terça-feira, outubro 05, 2010

Vitória 1 x 1 Porto

No primeiro teste perante um resultado adverso, Villas-Boas falhou. Falhou quando perdeu a cabeça e foi expulso, falhou ao justificar o empate com erros de arbitragem, num campeonato em que o Porto não tem razões de queixa da mesma.

Há uma diferença entre ser competitivo e infringir as regras da competição. Ser competitivo permite fazer golos como o que Hulk marcou; infringir as regras da competição pode colocar uma equipa sem treinador no banco e em inferioridade numérica. Mas numa coisa o treinador do Porto tem razão: a TVI. Os comentários ao jogo Nacional-Porto já tinham sido uma vergonha. Ontem, ficou a repetição deste lance por mostrar. No Tribunal de O Jogo, os três ex-árbitros dizem ter dúvidas. Pudera!

No meio de todo este barulho, o jogo passou para segundo plano. E esse o Porto teve-o na mão. Podia tê-lo resolvido, mas Moutinho falhou isolado, ainda na primeira parte. Podia tê-lo segurado, mas dois erros de Fucile não deixaram. Dois pontos perdidos por culpa própria e por mérito de um Vitória que está a fazer um bom campeonato e que, por isso, ocupa a segunda posição do mesmo. Não acho que tenha faltado atitude. O Porto foi quase sempre superior e, mesmo com 10, foi para a frente em busca da vitória. Mas querer não chega, é preciso ter competência e tranquilidade. A competência que faltou a Falcao, quando aos 76 minutos falhou de cabeça aquele que poderia ter sido o golo da vitória. A tranquilidade que Villas-Boas tanto pede mas ontem não foi capaz de ter.

Empatar em Guimarães não é um resultado anormal. O Porto continua com uma vantagem confortável sobre os seus perseguidores. Mas convém corrigir alguns erros próprios. E isso não se consegue ilibando quem os comete.

littbarski

32 comentários:

Filipe disse...

"mesmo com 10, foi para a frente em busca da vitória" felittbarski, nem tu nem o vilas boas viram que o vitória também ficou com 10?!
Bom post, diz tudo o que devia ser dito, o Andre devia ler este post e reflectir.

Rearviewmirror disse...

As imagens já apareceram.
E são tão claras que neste momento a má fotocópia do Mourinho deve estar a pensar em qual buraco se vai enfiar.
Dizer que o amarelo a Fucile é forçado, também é estar a gozar com o futebol.
Ele que viesse falar do penalty que ficou por marcar aos 55 min, que dava a expulsão ao Fucile, e aí deixava o jogo 11 contra 10, e não 10 contra 10.

Em termos de futebol, o que interessa, o Porto foi muito superior a este Vitória, e ficou a dever a vitória apenas a si próprio.
E atenção que fica visivel uma coisa, quando o plano A falha, o plano B não é lá muito fiável.

Filipe disse...

O AVB tem que perder um pouco as peneiras, mesmo o Real e o Barcelona empatam e perdem jogos.

"mesmo com 10"

Pois vocês ficaram sem Fucille, o Vitória ficou sem o marcador do golo. Nesses 10 contra 10 o Porto até ficou a ganhar.

Por outro lado dás uma análise demasiado parcial. O Toscano falhou um golo que até a minha avó marcava e o jogo terminou com uma grande defesa do Helton.

littbarski disse...

O Faouzi não reentrou. Confesso que na altura não reparei. Obrigado pela informação, Filipe.

Onde é que viste essas imagens, Rearviewmirror? Não acho que o lance do Fucile seja penalty. Os jogadores agarram-se mutuamente. Tenho à minha frente a imagem parada e, no momento em que o Fucile puxa a camisola do Edgar, o Edgar já está a agarrar o braço do Fucile. O árbitro marcou falta atacante porque de onde está tem apenas condições de ver a falta do Edgar. O que há é um fora-de-jogo mal tirado ao Falcao, num lance em que ele aparecia isolado, no final do jogo.

Jorge da Costa disse...

De certeza que viu no Jornal da Tarde da TVI de hoje que fui onde eu vi também. Lá puseram todos os ângulos aproximados necessários para perceber que o Micael cabeceia contra o próprio braço. Lance completamente limpo.
Esperemos pelo mea-culpa do "erro deliberado" que afinal não foi.

Jorge da Costa disse...

http://www.tvi24.iol.pt/galeria_nova.html?mul_id=13326771
As infames imagens littbarski

littbarski disse...

Que deviam ter sido mostradas ontem, Jorge da Costa.

Pedro disse...

LOLOL ..Há por aí videos com as imagens e as vozes dos estarolas dos paineleiros da TVI. Muito me admirei eu foi da TVI ter repetido o lance do claríssimo penalty do Fucille q queria levar a camisola do outro para casa... a agarrarem-se mutuamente??? LOLOLOLOLOL

Estou para ver o mea culpa do Mourinho Wannabe... E no meio do azedume o gajo reconhece que o SLB foi roubadíssimo em Guimarães...

Jorge da Costa disse...

Não entendo muito bem porque razão. Aquando do lance, não há burburinho nenhum, há apenas um protesto muito tímido do Rodriguez. Naquela altura, não há polémica nenhuma. Só depois na flash-interview é que o AVB chorou tanto pelo lance em questão.

Filipe disse...

Já agora, para aferir melhor o descontrolo emocional do AVB. Como é que o tal penalti podia dar 2-0 se já estava 1-1?

low desert puke disse...

Filipe, é o nervosismo que cobre o discernimento. Normal em qualquer ser humano. Pelo menos nos humanos que vendo uma jornada em que os àrbitros cumprem minimamente as regras do international board, se calhar sete (falsos mas oficiais) pontos podem nao ser uma vantagem assim tao confortàvel.

No fundo sò admitiu subliminarmente que o Benfica é melhor equipa e joga mais futebol a todos os niveis.

Rodolfo disse...

Dizer que o Edgar e o Fucile se agarram mutuamente já é de mau gosto (entendo que o Edgar faça o mesmo, após um puxão claríssimo muito antes da sua façanha), agora dizer que o Fucile só começa a agarrar depois de ser puxado pelo Edgar é gozar com os árbitros e os adeptos de futebol. Menos, menos se faz favor...

O Porto foi claramente melhor, até porque o Vitória não esteve nem de perto nem de longe de uma exibição conseguida. Conseguimos um golo, podíamos ter conseguido outro, assim como o FCP teve mais oportunidades. Contudo, já houve muitos jogos em que perdemos sem que os adversários tivessem melhores, fomos eficazes, logo ajusta-se o empate.

E o sr. Vilas Boas que tenha tento na língua, só lhe ficava bem. Não há necessidade de tanto show-off, aliás nem se entende. Contudo, já é normal neste país. Vermelhinhos, verdes e azuis são uns coitadinhos no que toca a arbitragem.

El Comandante disse...

"Benfica é melhor equipa e joga mais futebol a todos os niveis."

A piada da tarde. Nada de espantar nos adeptos do auto-denominado maior clube do mundo.

Rearviewmirror disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rearviewmirror disse...

http://www.vitoriasc.pt/

Tenho que dar os parabens aos responsaveis do Vitória por terem sido tão clarividentes e inteligentes na abordagem a este jogo após a palhaçada que o "Special two" protagonizou no final do jogo.

Nota: Os meus sentimentos, preces e orações estão com o MK, porque depois da sua equipa de coração ter perdido 2 pontos da forma como o perdeu, ele pode não estar bem.

Abraço

littbarski disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
littbarski disse...

Rodolfo, eu tenho o jogo gravado. Parando a imagem aos 54 minutos e 52 segundos, na repetição que mostra o lance visto por trás da baliza do Helton, vê-se o Fucile a puxar a camisola do Edgar e a mão direita do Edgar a agarrar o braço direito do Fucile (aliás, o Edgar fartou-se de fazer faltas atacantes o jogo todo). A distância temporal que separa os actos de ambos é irrelevante e imperceptível em tempo real. O árbitro vê o lance de frente, logo, não pode ver a falta do Fucile. Marca o que vê. Mas eu não me queixo da arbitragem. Tive dúvidas na jogada dentro da área do Vitória. Acho que a TVI devia ter mostrado a repetição do lance, assim como mostrou a da jogada entre o Fucile e o Edgar. Acho que o Porto foi prejudicado no fora-de-jogo mal assinalado ao Falcao. Mas isso não justifica o barulho que foi feito.

Olha, nem de propósito, fui ao site do Vitória. A imagem que lá está mostra aquilo que eu disse: o Fucile a puxar a camisola do Edgar e a mão direita do Edgar agarrada ao braço direito do Fucile.

Filipe disse...

Concordo com o littbarski, o puxão pode perfeitamente ter passado despercebido ao árbitro. É um absurdo estar a discutir a arbitragem neste jogo, há erros mas não são grosseiros (o Fucille merecia o vermelho directo mas ia dar ao mesmo).

O AVB tem que crescer e aprender a dar o mérito ao adversário. Nisso o Machado esteve muito melhor.

Pedro disse...

O árbitro não ver faltas dentro da área do fcp não é novidade nenhuma...não vê o árbitro nem o fiscal de linha...é a tal zona cinzenta.. lol

master kodro disse...

Claro que pode ter passado despercebido, Filipe, tal como passaram despercebidos lances de agressão noutro jogo desta jornada, um mais claro do que outro. A malta não gosta de futebol. A malta não consegue sequer perceber que um jogo de futebol é arbitrado por um tipo que vê através de um par de olhos 1.75m acima do nível da relva, não conseguindo ver através das pessoas, e não através de 20 câmeras estrategicamente colocadas e com zoom.

Depois até se esquecem que isto foi um grande jogo de futebol, jogado a uma velocidade estonteante em diversos e longos momentos, em que uma equipa foi quase sempre superior à outra, mas que não conseguiu superiorizar-se ao ponto de não deixar que a outra tivesse também excelentes oportunidades para marcar (cabrão do Toscano...).

Quem me dera que todos os adeptos que passaram por esta caixa de comentários tivessem a lucidez que o littbarski mostrou neste post. E que não fizessem a mesmíssima triste figura que Villas Boas fez no fim do jogo, semana sim, semana sim. Acredita, Filipe, que até li um texto (?) de um adepto do Benfica que se sentiu roubado neste jogo com o Braga. Acreditas?

master kodro disse...

Outra coisa interessante do pós-jogo é o tratamento dos jornais. Dando de barato que é um órgão de comunicação social privado (eu digo que é só privado, porque do resto não tem nada) e que tem metas financeiras para cumprir e um público maioritário que se propõe a "servir" (o que explica, dizem, que apenas Benfica e Sporting sejam matéria de destaque positivo), escolher o Porto para manchete apenas quando perde (ou não ganha, neste caso, é o melhor que se pode arranjar nos tempos que correm), roça a provocação. Extensível ao Vitória, cujo feito serve apenas, pelo que se escreve, para "ajudar o Benfica" e não para chegar ao grupo do segundos classificados da competição, depois de já ter defrontado os dois candidatos ao título, quando ainda vamos na 7.ª jornada.

Já a Bola reescreve dicionários quando define que "afinal o Porto não é invencível", também na capa. Eu bem gostava que tivesse acontecido, mas se bem me lembro ainda ninguém venceu o Porto esta época. Temos que viver com estas realidades paralelas, pelos vistos.

low desert puke disse...

MK, roubado nao serà o termo mais justo. Mas sò à sexta falta para amarelo sempre a deitar abaixo o Aimar é que o primeiro cartao amarelo saiu. Vi o jogo num canal ingles, e o comentador, habituado portanto à rigidez da premier league disse que a boa vontade do àrbitro estava jà a ultrapassar os limites do jogàvel. Chegado o intervalo apontou que "o braga poderà sentir-se um pouco sortudo por reentrar na segunda parte ainda com os onze homens de campo"...

Depois ainda todos vimos o Paulao a tatuar os pitons no estomago do Saviola, sem sequer ver um amarelo. Seguindo a ordem de ideias do pròprio AVB, o braga talvez acabasse os ultimos 20 minutos de jogo com 9 homens, por isso o sufoco que sò o pròprio Domingos viu nos minutos finais (mais os inventados 6 de desconto) nem sequer teria existido, e talvez o resultado de 1-0 tivesse passado para uma vantajem mais confortàvel.

Repito, quanto a mim nao foi roubo, mas as tendencias de arbitragem que assistimos nas primeiras jornadas estao longe de terem sido dissipadas.

low desert puke disse...

*vantagem

master kodro disse...

Low, como deves compreender, não vou discutir isso, muito menos lance a lance, mas só quero ter a certeza de uma coisa: jura que não viste mais nada...

low desert puke disse...

Vi o Maxi a dar uma sapatada num gajo, mas se nao estou a fazer confusao o àrbitro ajuizou bem. Depois, e ainda com o Maxi na jogada vi um outro bracarense fazer-se à falta ao pé da linha, o àrbitro ajuizando mal deu um livre que resultou num cruzamento perigoso para a nossa àrea. Vi o Vandinho pedir para ser substituido mas, no meio de tantas dores, inspirado por forças do Além ainda conseguiu voltar para tràs e cumprimentar tres colegas de equipa antes de voltar a dirigir-se para a linha e sair, a passe, e com o àrbitro a olhar. Na mesma linha o Hugo Viana também saiu a passe caminhando por 50 metros mas nao sem antes fazer uma pequena pausa para tirar ambas as caneleiras.

Compreende-se, estavam calmos e contentes com o 0-0.

O despertador Martins é que soou quando menos esperavam.

Rearviewmirror disse...

Num post sobre o jogo do seu clube do "coração", em que houve casos, futebol, declarações patetas no final, reacções do Vitória, etc, o MK começa logo a falar do Benfica. Nada que me surpreenda.

E é o unico "adepto" do Vitória que consegue arranjar desculpas para a não marcação de um penalty claro a favor da sua equipa de "coração", lance esse que não encontrava tanta unanimidade na comunicação social, e até em comentadores ligados ao FCP, desde o penalty do Alvaro Pereira em vila do conde.

Fica-se á espera do "mea culpa" do Villas Boas.

low desert puke disse...

rearview, dà uma olhada nisto:

http://www.youtube.com/watch?v=9FK6AREJ12w

Pedro disse...

Um adepto do clube corrupto não faria melhor q o mk (o q não quer dizer q seja bom ...lol)... patético.

miguel_canada disse...

Pedro...define corrupção. ... és patético também.

Quanto ao jogo, nada a dizer. Marcamos um golo e esquecemo-nos de fazer o resto, adormecemos, Fomos dar uma voltinha e quando voltamos estava 1-1 e a loja fechava dali a 10 minutos.

Bem feito, Sr.AVB...que lhe sirva de lição. 1-0 não dá garantias nem frente ao Marítimo, quanto mais frente ao Guimarães!

Mais, Sr.AVB... quando vir que não está em condições mentais para dar uma conferencia de imprensa, não vá. Mande lá alguém por si.

Rearviewmirror disse...

Miguel, se não fosse o teu primeiro parágrafo, até dizia que esta tinha sido das tuas melhores intervenções dos ultimos tempos.

Em relação á corrupção, o FCP foi CONDENADO pela justiça desportiva (que como sabes, tem juizes que fizeram a sua carreira académica no mesmo sitio onde saem os juizes que estão em tribunais comuns) e por esse facto foram-lhe subtraidos 6 pontos no campeonato de 2004 ou 2005 (agora não sei precisar com rigor a data), e nem sequer RECORREU de tal decisão.
Acho que está tudo dito em relação a esse aspecto.

Pedro disse...

"Pedro...define corrupção"

Corrupção=fcp

master kodro disse...

Rearview, único, perante a merda que vejo ans caixas de comentários a propósito de arbitragens, é o maior elogio que me podes fazer. Eu repito a frase para que tu e outros (noutros casos não tenho esperanças que me compreendam): não preciso de desculpar derrotas da minha equipa com erros de arbitragem. Sou único? Tenho esperança que não.

Relativamente às tuas aspas e ao que elas pretendem insinuar, não posso deixar de achar que é um comportamento asqueroso de quem não consegue compreender que há pessoas que não têm que pensar como elas e que se sentem muito bem com isso.