domingo, maio 10, 2009

O minuto 73

Decorria o minuto 73 do, então, Sporting 1 x 1 V. Setúbal. Carlos Cardoso dava ordem de substituição simultânea de Bruno Gama e Leandro Lima. O Sporting acabou por ganhar por 2x1 com um golo de Liedson no último minuto da partida. E então?

master kodro

6 comentários:

Aurelio Estorninho disse...

será q existiu corrupção?

Ricardo disse...

Não me interessa para aqui se há corrupção ou deixa de haver. Para mim, não é uma questão de haver ilegalidades na opção de Cardoso no Dragão, mas sim uma questão que merece um debate sério sobre as condições de empréstimo das equipas grandes para as equipas pequenas. Esse é o debate.

E é lógico que fazer as duas substituições iguais em Alvalade não vem provar (ou refutar) nada. Imaginando que o Setúbal estava condicionado pelo Porto e que por isso fez as substituições que fez no Dragão, depois do falatório que houve, não é de espantar que Cardoso as tenha repetido para evitar qualquer comparação. Além de que estava já planeada uma intervenção no final contra o "cineasta".

Não acho que o minuto 73 de ontem venha mostrar algo. E tu sabes isso tão bem quanto eu.

master kodro disse...

A minha opinião, nestas questões, já foi dada: proibição dos empréstimos entre concorrentes.

Quanto às comparações, basta veres o historial do Leandro Lima esta época. Jogou 90 minutos em nove dos 28 jogos que fez. Dois desses nove foram contra o Porto. Marcou o único golo do ano contra o Porto. Golo que, por acaso, foi o único que o V. Setúbal marcou ao Porto em três jogos.

Eu só peço enredos mais elaborados.

E não me peças para mostrar algo quando nada me foi mostrado com o minuto 58.

Fredy disse...

claro..o cardozo para não parecer mal, ia tirar os 2 jogadores para arriscar perder de proposito e assim o clube descer, ir à falencia e acabar! lololol

enfim..santa hipocrisia!

Mr. Shankly disse...

Não quer dizer nada, tal como há 15 dias não queria. Mas há 15 dias cheirou mal, e agora não, o que é comrpeensível. O que não é compreensível é que se deixe arrastar este regulamento que aumenta a suspeição. Estou 100% de acordo com o mk. A proibição de empréstimos aumentava a transparência e diminuía os desequilíbrios entre grandes e pequenos.

zefidalgo disse...

Concordo que se mude os regulamentos, mas o "Fredy" acertou na "mouche".
Mas desse trocadilho o mister "Cardoso" não ia gostar!
O Bruno Gama é sempre mal substituido, sempre! porque é bom jogador, trabalhador e carrega jogo para o outro lado...já o L.Lima, pode ser um belissimo jogador, mas no Vitória nunca o provou (excepto no jogo contra o Porto para a Taça da Liga) e a estatistica não mente...
Deixar o Liedson receber a bola em condições dentro da área, é deprimente, para mais quando todos sabemos da sua capacidade para facturar.