sábado, junho 12, 2010

França 0 x Uruguai 0

Sai um bocejo para a mesa do canto... Jogo fraco, entre duas equipas competitivas - não duvido - mas sem pingo de magia. A França de Domenech é uma amálgama de jogadores descoordenados, que só não se desmorona porque a qualidade individual dos mesmos o impede. Hoje, viveu dos lampejos de Ribéry e da qualidade de passe de Gourcuff, sem efeitos práticos, porém. Mas quem tem Henry e Malouda no banco, e Benzema no sofá, não pode de facto aspirar a muito mais. Vai passar o grupo? Rezo para que não.

O Uruguai tem uma defesa sólida e um ataque de ouro, mas falta-lhe quem pense o jogo no miolo, onde habitam somente distribuidores de fruta da antiga. A equipa tem coesão e raramente se desequilibra, mas o cobertor é curto demais para sair em ataque rápido com eficácia. Há demasiado espaço entre o meio-campo e os dois atacantes, quase sempre a braços com tarefas impossíveis. No entanto, destaque para as boas exibições dos laterais "portugueses" (Maxi e Álvaro Pereira), bem como dos centrais Godin e Lugano.

katanec

1 comentário:

N. disse...

Estava a ver o jogo e só pensava que ao Uruguai falta um Enzo Francescoli ou um Alvaro Recoba. Com um "10" de bom nível, era uma selecção muito mais acutilante.