sexta-feira, julho 24, 2009

O Benfica, a banca e o perú

Não acredito que alguma vez venha a ser permitida a falência da Benfica SAD, que arrastaria o futebol do clube para as profundezas dos campeonatos regionais, ao estilo Fiorentina, por exemplo, mas, por outro lado, quem é que acreditava na falência de um banco como o Lehman Brothers ou, numa escala consideravelmente menor, em Portugal, quem é que previu os casos BPN e BPP?

Vem isto a propósito do editorial de ontem de Vítor Serpa, n'A Bola: "Sabendo-se como os actuais clubes portugueses, especialmente os maiores, estão ligados aos interesses da banca, e sabendo-se que em momento tão sensível do país, a banca não incita a loucuras, admite-se que os 50 milhões que o Benfica acaba de investir nestes dois anos tenham um inevitável factor de risco, mas não sejam propriamente uma aventura irresponsável e, muito menos, uma aventura isolada".

Note-se que a banca, na visão de Vitor Serpa, aparece como garantia de responsabilidade, o que, em momento tão sensível do país (e do mundo), parece ser, no mínimo, imprudente.

É como escreve Nassim Nicholas Taleb no livro 'O Cisne Negro': durante 999 dias o perú acredita que o homem é o seu melhor amigo, engordando-o todos os dias, devotamente, em troca de nada. Do ponto de vista do perú, não há motivo para prever um futuro diferente. Até que, no milésimo dia...

kovacevic

7 comentários:

Sérgio_alj disse...

Se o Benfica falisse, o campeonato português fechava portas!!

O Porto teria que jogar na Liga Espanhola e o Sporting deixava de ter razões para existir!

Os demais jornais desportivos e respectivos jornalistas encerravam e iam para as portas do centro de emprego!!

rui disse...

Tal como os documentos com as dividas ao fisco desapareceram misteriosamente para um buraco negro, na altura há de se arranjar uma artimanha qualquer para que isso nao aconteça...


RuiBonga

MM disse...

O Benfica... Sempre o Benfica...

Sérgio_alj disse...

http://geoalj.blogspot.com/2009/07/ranking-de-clubes-paises-o-que-e.html

Para perceber como é calculado o Ranking de Clubes da UEFA!!

Com um exemplo prático!

condor disse...

Ao milesimo dia aparece a fada boa com a sua varinha de condão"Ou condon"?E o principe dá umas quecas na princesa teem muitos meninos e vivem felizes para sempre!FIM!
Gostou da estória menino Kova?
Se quiser amanhã o titio Condor conta outra!

rui disse...

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/noticia.php?id=1077836&div_id=1728

É...nós é que somos maluquinhos quando afirmamos que o benfica é mal gerido...Sai mais um emprestimo obrigacionista faz favor...

RuiBonga

miguel_canada disse...

Eu tenho achado imensa piada ao comentário da moda que se vai lendo um pouco por todo lado que é a questão dos milhões que o FCPorto ganha e onde vai parar o guito!
Quem pensa um bocadinho tem a noção da despesa descomunal que uma equipa como o FCPorto acarreta e que os tais milhões servem exactamente para manter essas estrondosas despesas mais ou menos equilibradas sem perder a qualidade e competitividade da equipa de futebol.
Mesmo assim, o valor do passivo da FCPorto SAD e publico e toda a gente percebe o esforço que provoca manter um barco desses a flutuar.

O que eu continuo a não perceber é a despreocupação com que os adeptos e simpatizantes do Benfica, jornalistas tipo Delgado e Serpa incluídos, vem aquela SAD a desbaratar milhões sem qualquer tipo de retorno e a única coisa que os ocupa são os árbitros e os corruptos!

Um dos melhores activos do Benfica, Katsouranis, foi vendido por uns míseros 2.5 milhões de Euros, não se vislumbra mais nenhum negocio, ninguém quer o Luisão nem o DiMaria e a Liga dos Campeões é uma miragem cada vez mais longínqua porque o Sporting, apesar de teso, também chega e sobra para eles.

Se o FCPorto, perante as receitas que gera pela venda dos seus melhores jogadores, vive no Limiar da tranquilidade financeira, como é que o Benfica se dá ao luxo de estourar milhões atrás de milhões sem abrir um rombo em lado nenhum?

Receitas de bilheteira e merchandasing? Anda ai um Berardo? Uns Chineses? Ou andará algum banco do estado a trocar acções por milhões?