terça-feira, maio 25, 2010

The Hated One

Nos últimos tempos, à medida que o Inter se ia aproximando do título europeu, foram-se multiplicando, na blogosfera portista, as mensagens de apoio aos adversários dos italianos, ou melhor, ao insucesso de Il Speciale. Como é evidente, as pessoas têm todo o direito de apoiar ou desapoiar quem muito bem entenderem. Mas eu confesso que não consigo perceber o porquê desta antipatia que muitos portistas sentem pelo ex-treinador do Porto.

Sim, já sei que Mourinho negociou com Abramovich às escondidas, que não festejou com os adeptos a vitória europeia de 2004, que comparou, pelos piores motivos, o Porto com Palermo e outras coisas mais de que se queiram lembrar. Mas será que dois campeonatos nacionais, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e, sobretudo, o grande Porto europeu que conseguiu a proeza de conquistar a Taça UEFA e a Liga dos Campeões, em épocas consecutivas, não pesam mais, muito mais, no outro prato da balança?

Além disso, o Porto só tem a ganhar com o êxito dos seus antigos treinadores e jogadores, no estrangeiro. Primeiro, porque é prestigiante que um clube com menos recursos do que os principais emblemas europeus consiga descobrir e lançar para a ribalta nomes como Mourinho, Ricardo Carvalho e Deco. Depois, porque isso constitui uma garantia de qualidade que, naturalmente, agrada aos clubes compradores e potencia negócios futuros. E, também, porque é uma excelente forma de combater as marcas do Apito Final e certas teorias que logo aproveitaram para extrapolar que só no Porto e com ajudas externas esses jogadores e treinadores têm êxito. Não é assim. A qualidade é a base do sucesso, e Mourinho voltou a prová-lo.

Resta acrescentar que, com a vitória do Inter na Liga dos Campeões, subiu para dois milhões o valor que o Porto vai receber, por via do acordo feito, aquando da ida de Quaresma para Milão. Este Mourinho só nos dá prejuízo...

littbarski

14 comentários:

Offshore disse...

Littbarski,
generalizar essa opinião à blogosfera portista é um enorme exagero.
é verdade que há quem partilhe a opinião que Moratti agora tem de Mourinho, mas dai a que grande parte dos portistas estivessem a favor dos adversários do Mourinho é um enorme exagero.

João disse...

as coisas são o que são. mourinho foi extraordinário no FC Porto, e se aqueles dirigentes tivessem dois dedos de testa o FC Porto seria agora um clube realmente internacional...

reparem que em 2004, em vez de ter contratado um treinador de topo como Van Gal ou Capello, contrata um tipo italiano sem qualquer experiência...
quando, apesar de termos perdido meia equipa tinhamos por exemplo um Diego e um Luis Fabiano. No ano a seguir até já tinhamos um Lucho e um Lisandro...

Jorge disse...

Eu sou portista, torco quase sempre por ele, e como grande parte das pessoas que veem futebol acho-o um fenomeno.
As comparacoes com Palermo talvez tenham tido a ver com o envolvimento dos SD, e nisso dar-lhe-ia razao, ja estou farto do comportamento de muitos desses tipos, pelo menos fora do estadio.

Jorge disse...

Joao:

Concordo em parte, mas o erro do Porto foi o de nao ter aproveitado os sucessos desses anos para mudar o discurso, de um discurso regionalista para um discurso "globalizador."

Ricardo disse...

Excelente texto, littbarski.

Já agora aproveito para dizer que ainda bem que há adeptos portistas que aqui vêm escrever com capacidade de lucidez. Tanto o littbarski como o Jorge mostram que é possível ser-se do Porto sem viver com palas nos olhos.

Bruno Pinto disse...

Obviamente que torço por José Mourinho. É o melhor. Concebeu a melhor equipa portuguesa de sempre. Saiu porque tinha de sair, saiu porque tem o direito de escolher o que quer para a sua carreira. Claro que não gostei do facto de não ter festejado a vitória na Champions, mas isso não me faz ser contra ele. Isso são coisas de super dragões, que de super pouco têm.

JNF disse...

Bom texto, lirrbarski, e até digo mais: é também curioso que muitos adeptos do Benfica e do Sporting festejam o sucesso de um treinador que deu imenso ao maior rival.

Rearviewmirror disse...

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/pinto-da-costa-declarou-4496-

GAnharam menos que eu nesse ano ;)

Depois do "vamos-te fazer a vida negra", mais uma vergonha com o carimbo de qualidade FCP.

Pedro disse...

Este rear...(cá está traseira!) além de não saber interpretar um texto (aconselho a cadeira de hermeneutica do curso de Filosofia), também não sabe matemática.

Alem de que deixou aqui um link duma marca de acendalhas...

Podia sempre falar daquele sr que é presidente dum clube e duma SAD e não AUFERE um tusto ao fim do mês, mesmo assim todos os anos a sua fortuna cresce, estando já nos 25 mais ricos do país.

Odd?!!

Bruno Pinto disse...

Só para esclarecer uma coisa, uma vez que já há para aí gente a dizer baboseiras: Mourinho tem admiradores e detractores em todo o lado e independentemente da cor clubística. Há portistas a favor e contra si, benfiquistas idem, sportinguistas idem. Não me parece que tenha algo a ver com clubite. Certos comentários sim... Mas isso é como tudo: gente com palas e burra que nem uma porta também existirá sempre em todo o lado e independentemente da cor clubística!

Rearviewmirror disse...

Pedro

O Luis Filipe Vieira, á data da candidatura a presidente do Benfica, era presidente do Conselho de Administração (CA) de metade das doze empresas da INLAND; presidente do CA da OnlyProperties (activos na ordem dos 55 milhões de euros); presidente do CA da Overbrick (activos na ordem dos 12 milhões de Euros) e gerente da Cofibrás, onde conta com uma participação de 50% na sociedade que tem, em activos, cerca de 2Milhões de Euros. Se juntarmos estas três empresas à “holding” já referida, percebemos que geria um império de quase 250 milhões de Euros.

Claro que ele não precisa do Benfica para nada, ao contrário do outro que declara 5000€ ao ano, e oferece camisolas do Quaresma á troca para passar a trafulha debaixo da mesa.

Mas é um procedimento normal, vindo de quem vem...

JNF disse...

É um facto, burros há em todo o lado, e analfabetos também. Mas já agora agradecia que o Bruno Pinto explicasse quem é que teve esses comentários de colar todos os adeptos de um clube a Mourinho. Um vintém é um vintém...

Pedro disse...

O PDC oferece camisolas do cigano.

O LFV oferece SLK's... a quem? Ao sr. César Boaventura empresário Vianense (freguesia de Barroselas)que trabalha na área da construção civil.

Ai aqueles troncos de madeira sul americana...

Rearviewmirror disse...

"Podia sempre falar daquele sr que é presidente dum clube e duma SAD e não AUFERE um tusto ao fim do mês, mesmo assim todos os anos a sua fortuna cresce, estando já nos 25 mais ricos do país"

-- » Luis Filipe Vieira, á data da candidatura a presidente do Benfica, era presidente do Conselho de Administração (CA) de metade das doze empresas da INLAND; presidente do CA da OnlyProperties (activos na ordem dos 55 milhões de euros); presidente do CA da Overbrick (activos na ordem dos 12 milhões de Euros) e gerente da Cofibrás, onde conta com uma participação de 50% na sociedade que tem, em activos, cerca de 2Milhões de Euros. Se juntarmos estas três empresas à “holding” já referida, percebemos que geria um império de quase 250 milhões de Euros


Opa, se eu tivesse perto de 200 Milhões de euros, também oferecia muita coisa a muita gente...