quinta-feira, setembro 17, 2009

O melhor emprego do mundo



No dia em que Liedson marcou mais do que o Benfica de Jorge Jesus, chegando aos 23 golos pelo Sporting em 45 jogos europeus, o que é notável, e logo ajudado pela primeira assistência de Matigol enquanto leão, a UEFA apresentou aos adeptos o melhor emprego que poderiam desejar.

Graças ao sr. Platini, há pessoas pagas para ver futebol de topo no relvado, precisando apenas de fazer de conta que adivinham se um objecto de movimentos rápidos e imprevisíveis ultrapassa na totalidade uma linha imaginária.

Quando for grande, quero ser árbitro de baliza.

kovacevic

8 comentários:

Fleming disse...

medida ridícula a meu ver.

o sr platini continua a somar pontos no que diz respeito à mediocridade!

condor disse...

Quantas mais pessoas analisarem determinada coisa,maior é a confusão!

Vimaranes disse...

Totalmente de acordo relativamente ao segundo parágrafo. Medida ridículo e inconsequente, bem ao nível da categoria de Platini enquanto dirigente da UEFA.

Pipos disse...

Mas que ele foi necessário no corte do Caneira sobre a linha não duvidem...

Mas porque em 6 árbitros um deles não fica responsável por marcar os amarelos/ir ao banco refilar com os treinadores.. e assim não se perdia tempo com os árbitros principais.

O anti-jogo interessa a muita gente (UEFA e FIFA) mas nunca percebi porquê... não vi nunca uma medida para combater isso. (ahh, a do GR ter só 6 segundos que nunca é cumprida)

kovacevic disse...

Pipos, foi necessário em que sentido?

Viste as imagens. Sabes tão bem como eu que ele não sabe se a bola entra ou não. E sabe que nós sabemos que ele não sabe.

E o circo prossegue.

Pedro disse...

Nós sabemos que a bola não entrou, foi quase óbvio nas imagens.. (pelo menos no Petit ou Pedro Mendes foi óbvio que entrou), por isso temos de também lhe dar o benefício da dúvida.

Mas Kovacevic, eu tava a ser irónico, estes lances duvidosos acontecem de quantos em quantos jogos? quantas coisas mais um 5º ou 6º árbitro poderia fazer mas nao faz?

A palhaçada continua, sem duvida, e esta FIFA/FPF/UEFA/LPFP são todos iguais.

Pipos

Blog do Tavares disse...

Estudar uma forma de introduzir meios eletrônicos, para melhorar a justiça do jogo, sem acabar com a dinâmica eles não querem...

Abraços!

kovacevic disse...

não percebi a ironia, então

erro meu