sexta-feira, julho 30, 2010

Portugal na Europa

1. Os adversários eram fraquinhos (para não utilizar outros termos), mas fica o registo de mais duas vitórias nas competições internacionais. Triunfo tranquilo do Sporting, em ritmo de treino, mas com boas dinâmicas no meio-campo e ataque (a defesa ficou por testar). Já o Marítimo esmagou o Bangor City, após grande segunda parte. Com um bocadinho de sorte no sorteio (já que não é cabeça-de-série), os madeirenses podem chegar à fase de grupos. Eis a diferença de uma equipa média que tem real interesse em disputar as provas europeias relativamente a formações que, logo à partida, expressam desejo em abandoná-las com rapidez (é recordar Paços de Ferreira ou União de Leiria).

2. Ainda a procissão vai no adro, mas já se percebeu que este pode ser um excelente ano para Portugal no Ranking UEFA. Depois de uma boa prestação na época passada (onde ganhou pontos em relação a todos os adversários directos), Portugal iniciou esta temporada no 8º lugar, à frente de Holanda, Turquia ou Grécia, estando bem próxima de Rússia (0,778 pontos) e Ucrânia (0,537). Em condições normais, e até porque beneficia do facto de ter menos equipas em prova, Portugal poderá ultrapassar estes dois rivais do Leste e ascender ao 6º posto, que permite apurar duas equipas directamente para a Champions e uma para as pré-eliminatórias dessa competição. Vamos a isso, cambada!

katanec

6 comentários:

Infante disse...

Bom texto, mas um bocadito injusta a bordoada ao Leiria. Pelo menos, que me lembro foram eliminados por Lille e Leverkusen, que não são propriamente o Bangor ou Fingal (e com o Leverkusen só perderam por um golo).

É dificil exigir muito aos clubes médios portugueses que estão bastante abaixo dos seus congéneres franceses, alemães, até mesmo holandeses, em quase tudo.

Grande desilusão é antes o Guimarães, que nas duas únicas prsenças nesta década, só consegiu salvo erro vitórias contra Wisla Cracóvia. O resto foi um desastre.

Cumps.

Mr. Shankly disse...

E com Porto e Sporting na UEFA, a possibilidade de amealhar pontos aumenta.

J. disse...

Estes pontos nas pré-eliminatórias contam também.

Apartir de agora então vou torcer para que o Braga acabe também na Uefa.
Mais pontos....

master kodro disse...

Foi, infante. Perderam com o Zenit (com Arshavin) e com o Sevilha (com Daniel Alves e Jesus Navas). Também perderam com o Besiktas (com o Kleberson) e empataram com o Bolton. E com o Zenit só perderam por um...

E também empataram e perderam por um com o Basel (quer dizer marcaram o empate, mas...) a um passo da Champions. Depois também perderam com o Portsmouth (com o David James, o Diarra, o Glen Johnson, o Sol Campbell, o Peter Crouch e o Jermain Defoe) e deram a volta em Portugal, ganhando por 2x0. Mas deixaram-se empatar no prolongamento.

Em suma, um desastre contra equipas fraquíssimas.

JPDB disse...

Nas pré-eliminatórias os pontos valem metade (ou seja 1 por vitória e 0,5 por empate).

Torçam pela entrada do Braga na Champions, porque a entrada na fase de grupos, para além dos €€, dá também pontos que não são divididos pelo número de equipas nacionais em provas europeias.

Infante disse...

Ok, posso ter exagerado com o "desastre", mas de certeza que as expectativas eram maiores que as do Leiria. Por que é que um acusado de querer sair da prova (ainda por cima usando resultados contra equipas irlandesas e galesas como contraponto, por favor...!) e outro não? No "computo geral", como se costuma dizer, o Guimarães é uma desilusão muito maior que o Leiria.

O Leiria perdeu por um com o Leverkusen no total da eliminatória, ganhando o 2º jogo em casa. Fracos!