quarta-feira, setembro 09, 2009

Um aroma scolariano

Eles não chegavam à nossa baliza. Impunha-se a troca de bola segura e demorada. Acabadinhos de chegar ao 90, sai Tiago, entra Rolando. Precisamente para perdermos capacidade de troca de bola e para chamarmos o adversário para a nossa área. E logo Rolando, que tem andado com a pontaria afinada para a própria... Eu juro que a vi lá dentro, embora ela não tenha rondado a baliza, sequer. Mas eu vejo cenas.

master kodro

20 comentários:

Sérgio_alj disse...

O que interessa é que ganhamos os 3 pontos!!

Para exibições brilhantes dignas do campeão do Mundo de "Futebol sem balizas", já nos chegaram os anos 90!

Filipe disse...

O primeiro lugar ainda está matematicamente ao nosso alcance...

Fleming disse...

Exibição fraca, fez-me lembrar o tempo do scolari. o que interessa são os 3 pontos.

quanto ao post, sinceramente concordo com a substituição do tiago pelo rolando. o jogo estava a tornar-se muito fisico e o chuveirinho era eminente. manter o tiago em campo era como ter menos um jogador.

siga a marinha!

Gabriel disse...

Quando perdemos com a Dinamarca a crítica caiu em cima do treinador porque não tinha reforçado a defesa e o resultado viu-se...

P.S. Dificil é jogar contra o reco da Suécia, Sabado de ressalto aos 90m, hoje aos 81m e na própria baliza... contra isso é que não há solução

Pipolinus disse...

Este post é claramente uma tentativa de branquear a tua ingerência e pior, culpa, no resultado do Malta x Suécia.

Claramente. Tsc tsc.

=) Abraço

Jota Pê disse...

Será, de facto, uma tremenda injustiça aquela selecção luso-brasileira apurar-se, seja para o que for.

Não só pelo pior futebol que já vi jogar, como pelo miserável treinador, como pelo inqualificável presidente da federação, como por um rol incrível de coisas que teria para enumerar...

!nsurrecto disse...

Preferia uma "Qualificação Scolariana"... sem espinhas!

zorg disse...

Pensava que o "aroma Scolariano" se referia ao facto de terem conseguido uma vitória a sério, daquelas que valem 3 pontos, quando precisavam de ganhar.

Porque esta qualificação tem sido só exibições devastadoras a culminar em vitórias morais...ou, para usar a tua terminologia, um fedor Queiroziano.

Filipe disse...

"um fedor Queiroziano"

Eu não digo nada, o homem ainda acaba em primeiro do grupo...

Grilo Falante disse...

Não, bom bom era o "socoaolado", que além de bater em jogadores das selecções adversárias, conseguiu qualificar-se à "rasquinha" com um empate contra a finlãndia para o último europeu. E sem ganhar um único jogo aos rivais directos. Isso é que era um seleccionador e um homem probo.
Haja paciência para tanta alarvidade...

Francisco disse...

Sim, Grilo, péssimos os resultados de Scolari: nenhuma qualificação falhada, uma final e uns quartos-de-final de Euro, meias-finais de um Mundial!

Já o "grande" Queiroz tem uma classificação para o Mundial (94) falhada e outra, ao que tudo indica, prestes a sê-la também (acreditemos e esperemos que não, mas...).

Há algum tipo de comparação possível??? De tudo o resto (qualidade de jogo, planificação a longo prazo, escolha de jogadores, etc.), ainda se pode falar, mas de resultados, nem a brincar! É comparar os melhores de sempre com os piores dos últimos 15 anos.

Realmente, "haja paciência para tanta alarvidade".

jose disse...

Olha que não, Francisco, olha que não! Os melhores de sempre foram o José Pereira, o Vicente, o Peres, o Jaime Graça, o Festa, o Coluna, o Eusébio, o Simões, que em 1966 conseguiram o 3º lugar no Campeonato do Mundo.

Os do Chocolári só conseguiram perder um Europeu, em casa, perante o seu público, frente a uma equipa que não voltou a ganhar fosse o que fosse.

Filipe disse...

José, e o que é que o Queiroz ganhou perante o seu público? Assim de repente lembro-me do empate com a Albânia, da derrota com a Dinamarca, do empate com a Suécia. E já agora, por o Scolari não ser tão bom como isso tenho que desculpar a inépcia do que vem a seguir?

As coisas não são iguais, o Queiroz sabia que só o primeiro lugar dá acesso directo. Mesmo que as coisas corram bem provavelmente vamos ter que andar a penar mais dois jogos e com a sorte do Queiroz ainda nos calha a França.

João Almeida disse...

Falta menos de uma semana para terminar o prazo do passatempo "Liga do Sábio"...

Joga já!

www.futebolodesportorei.blogspot.com

Grilo Falante disse...

O "socoaolado", apenas aproveitou jogadores de uma equipa que se tinha acabado de vencer a liga dos campeões, juntou-lhe, dois ou três jogadores fantásticos que na altura ainda jogavam (Figo, Rui Costa, Pauleta, por exemplo), e mesmo assim conseguiu perder ium Europeu em casa, contra um equipa de segunda categoria. Não previu o futuro, e coincidentemente foi-se embora, quando toda a gente já estava a ver que isto ia dar para o torto. Enfim... uma nódoa (mais uma9 que passou por cá!

luissm disse...

Off-Topic, sorry.

Para os defensores do melhor guarda redes do mundo e quiçá da europa.

http://www.youtube.com/watch?v=RxDvuOJl6XE

Filipe disse...

É irritante quando as pessoas não dão valor ao adversário.

"conseguiu perder ium Europeu em casa, contra um equipa de segunda categoria"

A Grécia está em 12o no ranking da FIFA. Bem acima de Dinamarca (16), Suécia (41) e Albânia (93), equipas que o Queiroz não conseguiu bater em casa.

Para mal dos nossos pecados os gregos desenvolveram um modelo de jogo que lhes permitiu ganhar não só a nós mas também à França e República Checa. No ranking da FIFA a Grécia é uma selecção mais forte que a nossa.

Pedro disse...

E parece-me que não terá sido Portugal o único a perder com a Grécia...

Grilo Falante disse...

Off-Topic:
Nem uma palavra sobre isto:

«O delegado da Liga no Benfica-Nacional da temporada passada (0-0) foi suspenso por 18 meses por ter falsificado o relatório do encontro.
Devido aos acontecimentos no final do encontro - árbitro Pedro Henriques anulou um golo dos "encarnados" nos minutos finais - Nuno Gomes recebeu 2 jogos de suspensão e uma multa de 1 000 euros por "por factos ocorridos no jogo e infração disciplinar", mas o comportamento do internacional português não foi "intencionalmente" mencionado no relatório de João Pedro Simões Dias.

"Tal delegado presenciou, após o jogo, no túnel de acesso aos balneários e junto da equipa de arbitragem, comportamentos injuriosos de agentes desportivos e tais comportamentos lhe foram comunicados pela mesma equipa de arbitragem", lê-se no acórdão da Comissão Disciplinar da Liga divulgado esta quinta-feira».

Este clube do courato, dos adeptos ignaros, das adeptas de alcoice, demonstra toda a sua grandeza: falsifica documentos em proveito próprio. Em suma é um clube de falsificadores.

OiluT disse...

O regresso do épico "Domingo Desportivo" à antena da RTP não era interessante?

http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2009N374

Leiam a petição e ajudem na sua divulgação.