terça-feira, novembro 30, 2010

Assim não ganhamos, Zé

Ozil e Khedira comentaram-no: "Isto aconteceu-nos há uns meses. Estávamos a jogar o melhor futebol do mundo e ela, sem que consigamos perceber a razão, desapareceu". Casillas contrapôs: "Eu vi-a! Durante um segundo, mas vi-a umas cinco vezes!". Ronaldo esclareceu tudo: "Eu, pessoalmente, do meu ponto de vista, quando não a vejo, não corro. Prefiro empurrar treinadores, deitar-me no chão ou esbracejar". Ricardo Carvalho assegurou: "Penso que ela não esteve em jogo. Desconfio que é um mito". Pepe perguntou: "O que é um mito?". Mourinho estava melancólico: "O Cambiasso, o Zanetti, o Stankovic e o Sneijder, mesmo quando não a viam, sabiam onde ela estava". Sergio Ramos lembrou-se: "Se eu partir a perna a este cabrão ainda ganhamos qualquer coisa hoje". Messi pôs a bola debaixo do braço e levou-a para casa.

master kodro

26 comentários:

Sérgio_alj disse...

Eheh, enorme post!!

"O Cambiasso, o Zanetti, o Stankovic e o Sneijder, mesmo quando não a viam, sabiam onde ela estava"

Esta tirada é espectacular, tal como o jogo do Barça hoje...

LMGM disse...

Se vi bem foi o Puyol que a levou debaixo do braço, parecia um puto!

luissm disse...

Porra... há por aí um gajo que devia apanhar pontos (des)extra por tendência muito oposta.

Claro, claro que estou a falar da TLX.

Ricardo disse...

Belo, belo!

miguel_canada disse...

Viva o ano Ibérico das cabazadas aos "meninos da Capital".

low desert puke disse...

Mais um grande comentàrio, miguel.

é desta que falas do sapunaru?

miguel_canada disse...

O Sapunaru? Acho que ainda lhe doi o tendão de aquiles depois de ter sido agredido pelo David Luiz na supertaça. Que mais?

Deko disse...

O 'Jesus' de Espanha levou o seu banho de humildade.

Toca a todos.

O 'Mou' sentiu muito a falta do Benquerença...

Também tive pena dos comentadores da SportTV... Cada golo do Barça era uma falta não assinalada pelo arbitro.

tp disse...

Quando se pensava que os comentários mais ridiculos do ano a um jogo de futebol, os de Rui Santos no Liverpool -benfas e o seu " factor f",nunca seriam ultrapassados, eis que ontem os 2 mentecaptos da Sport TV o bateram aos pontos. Porque é que eles acham que todos os portugueses que gostem de futebol tem que ter uma erecção com o Mourinho+C Ronaldo ?

O madeirense , em Inglaterra, era apupado em todos os estádios com excepção de Old Trafford. E em Espanha acontece o mesmo.

Quanto a Mourinho afirma sem cessar que vai voltar ao futebol inglês. Não me surpreende! É em Inglaterra que erigem estátuas a treinadores de futebol no exterior dos estádios.Logo, é esse o destino natural do homem.Menos do que isso é quase um insulto para ele.

Mr. Shankly disse...

Grande post, kodro. E grande joga ontem. Messi é Deus, mas Iniesta e Xavi são dois anjos.

Tristes comentários dos habituais, que mesmo depois de ouvir Debussy cantarolam Quim Barreiros.

Sadeek disse...

Kodro, tudo muito bem mas apenas um apontamento. Não vi o jogo e nem sequer um resumo decente. Mas vi a cena do Ronaldo com Guardiola. Criticar o Ronaldo pelo que fez é de quem nunca jogou à bola. O provocador da situação foi, ali, Guardiola. O resto é conversa. Tudo o resto pois que sim, tudo muito certo. Barça estupidamente superior e o resultado está à vista. Venceu o melhor.

Hugo disse...

Grande post. Como o JVP escreve hoje, também fiquei admirado de só ter sido um expulso

td disse...

Grande post muito bom.Guardiola provou que:a bola é de couro e o couro vem da vaca,a vaca come erva, portanto, a bola deve andar junto á erva.E que redondinha que ela andou...no seu habitat natural.

pitons na boca disse...

Foi a prova cabal de que os jogos não se ganham nas conferencias de imprensa da semana anterior ao jogo propriamente dito.
Uns preferem armar circo à sua volta com os jornalistas, outros preferem deixá-los falar e no campo logo se vê.
E é assim que deve ser.

master kodro disse...

Saddek, aceito o teu apontamento, Guardiola também ficou mal na fotografia. Mas não colecciona atitudes imbecis como afirmar que teve pena de não acertar mesmo num colega de trabalho, de fazer um gesto de roubo quando já tem um amarelo (o que transformaria o nosso magnífico 4x0 noutro cenário qualquer). O rapaz tem que crescer e não pode ser só em talento, Sadeek.

Offshore disse...

Não esperava ver outro 5 a 0 tão cedo.
Grande jogo.

Zé Luís disse...

Provavelmente, tenho-o dito, a melhor equipa de sempre na história do futebol: pelo que joga e o brilho dos seus títulos.

Ricardo disse...

Kodro, não me parece que mude muito até final de carreira.

Aliás, é um dos aspectos que o fazem não ser consensual entre os amantes do desporto. Veja-se Messi mas vejam-se muitos outros, alguns do Barcelona, e a atitude que têm em todos os jogos, especialmente os jogos grandes: entrega, intensidade, agressividade (positiva), coragem. O Ronaldo sente uma mão nas costas, pára, o árbitro não marca falta e ela fica tipo playmobil com os bracinhos para cima e para baixo. Ele sente estes momentos mais do que qualquer outro grande jogador da actualidade. Nota-se-lhe a percepção das câmaras nestes jogos, nota-se que não está totalmente alheado do exterior, o público consegue enervá-lo, ele próprio consegue enervar-se a si próprio. Ora, Guardiola sabe disso. E, com calma e sem grandes ondas, provocou-o. Eu faria o mesmo ao melhor jogador da equipa adversária. Sem violência, sem nada. Só dois segundos a mais com a bola na mão.

Sadeek disse...

Este era um jogo especial e estava-lhes a correr especialmente mal. Tem essa atenuante e eu só estava a falar do lance deste jogo.

Ele tem falhas como toda a gente. É humano. Queres mesmo falar dos outros casos? Busquets deu-lhe e bem. No entanto não falou. É, por isso, menos imbecil? Concordo que tem de aprender a moderar os impetos. Mas isso nem sempre é fácil.

Estúpido é, por exemplo, o que fez Maniche ao João Porquinho. E esse já tem mais uns km´s nas pernas... ;)

Abraço

miguel_canada disse...

Tenho reparado numa coisa interessante não só nos vários blogs como também na imprensa Nacional em geral. O Barcelona goleou o Real de Madrid por 5-0 e a esmagadora vaga de opinião enaltece a forma brilhante como o Barça jogou, como dispôs as suas pedras, como eliminou os perigos mais latentes do Real e do jogo monumental que fez.
Do Real, apenas se refere o descalabro e os dois ou três principais pontos que o promoveram.

Coisa bem diferente...muito diferente da análise feita aos 5-0 com que o FCPorto brindou o SLBenfica onde a vasta corrente de opinião se centrou apenas e exclusivamente no derrotado, nos culpados da derrota e nas consequências que aguardavam esses mesmos culpados. Dos vencedores, pouco mais se explorou do que o facto de terem tido uma sorte dos diabos pelo derrotado ter jogado tão mal!!!
Uma diferença brutal num pais que ainda trata mal o futebol e que lida muito mal com o sucesso de quem vem dos confins da província.

Ricardo disse...

Miguel,

estás a generalizar e a faltar à verdade. Vi muitas análises ao jogo do Dragão em que se elogiaram várias facetas da tua equipa. Eu próprio elogiei bastante o belíssimo jogo que o Porto fez. Não procures o exagero para justificares aquilo que pretendes fazer: colar o jogo de ontem ao do Dragão. Pela simples razão de que não têm nada a ver. E, sim, é correcto fazer uma análise ao clássico português que passe também pelo demérito da equipa do Benfica. Porque ele, de facto, existiu. Começando pelas escolhas iniciais, em que houve mudanças estruturais importantes na equipa, e que obviamente condicionaram o jogo e favoreceram ao bom jogo do Porto. Ontem, foi uma coisa completamente diferente. O Real não mudou nada, entrou como entra sempre, com o seu onze-tipo e arriscando na pressão (digo arriscando, tendo em conta a equipa que o Barcelona é). O que se passou ontem não deve ser motivo de extrapolação para outras realidades, sejam elas portuguesas ou de quaisquer outras nacionalidades e campeonatos.

Acho até que procurar comparar o clássico português com o de ontem é um atalho à inteligência. É ofender o futebol.

O que o Barcelona fez ontem não tem qualquer comparação com qualquer outra coisa. Isto muito para além do resultado.

Hugo disse...

Também deve ser dito que o Valdes é um porco como já tinha mostrado no final do Barca-Inter

low desert puke disse...

Sim, ia escrever qualquer coisa parecida com a resposta do Ricardo. Macacos me mordam se nao vi durante dois ou tres dias odes à perfeiçao futebolistica do porto contra o Benfica. Por tudo quanto era sitio na imprensa online portuguesa. E nao sò o fizeram como começaram logo a tirar o escalpe ao Jesus. Nao vi desculpas ou rezas da imprensas a defenderem o Benfica. A minorizarem o que aconteceu ainda menos, pois passaram directamente do abrilhantar do jogo portista para a fogueira onde querem que Jesus seja atirado.

Abre esses olhos, miguel. é preferivel ficares calado do que vires sistematicamente com essas tentativas gratuitas em espalhar o terror e mandares uns bitaites comodamente inventados por ti.

A inteligencia também pode ser um opçao. Haja vontade para tal...

Diego Armés disse...

Belo texto, Master Kodro. Quase parecia uma troca de bola, ao primeiro toque e de calcanhar, entre o Xavi, o Messi e o Iniesta.

Vimaranes disse...

Brilhante post master!

low desert puke disse...

*minorarem