quinta-feira, outubro 29, 2009

Poirot e o caso do treinador traído

Dificilmente um amante do requinte como Hercule Poirot aguentaria a pobreza do espectáculo oferecido pela principal equipa de futebol do Sporting, mas vamos imaginar que chega a Alvalade para descobrir quem anda, afinal, a fazer a cama a Paulo Bento.

O primeiro passo, na boa tradição do policial clássico, seria reunir toda a gente no balneário, de modo a chegar à verdade, por exclusão de partes e intuição superior.

Assim, Tiago, Ricardo Baptista e Izmailov, por falta de oportunidade óbvia, não entram nas contas do investigador belga, o que reduz a lista de suspeitos a 21.

Também André Marques, Adrien, Saleiro, Grimi, Pedro Silva e Caneira, uns por lesão, outros por afastamento, raramente se encontraram em condições de prosseguir intentos criminosos, estamos todos de acordo quanto a isto.

Sobram 15. Mas Rui Patrício, Carriço, Liedson, Polga e João Moutinho são indiscutíveis, o que torna incongruente desejarem mal a Paulo Bento.

Vamos aos 10 restantes. Entre eles estão Angulo, Matigol e Caicedo, que chegaram há dias, com aval do treinador, não se vislumbrando motivação para tão cedo andarem a fazer camas. O que deixa Poirot com uma lista de sete indivíduos. Acontece que Abel é claramente protegido, Veloso tem sido unanimemente dos melhores, Tonel só está na casa há cinco minutos. Portanto são quatro, os suspeitos finais.

Pereirinha nunca é titular, Djaló está no estaleiro e até já deu nas vistas esta temporada, Postiga veio há um ano com a bênção dos dois amigos. Difícil, difícil. Afinal, quem anda a tramar Paulo Bento e, por arrasto, o Sporting, ao ponto de se perder o campeonato logo em Outubro?

Meus caros, já adivinharam, com certeza. O culpado disto tudo é o montegrino louco. Vukcevic joga quase sempre, tem antecedentes, não morre de amores pela vítima e ainda na terça-feira fez um penalty - que o árbitro não viu, felizmente - em mais uma exibição apática. E depois, claro, há aquele episódio revelador da expulsão com os italianos.

É ele o responsável. Vuk, o egoísta. Vuk, o indisciplinado. Tão certo como dois e dois darem quatro e o assassino ser o mordomo.

kovacevic

12 comentários:

Littbarski disse...

Mandem-no para o Porto. A gente dá-vos o Mariano em troca. É um bom negócio: o Sporting livra-se do traidor e o Porto de 99% dos assobios.

Pedro disse...

Isto é conspiração. se quiseres também faço uma história para o Liedson ter menos 10 golos que o Cardozo, queres?

kovacevic disse...

não percebo: menos 10 golos ou menos 10 penaltis?



Littbarski,

mauzinho, mauzinho. Ao menos o Farías.

ricardo disse...

Brilhante post meu caro Kova !

luis disse...

Grande "post"!

psergio disse...

Grande post...



PS. Como é alguns leitores não entendem a ironia, caro Poirot?

JLC disse...

O que tu fazes com o Vuk é exactamente o que muita gente faz com o Paulo Bento.

É o "gostar apesar de". Tu sabes que ele não anda a jogar nada, que é indisciplinado, que quebrou as regras impostas pelo sporting variadas vezes. Até já viste que durante os meses em que andaram a dizer que o sporting não jogava melhor porque o Vuk estava de castigo não era bem assim e que com ele em campo não jogamos nada na mesma.

Mas gostas dele. E quem é que te vai convencer que tentar meter ombros no sitio sozinho e mandar a camisola para as claques não faz dele o excelente jogador que tantos pintaram?

kovacevic disse...

jlc

aposto que se pusessem o vuk a guarda-redes ele continuaria a jogar mal

a segundo avançado, médio-ala ou falso 10, pelo contrário, acredito que teria grande influência na produção da equipa

o que eu faço com o vuk não tem nada a ver com o que algumas pessoas fazem com o paulo bento

pela simples razão de que, simpatizando com vuk, consigo distinguir as boas das más exibições -- e chamar más exibições às más exibições.

outros, pelo contrário, queimam tudo para proteger o senhor -- agora até senhor é -- paulo bento: adeptos, jogadores, dirigentes, vai tudo para a fogueira, só o paulo bento é que é vítima.

volta sempre.

mas de preferência com argumentos.

Miguel disse...

Parabéns por estares a ser fiel às tramas de Poirot: o culpado nunca é o mais óbvio.

Eu nunca na vida me lembraria de pensar que o culpado seria aquele que joga quase sempre a titular e que até já admitiu que a equipa e ele próprio têm de melhorar. :)

LC disse...

Foste tirando da lista o Moutinho e o Veloso porquê?

Jogam o que sabem mas estão claramente insatisfeitos, podiam estar a ganhar muito mais, já se tinham livrado "disto" e ao mesmo tempo evoluíam aquilo que não evoluem enquanto por cá estiverem.

Além disso, diz-se que 1 jogador não faz uma equipa, como tal é despropositado culpar apenas e só 1 jogador.

Mas percebi o teor do teu post em apenas quererem arranjar um culpado que não o treinador.

kovacevic disse...

miguel,

estás a falar do liedson? ;)

LC

percebeste mesmo?

cparis disse...

kova,

O responsável há muito tempo que está identificado (desde Soares Franco) mas toda a gente assobia para o ar porque ninguém o quer substituir.

Eu, pessoalmente até fico contente por ver Pedro Barbosa como director desportivo. Sem pulso, sem conhecimentos ao nível do mercado internacional e com um conjunto de anti-corpos simpáticos, acho-o a pessoa indicada para estar à frente do futebol do SCP. Só fico admirado pelos sportinguistas pensarem o mesmo.