sábado, agosto 22, 2009

Curtas

Olhanense 0 x 0 U.Leiria O meio-campo dos algarvios superiorizou-se na primeira parte, sem que o Leiria deixasse de espreitar uma ou outra oportunidade. Na segunda houve mais equilíbrio. Castro e Rui Duarte agradaram-me, tal como alguns pormenores de Carlão, mesmo sem golos (esses já sabemos que ele marca). Gostei menos dos guarda-redes, Ventura e Djuricic, e, por esperar mais, de Silas, de Cássio e de Ukra (apagado até à saída de Zequinha, extremamente activo). Não foi mau. Há aqui potencial de permanência vindo da segunda.

Beto no Belenenses O regresso do central internacional português que nos habituámos a ver jogar no Sporting, para ajudar a pôr aquela defesa na ordem. Ainda bem.

Liga Zandinga Não te esqueças de fazer a inscrição. Todos os pormenores aqui. Estes já trataram do assunto:

1. luis; 2. JNF; 3. badabing; 4. luissm

master kodro

18 comentários:

Nuno disse...

De que é que estavas à espera do Ukra? Que se transformasse de repente num bom jogador?

P.S. Gostei do facto de teres confundido o Castro com o Zé Castro. Denota coerência, sem dúvida.

rui disse...

Olha o do "ai o guarda redes é burro por ficar no meio da baliza num penalti..."


ruibonga

master kodro disse...

"Gostei do facto de teres confundido o Castro com o Zé Castro."

Hã? Deves estar com um problema qualquer mal resolvido, de certeza.

Ninguém confundiu o Castro com o Zé Castro. Quando acrescentas uma etiqueta "castro" e essa ainda não existe e já existe uma etiqueta "zé castro", o blogger assume automaticamente a que já existe.

O resto é a tua atitude de sempre.

rui disse...

LOL


ruibonga

Fredy disse...

pois é..se o Ukra fosse da escola do sporting já era o maior craque do mundo para o nuno lolol

Nuno disse...

Fredy, muito previsível.

Master, eu sei que foi isso que aconteceu. Mas podes corrigir. Sobretudo depois de alguém te ter apontado o erro. Ou não?

master kodro disse...

Não, Nuno. Não me apetece. Agora estou a ver o Liedson a estragar o ataque do Sporting.

Nuno disse...

Fazes bem, Master, fazes bem. Outra coisa que podias estar a ver era o Farnerud a comandar o Stabaek depois de o ano passado ter levado a equipa a sagrar-se campeã da Noruega pela vez na História.

master kodro disse...

Foi um grande campeonato, Nuno. O Fredrikstad deu bastante luta e o próprio Tromso abrilhantou esse título histórico. Se não fosse o Farnerud, nunca o Stabaek conseguiria impor-se nesse campeonato de topo, dotado de um futebol delirante.

master kodro disse...

Está aqui um artigo sobre o Stabaek e o título. Não há um parágrafo que não fale do Farnerud. É de um noruegês, para a UEFA:

Stabæk IF striker Daniel Nannskog diplomatically described talk of his side retaining the Norwegian title as "premature" with the old guard expected to dominate when the new season kicks off on Saturday.

Modest champions
No club has successfully defended an Eliteserien title since Rosenborg BK won the last of their 13 successive championships in 2004, and modest Stabæk look unlikely to buck that trend. They have lost two of their best players ahead of the 2009 campaign, whose new 16-team format – expanded from 14 – should favour clubs with larger squads.

Key departures
Stabæk may have gained fresh surroundings, moving to their new indoor Fornebu Arena, but they have lost key personnel in Icelandic playmaker Veigar Páll Gunnarsson and Brazilian magician Alanzinho. Gunnarsson, now at AS Nancy-Lorraine, was their most effective player last term, while Eliteserien defenders were mightily relieved when Alanzinho joined Trabzonspor.

Realistic assessment
Nannskog was perhaps the main beneficiary of the departed duo's efforts, scoring 16 league goals in 2008, and he said their loss would be felt acutely by the Baerum-based side. "To talk of gold again is premature," said the Swedish international. "We have lost players I had built up an understanding with, and it will take time for new players to bed in."

'Top five'
Stabæk coach Jan Jönsson has signed forward Espen Hoff from FC Lyn Oslo and midfielder Daigo Kobayashi from Japanese outfit Omiya Ardija, yet remains cautious. "Our aim is to be in the top five," he said. "The team will have to settle into a new arena with an artificial pitch, and there will be more pressure this season."

Ominous result
Many attributed Stabæk's 2008 success to a miserable campaign for Norway's traditional titans – Rosenborg, SK Brann, Viking FK, Lillestrøm SK and Vålerenga IF all finished outside the top four. However, the expanded league will likely suit these wealthier clubs, with Rosenborg again tipped for the top. The Trondheim side warmed up for the big kick-off by defeating Viking 5-1 in Stavanger, with home coach Uwe Rösler warning: "Rosenborg are in a different league to us, in every department. I can't see anyone else winning the league if they carry on like that."

master kodro disse...

Aliás, no campeonato que está a decorrer, o quinto lugar do Stabaek e os dezanove pontos de desvantagem para o Rosenborg devem-se a tudo menos ao Farnerud que é o único que rema para o lado certo.

Gabriel disse...

looooooooooooooooooooool
este Nuno... hahahahahahah
priceless!

Nuno disse...

Ena, tanta pesquisasinha. Master, isto era só uma provocação e serviu apenas para responder à tua provocação inicial. Como sabes, não desço à facilidade dos resultados para argumentar o que quer que seja. Não são os resultados, ainda para mais resultados colectivos, que indicam o que quer que seja sobre jogadores.

Mas há factos engraçados e são esses que devem ficar:

1) O Stabaek é uma equipa modesta, como o artigo que preciosamente citaste, tão modesta que nem sequer é uma equipa de segunda linha da Noruega, não tendo tanto prestígio como Rosenborg, Molde, Tromso, Valerenga ou o Viking. Isto equivale a ser, em Portugal, um Leiria, ou uma Académica. Como é óbvio, terá beneficiado de uma má época das principais equipas norueguesas. Ainda assim, é um título histórico, sendo o primeiro de sempre do Stabaek.

2) Farnerud chegou a meio da época, numa altura em que o Stabaek discutia os primeiros lugares com outras equipas, e ajudou a uma segunda volta fulgurante, em que a equipa não deu hipóteses à concorrência. Se foi o principal responsável ou não, não sei. Do que tenho a certeza é que colaborou bastante para o sucesso da equipa e para o título histórico.

3) O Farnerud era titularíssimo do Mónaco e foi campeão no Mónaco. Era titular do Estrasburgo e é titular indiscutível do Stabaek, tendo colaborado activamente no primeiro título da história destes. No Sporting, era desprezado, nunca teve estatuto de titular e não ganhou nada.

Isto são factos. São indesmentíveis. Menos factos são coisas que vi. O Farnerud é o patrão do meio-campo, numa equipa que joga em 442 clássico, é aquele que tem responsabilidade de pegar no jogo. Fá-lo com mestria. É ele o principal municiador atacante da equipa e, de longe, o melhor jogador do plantel actual. O japonês Kobayashi também tem qualidade, mas o atacante Nannskog está longe de ser um jogador extraordinário. Talvez o Alanzinho a época passada fosse mesmo bom. Mas, neste momento, é o Farnerud e mais 10. Vi a eliminatória contra o Copenhaga e o Stabaek perdeu por manifesto azar, tendo enviado três bolas ao poste na segunda eliminatória, e por erros defensivos reveladores de uma falta de experiência que se percebe.

Tu gostas de mandar calar quem não vê as coisas, não gostas? Então se calhar esta era a altura de te enfiares na toca. Se nunca viste o Stabaek a jogar, não fales, não cites artigos para provar um ponto em que se falam maravilhas de jogadores que se calhar nem são assim tão maravilhosos.

O que resulta daqui é que o sueco não é aquele papa-açorda que os portugueses sem neurónios fizeram dele. É um jogador com imensa qualidade, mas que, por não ser dado a aventuras individuais, por ser tímido e não ser muito agressivo, passa despercebido aos olhos do adepto comum. Como ele, há vários. Quem não conhecesse o Hugo Viana, ontem nem repararia nele. Jogou a passo, não foi minimamente agressivo, não fez passes de ruptura, não teve rasgos individuais. Mas cada bola que saía do seu pé parece que saía ensinada. Faz tudo bem. Mesmo que o faça a 5 à hora. E o Farnerud não era nem é diferente. E pode-se até compará-lo com outros jogadores que jogam de forma pausada, mesmo jogadores com outro estatuto, como Xavi ou Lucho Gonzalez. São jogadores que se lhes reconhece qualidade porque granjearam uma reputação à qual não se pode fugir. Se fossem desconhecidos, eram apupados. Porque fazem as coisas bem, mas não são exuberantes.

Nuno disse...

Já agora, e o magnífico Hernanes, já está no Barcelona?

master kodro disse...

"Outra coisa que podias estar a ver era o Farnerud a comandar o Stabaek depois de o ano passado ter levado a equipa a sagrar-se campeã da Noruega pela vez na História".

As pessoas lembram-se que foi isto que escreveste, Nuno. Está cá escrito.

E a pessoa que escreveu aquilo para a UEFA não viu só a eliminatória deste ano com o Copenhaga. Viu o campeonato inteiro e disse-te quem eram os dois melhores jogadores do campeonato passado e que fizeram do ponta-de-lança o melhor marcador.

O resto é a tua habitual presunção de achares que vês mais em 90 minutos do que os outros em 30 jornadas. Isso define-te, de facto.

Nuno disse...

"As pessoas lembram-se que foi isto que escreveste, Nuno. Está cá escrito."

Ya, pois foi. E então? Eu disse que não foi isso? Foi uma provocação. Mas que o Farnerud é o melhor jogador do Stabaek, não tenho dúvidas.

"O resto é a tua habitual presunção de achares que vês mais em 90 minutos do que os outros em 30 jornadas."

Não vejo mais. Vejo coisas diferentes. Porque as pessoas, por norma, preocupam-se com as coisas erradas. Mas gosto que faças tua a visão de um gajo que nem sequer conheces e que presumes que seja inteligentíssimo e que perceba de futebol a rodos.

master kodro disse...

Prefiro mil vezes a opinião de um gajo que não conheço que escreve para a UEFA como especialista do futebol norueguês, que acompanhou o campeonato, do que a tua que viste o Stabaek x Copenhaga. Até porque a tua opinião sobre tudo já a conheço, mesmo sem veres os jogos e os lances. Já tens os preconceitos todos definidos. E se viste um jogo do Stabaek deste ano, 2009, (numa altura em que o campeonato norueguês vai na 22.ª jornada) já sabes que o Farnerud comandou o Stabaek da temporada passada, 2008.

Não é preciso dizer mais nada sobre o que me interessa a tua opinião.

Nuno disse...

Eu sei, Master. Tens esse estranho hábito de preferires o que não presta. Não é de agora...