quinta-feira, abril 23, 2009

Caminho para a Champions: antevisão (2)

Escrevi recentemente um post sobre os possíveis adversários do Sporting na Champions do próximo ano, mas a informação que apresentei estava incompleta (como me referiram gentilmente na caixa de comentários). Não dispunha então de dados taxativos sobre a organização do novo modelo competitivo da UEFA, mas agora que os conheço claramente, podemos então avançar com a seguinte projecção. Se os campeonatos terminassem agora, teríamos o seguinte quadro (idêntico caso o segundo classificado seja Sporting, Benfica ou Porto):

Primeiro obstáculo (3ª pré-eliminatória, a disputar em 28/07 e 4/08): Dínamo de Moscovo, Twente, Standard de Liège, Unirea (Roménia) e PAOK Salónica.

Segundo obstáculo (Play-off dos não-campeões, a disputar em 18 e 25/08): qualquer uma das cinco equipas referidas, Glasgow Rangers, Sparta Praga ou Besiktas (se passarem); Valência e Génova.

Por serem cabeças-de-série, SCP, FCP ou SLB evitariam Arsenal, Lyon, Hamburgo e o Shakthar Donetsk. À excepção do Valência, parecem-me todos adversários acessíveis.

katanec

5 comentários:

joaoscp78 disse...

Acho que podiamos fazer uma petição á UEFA para incluir apenas equipas de Espanha, Inglaterra, Itália, França e Alemanha.
Muito mais giro assim.
Evita-se que tenham que haver equipas desses países pobres sem glamour nenhum e que poucas receitas dão.

Agora a sério, que sistema é este de qualificação?
Que futuro futebolistico terão paises como a Bélgica, Suiça, Escócia, etc....

Filipe disse...

A CL provavelmente tem os dias contados. Há movimentações muito sérias para uma liga europeia a partir de 2012. Aí os clubes portugueses poderão alegremente disputar a segunda divisão.

luissm disse...

Não me debrucei a sério sobre este sistema. Vi o que é que espera o Sporting e pouco mais. Mas não me parece que tenhas razão João.

Diria que os campeões desses países têm agora o caminho mais facilitado porque não se cruzam com segundos, terceiros ou quartos das grandes potências. Há vagas resevadas para equipas que sejam campeãs. Além do facto de haver mais equipas campeãs com acesso directo.

Em 2008/09 qualificavam-se directamente para os grupos o vencedor do ano anterior mais 9 campeões nacionais (e, se o campeão europeu fosse também o campeão nacional dum desses 9 países, passavam 10 campeões nacionais para os grupos). Este ano esses números são 12/13.

Para citar um dos países que referes, o campeão escocês o ano passado só teve entrada directa por causa dos feitos do ManUtd, este ano é garantido que entra. E em qualquer caso é o 10º país do ranking.

O ano passado podias ter tido apenas 10 campeões nacionais na fase de grupos. Este ano vais ter 17.

luissm disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diogo Sousa disse...

http://mestresdofutebol.blogspot.com/2009/04/exclusivo-mestres-do-futebol-confirma.html CONFIRMAÇÃ DO EXCLUSIVO!