sexta-feira, fevereiro 12, 2010

E a mística?

Luís Freitas Lobo resumiu ontem na RTP N a situação leonina com esta frase: "Neste momento Carlos Carvalhal é o departamento de futebol do Sporting".

A fragilidade da estrutura tem correspondência na escassez de símbolos. Há dias, na antevisão do derby, um estação de televisão entrevistou Humberto Coelho, antigo seleccionador nacional, central histórico de Portugal e do Benfica. Pelo Sporting falou Jorge Gabriel.

E de facto quem são os antigos jogadores, os potenciais símbolos, que se assumem claramente sportinguistas no universo dos media e defendem o clube com regularidade? Há o maior de todos, o verdadeiro leão, Manuel Fernandes. Também Sá Pinto. A partir daí é o quase deserto: Carlos Xavier, Litos, Venâncio, Filipe Ramos...

Dos mais recentes, Figo só fala para dizer que não regressa, Peixe alinhou por Benfica e FC Porto, Iordanov acabou em tribunal, Cristiano Ronaldo trata o Sporting com o distanciamento que dedica a Benfica e FC Porto, Nani idem, Quaresma acaba de sair do FC Porto, Simão foi capitão do Benfica, Hugo Viana está no agora rival Braga, Rui Jorge não se ouve, mesmo Paulo Futre, que é apontado como possível director desportivo, tem um passado ligado ao FC Porto e ao Benfica, não pondo os pés em Alvalade provavelmente há anos.

O défice de massa crítica é notório.

kovacevic

12 comentários:

JLC disse...

O Barbosa esteve cá cerca de 15 anos, o Paulo Bento e o Sá Pinto 10.

Sairam todos este ano pela porta pequena.


Na equipa actual, o Vukcevic foi o jogador mais apoiado pelos adeptos sportinguistas nos ultimos anos. Se lhe juntarmos a popularidade absurda que ganhou um lateral direito brasileiro, que não consegue fazer dois passes seguidos, na final da taça da liga do ano passado está tudo dito.

Se não temos simbolos hoje, não estamos a fazer nada por os ter amanha. Moutinho e Patricio têm sido injustiçados. O próximo será Carriço. Sobra alguem? Eu sei, pois não.




Eu bem adivinhei que assim que o Paulo Bento saisse é que as pessoas iam abrir os olhos para os maiores problemas do clube. A diferença entre os posts que fazes antes e depois da saída do PB é enorme.

Ricardo disse...

Nunca tinha pensado nisso. Bem visto.

último! disse...

Acho que o JLC, resume um pouco o maior problema do Sporting e que o Benfica atravessou há pouco tempo.

Eu explico, quando se fala em símbolos e depois dá-se exemplos de jogadores elevados à condição de estrelas como, Moutinho, Patrício e Carriço está tudo dito.

Jogadores banalíssimos são considerados estrelas porque o nível da equipa é baixo.

Carriço, é baixo para a sua posição, nunca será um excelente defesa central, é apenas bom mas quais as alternativas?

Moutinho, continua a desaparecer em jogos importantes e tem fases de desaparecimento muito extensas, quando a sua melhor qualidade é não se lesionar está tudo dito mas quais as alternativas?

Patrício, não brinquem comigo, poderia e tem estatura física para ser excelente, não é, não tem sido e tudo dependerá da sua evolução.

O Benfica passou pelo mesmo... nessas alturas vemo-nos a admirar jogadores banais porque não temos melhor e até aceitamos como heróis jogadores toscos mas esforçados...

Felizmente e mesmo que nada ganhe, este Benfica tem estrelas e muitos jogadores internacionais, essa é a grande diferença.

JLC disse...

O que está aqui em causa não é só a qualidade dos jogadores.


Podes admirar o Aimar o que quiseres, não podes considerar um argentino com 2 anos de clube um simbolo do benfica.


Barbosa, Bento, Sá Pinto, Rui Jorge, Iordanov e outros podiam ser simbolos do sporting não pelas qualidades tecnicas mas pelo tempo que passaram no clube.

Da mesma maneira que Jorge Costa foi um simbolo do Porto mas o Diego ou o Fabiano não são. O Porto tem simbolos porque alguns jogadores passaram grande parte da carreira no clube.

kovacevic disse...

JLC

em relação aos posts que agora são diferentes, julgo que estás enganado. Queres explicar?

pitons na boca disse...

Carriço tem 1,82 m.

Franco Baresi e Fabio Cannavaro têm 1,76 m.

;)

José Leal disse...

É dificil não notar que o Carriço é bastante fraco na disputa de bolas pelo ar?

Pitons, esse tipo de comparações à pressão não fazem sentido. Se tu dissesses que o Carriço está no mesmo patamar de Baresi e Cannavaro com a mesma idade, ainda perceberia...

José Leal disse...

e para meter um bocadinho de orgulho na equipa e nos adeptos, que tal contratar o Manuel José?

pitons na boca disse...

José Leal,

foi dito ali em cima que Carriço não tem altura para central.
Eu não disse nada sobre a capacidade dele ganhar lances pelo ar ou não. Não comparei patamares de nenhum género para alem da altura.
Apontei 2 casos de jogadores de nível mundial que têm menos 6 centímetros de altura que o Carriço. Disse alguma mentira?

Não sei onde leste o contrário, mas no meu comentário não foi de certeza. Que imaginação fértil...

José Leal disse...

Oh Pitons,

o Vital ou o Jesus têm altura para guarda-redes. No entanto passaram grande parte das suas carreiras a jogar ao mais alto nivel, na posição de guarda-redes.

pitons na boca disse...

Não sei se estás a querer dar-me razão com esse argumento, mas parece. O Bento tinha mais um cm de altura que o Jesus e dois que o Vital.


Achas que o Carriço tem altura para ser central ou não? Pelos visto não.

O meu comentário resumiu-se a isso.

Pipos disse...

Carriço ganha mais bolas no ar do que tonel... pois vai a todas e não se intimida.

O tonel é alto mas uma grande merda de jogador.

10 carriços para o Sporting e a atitude e qualidade da equipa seria muito maior!