. Anseio nervosa e impacientemente pelas sequelas.

Fredy disse...

para o Ricardo, um clube preferir honrar os seus compromissos e vender a um em vez de outro (mesmo que a proposta seja mais baixas) tá mal, é saco azul e merece posts..

já comprar jogadores em dia de jogos e à conta disso golear essa equipa e etc, já tá tudo bem! tudo normal!

LOL enfim

miguel_canada disse...

Fredy... benfiquista = palhaço em qualquer parte do mundo.

master kodro disse...

A sério, Ricardo? É assim que pões as coisas?

O presidente do Marítimo, que não teve conhecimento da oferta do Porto, apresenta a oferta do Porto em papel, lança num comunicado a hipótese de um saco azul para o ar, baseado nas palavras do presidente do Atlético Mineiro, que supostamente mentiu sobre o valor das ofertas de Sporting e Porto (supostamente porque nem eu, nem tu, nem o Carlos Pereira sabe se houve ou não outra proposta, aliás, ele nem soube da primeira que mostrou agora) e tu achas que isso merece um post?

Qual foi o comportamento à margem da lei que ainda não percebi?

miguel_canada disse...

master kodro, há benfiquistas que tem uma capacidade quase paranormal para disfarçar a suprema mediocridade com que vem e vivem o futebol e o Ricardo é apenas mais um caso desses.
Escondido atrás dum palavreado cuidado e duma suposta equidistância sobre a mitologia que se confunde com a realidade, este Ricardo foi enganando muita gente que chegou a acreditar que era uma pessoa justa e ponderada.
Puro engano. É simplesmente mais um carneirinho do vasto rebanho de ovelhas empaladas sem visão periférica. Um benfiquista como tantos outros que só vê as metades que lhe interessam e ignora as outras que o acossam.

Entretanto, o FCP/SLB chegou ao intervalo com os encarnados a ganharem 2-0.
Comentarei no respectivo post este jogo mas adianto desde já 3 coisas.

1. O mérito do SLB para chegar ao intervalo com esta vantagem.
2. Os (pequenos) erros do arbitro que se tem esquecido de controlar os ímpetos violentos do Xavi Garcia e do Maxi Rodrigues.
3. O jogo miserável que o FCP fez ate ao 2-0 e principalmente as ofertas inacreditáveis do imbecil do costume (Maicon) que continua a demonstrar uma falta de estofo brutal para defrontar equipas de maior calibre e do Helton que resolveu na pior altura mamar o primeiro frango da época.

Acabamos a primeira parte a jogar melhor, vamos lá ver no que isto vai dar.