quarta-feira, setembro 22, 2010

Bravo, Amândio...

Magníficas declarações, as que Amândio Carvalho proferiu ontem, depois de ter ficado decidido que Paulo Bento será o novo seleccionador nacional. Assumiu que foi o único membro da FPF que votou contra a contratação de Carlos Queiroz, que bem avisou e que "deu no que deu" - traduzindo, a terceira melhor campanha em Mundiais da selecção portuguesa. Pelo meio aceitou ser chefe de comitiva no Mundial, ao mesmo tempo que era vice-presidente para a área administrativa, com tudo o que isso implica.

Infelizmente os media não transcreveram todas as suas palavras. Confirmou que se dirigiu a Queiroz para dizer "Carlos, não acredito em ti". Não se lembra se foi antes do jogo com a Bósnia, ou antes do jogo com a Hungria, mas também diz que isso não interessa. De facto pouco importa quando foi. Antes de um jogo decisivo para o apuramento da selecção para o Mundial, um vice-presidente da Federação, que votou contra a sua contratação, resolveu dirigir-se ao seleccionador para lhe dizer que não acreditava nele. Nada me parece mais apropriado.

Oxalá Paulo Bento tenha a paz e a solidariedade que faltou a Queiroz.

master kodro

26 comentários:

MB disse...

Terceira melhor campanha em Mundiais, ou terceira pior...depende do ponto de vista.

master kodro disse...

Não sei qual é o teu ponto de vista, MB. Como não organizámos nenhum, passámos sempre por fases de qualificação para chegar à fase final do Mundial. Numas fomos qualificados (cinco), noutras nem por isso. O universo que me estou a referir não é a das 5 (embora também sirva).

Pedro Almeida disse...

Oxalá o Carlos Queiróz tivesse 10% da competência do Paulo Bento.

Petinga disse...

Estou um bocadito como o MB. O universo e de apenas 5 fases finais em Campeonatos do Mundo, e se queres avaliar honestamente a prestacao da Seleccao Nacional nao podes olhar so para o resultado final, porque e isso que fica para a historia mas nao e isso que determina se foi ou nao uma boa participacao.

De qualquer forma, nao e isso que esta aqui em jogo. Esta malta ja devia ter sido toda corrida. Olha, tal como os engravatados do project finance que pululam o Sporting. Mas o povo portugues e brando, brando...

Por ultimo, perante as vossas esperancas (que considero tao notaveis quanto hipocritas) em relacao a um homem que me proporcionou algumas das melhores sonecas a ver futebol enquanto treinador do Sporting, apetece-me rematar: Oxala o Paulo Bento tivesse 10% da competencia do Mourinho.

Cumprimentos

Visigordo disse...

Quer dizer então que se no passado anterior à África do Sul apenas nos tivéssemos apurado uma vez e tivessemos passado a fase de grupos, poderíamos usar termos tais como "o pior mundial de sempre"?
Petinga, a propósito desses engravatados, era bom que metessem os olhos na pronta reacção às declarações do Sr. Victor Pereira do presidente do Vitória aqui do Master.

MB disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MB disse...

Master Kodro

Considerei apenas as fases finais, até porque actualmente é bem mais fácil lá chegar, quer pelo nº de vagas, quer porque Portugal nos ultimos anos conseguiu consolidar uma posição que lhe permite ser sempre cabeça- de-série nas fases de apuramento. Tanto para o Mundial de 2006 como em 2010 não apanhámos nenhuma grande selecção na fase de apuramento.

Jorge disse...

Porra nao acredito no que estou a ler. A questao e novamente a volta da performanca da seleccao e da competencia do Carlos Queiroz.
Voces realmente merecem o pais que teem.
Um dirigente tem deveres e responsabilidades. Quando o Amandio de Carvalho que esta ligado ao futebol ha quarenta anos nao so faz o que fez quando o Carlos Queiroz desempelhava o papel de seleccionador como se vangloria de o ter feito. E uma autentica republica das bananas... Mas a incompetencia e falta de etica dos dirigentes parece afinal reflectir a de grnade parte dos adeptos.

Invicta disse...

Estou de acordo com o que foi dito pelo Jorge, o que está em causa neste post é a atitude de um dirigente federativo não a competência ou incompetência de um ex-seleccionador.

Um 'anormal' como este com responsabilidades numa federação ter este tipo de discurso é realmente degradante e espelha os dirigentes federativos que infelizmente continuamos a ter.

miguel_canada disse...

Desengane-se quem acha que o Paulo Bento vai trazer, nem que seja, uma lufada de ar fresco. A Federação está minada de anti-corpos com o velho Amândio à cabeça e Paulo Bento já provou variadíssimas vezes que é tecnicamente limitado.
Por outro lado acredito piamente que um falhanço redondo na qualificação para o Euro 2012 poderia ser o tónico que nos falta para iniciar uma autentica revolução naquela federação e até quem sabe, ao nível da nossa liga, na contenção à entrada de futebolistas estrangeiros e fomentação na aposta em jovens lusos.

master kodro disse...

Concordo contigo, Jorge. Não sei se as pessoas não percebem porque não querem ou porque não sabem.

Ainda por cima está a discutir-se qual deve ser o universo a que eu me estou a referir no post que escrevi (e que é o que de mais irrelevante que se escreveu). Há aqui qualquer coisa que me ultrapassa, certamente.

Melhor ainda: se eu quiser avaliar honestamente não posso olhar só para o resultado final. Não sei se os adversários contam. Temo que não.

Pedro Almeida disse...

Não temais pelo futuro do CQ, parece que há boas possibilidades de ele voltar a colocar os pinos nos treinos do ManUtd, afinal de contas é o que ele melhor sabe fazer.

master kodro disse...

Claro, Pedro. É colocar pinos e ganhar títulos mundiais com adolescentes portugueses. Um merdas, em suma.

LionHeart (o autêntico) disse...

Este post faz pouco sentido.

Pese embora a gritante falta de elegância das declarações de Amândio Carvalho, nada do que diz revela um comportamento errado.

Eu explico: um dirigente vota contra uma decisão de gestão. Mas vota vencido. Como é óbvio, tem de ser solidário com a decisão do colégio a que pertence, mesmo que não concorde com ela. E nesse quadro de solidariedade e compromisso com a decisão do colectivo, desempenha as suas funções profissionais enquanto chefe da delegação.

O que tem isto de errado? Nada. Só tem para quem nunca desempenhou funções de responsabilidade.

Quantas vezes um gestor ou um dirigente tem de tomar decisões contra sua vontade? Imensas. A responsabilidade implica fazer o que está certo, e não fazer aquilo de que se gosta ou é confortável.

Quanto a Queiroz, espero que finalmente caia no esquecimento de onde nunca deveria ter saído. E já vai tarde...

miguel_canada disse...

LionHeart, você não percebeu o cerne da questão! A sua explicação é correctíssima mas o problema central é o facto do Amândio Carvalho espetar com essa realidade na cara do treinador dando um sinal claro que aceita a decisão mas não a respeita.

"Confirmou que se dirigiu a Queiroz para dizer "Carlos, não acredito em ti".

Imagine você que o José Eduardo Bettencourt contrata um novo treinador e a primeira coisa que este ouve quando chega a Alvalade é um Administrador qualquer a dizer-lhe na cara que não acredita nele.
Lindo!

SamM disse...

Pode ter muitos defeitos, mas ao menos o Amândio não esconde nada e disse na cara o que pensava do professor de educação fisica...

Quanto à participações, saliento que em mais de 16 mundiais, presumo que também podemos considerar positiva a nossa 4º melhor campanha...

atribodofutebol disse...

Bonito, bonito, não é, de facto, mas não penso que tenha sido por aí que o Carlos Queirós falhou como seleccionador nacional.

atribodofutebol disse...

E MK, o facto de Queirós ter ganho dois títulos com adolescentes no século passado, há mais de duas décadas, não faz dele um bom seleccionador nacional, nem necessariamente um bom treinador. Talvez tenha começado aí a sua queda. Já agora: poucos anos antes de Queirós ganhar os títulos de juniores, um treinador português foi campeão europeu de equipas. Será que devemos fazer regressar Artur Jorge à selecção? Ou então podíamos apostar na dupla Eriksson-Toni, que também andaram por umas finais europeias. Se é esse o critério...

condor disse...

Começa bem o P Bento!
Uma questão importantissima lhe foi colocada pela CS lisbonense,á qual ele respondeu a contento:Não tenho problema nenhum em convocar C Martins!
Muito importante,ficamos todos muito mais descansados!
Siga a rusga!

condor disse...

Começa bem o P Bento!
Uma questão importantissima lhe foi colocada pela CS lisbonense,á qual ele respondeu a contento:Não tenho problema nenhum em convocar C Martins!
Muito importante,ficamos todos muito mais descansados!
Siga a rusga!

miguel_canada disse...

Oh Condor... se o Moutinho não estiver disponível, nem o Tiago, nem o Rúben Micael, nem o Manel Fernandes, nem o Maniche, nem o Hugo Viana e se também não for possível nacionalizar o Belluschi, o Matias Fernandes nem o Luís Aguiar, o gajo vai ter mesmo de chamar o Carlos Martins!

Mr. Shankly disse...

"Oxalá Paulo Bento tenha a paz e a solidariedade que faltou a Queiroz."

Oxalá a saiba cultivar. Pelo menos a paz. Não mandar pessoas para a cona da mãe e não dar estaladas nos jornalistas é um bom ponto de partida. E respeitar os adeptos também.

Virgílio disse...

Eu sobre CQ não digo um pio... Não vá o sr. professor apresentar uma queixa judicial num qlq tribunal... Largo... q o o gajo anda 'bravio'!

condor disse...

Oh Mister Shankly,mandar algumas pessoas para a cona da mãe não é assim tão grave,já que algumas nunca de lá deviam ter saido!
Quanto a dar estaladas em jornalistas deve haver um qualquer equivoco já que o Queiroz garantidamente nunca o fez!

Mr. Shankly disse...

"Quanto a dar estaladas em jornalistas deve haver um qualquer equivoco já que o Queiroz garantidamente nunca o fez!"

Concordo que chamar Jornalista ao Jorge Baptista é abusivo. E parece que foi ao soco. My mistake.

Pedro Almeida disse...

Porém, o CJ considerou que o ex-seleccionador "violou, de forma grosseira e irresponsável, os mais elementares deveres de ordem disciplinar, ética e desportiva que lhe estavam impostos pelo regulamento das selecções nacionais"

Terá sido o Amândio a escrever o acordão???