quarta-feira, março 11, 2009

Porto passa aos quartos da Champions

Só consegui ver os últimos 25 minutos do Porto 0 x 0 Atletico Madrid e tenho a certeza que vi o melhor período do jogo e do Porto (até porque já vi o resumo). Leo Franco tirou um golo a Rodriguez e outro a Raúl Meireles, Lisandro atirou uma ao poste, Hulk colocou outra na trave (de canto) e ainda houve tempo para mais alguns truques maravilhosos e sprints (parados com porrada) do brasileiro da moda no Dragão. Todo o quinteto à frente de Fernando jogou de forma extraordinária nesta fase do jogo. E o Atletico, que tinha que ganhar para se qualificar, criou perigo na sequência de um canto. O Porto coloca-se nos quartos-de-final da Champions League com toda a justiça porque foi superior quer na primeira mão, em Madrid, quer na partida de hoje.

Nas outras partidas, Mourinho despediu-se da prova com uma derrota por 2x0 em Old Trafford, o Barcelona voltou às goleadas (5x2 Lyon) e espero que o Arsenal resolva as coisas em Roma ainda antes dos penalties.

master kodro

16 comentários:

jamsilva disse...

O P. Assunção já mudou de opinião....

Sim Paulo foste um grande profissional enquanto cá moraste mas não se sai da forma que saíste. E não os adeptos do porto não são uns burros mal agradecidos. Se tivesses mais cabecinhas tinhas saído ontem do dragão com uma ovação de agradecimento, como aquela que recebeu o Maniche.
É uma questão de reconhecimento.

Filipe disse...

O Porto vai ter que jogar com uma equipa inglesa? É que metade dos apurados são ingleses, se não puderem jogar uns com os outros, pelo menos a nacionalidade do adversário está definida.

O Mourinho está cada vez mais insuportável.

Littbarski disse...

O Porto fez um jogo inteligente: defendeu bem, atacou pelo seguro e soube esperar pelo surgimento de espaços, na segunda parte, para lançar ataques rápidos, uma das principais armas da equipa. Mesmo na primeira parte, durante o melhor período do Atlético, a melhor oportunidade de golo foi do Porto, através de um excelente remate de Fernando. Na segunda, foi um recital de oportunidades falhadas. Assim de cabeça, uma de Lucho, outra de Rodríguez, outra de Hulk (na barra), outra de Lisandro (no poste). Mais uma excelente jogada de Hulk, na esquerda, com Leo Franco a desviar a bola de um golo certo de Lisandro. Convém não esquecer que este foi o Atlético que vinha de vencer o Barcelona (marcando 4 golos) e de empatar no Santiago Bernabéu, num jogo em que foi superior ao Real Madrid e no qual, para além do golo marcado, dispôs de várias oportunidades de golo. No Dragão, precisando inevitavelmente de marcar para poder seguir em frente, o Atlético praticamente não criou perigo. Lembro-me de uma defesa apertada de Helton, de uma jogada de Aguero, no único lance em que conseguiu levar a melhor sobre Sapunaru, e de um cabeceamento, na sequência de um canto, na segunda parte. Mérito da defesa e do meio-campo do Porto. Toda a equipa esteve bem. Raul Meireles fez um jogo enorme. Faltou um golo para coroar a boa exibição e dar mais justiça ao resultado, mas o mais importante foi conseguido: estar entre os 8 melhores da Europa.

Abel Resino disse que gostava de ter visto o que tinha acontecido se fosse assinalado um penalty sobre Lisandro, perdão, Simão, e o Porto tivesse de subir em campo. Eu também gostava que o golo mal invalidado ao Porto, em Madrid, tivesse contado, para ver se o Atlético vinha cá fazer mais do que "chegar ao intervalo com um bom trabalho defensivo" e "preferir o contra-ataque para abrir mais espaços". Em Madrid, o Porto esteve a perder por duas vezes e soube responder à altura.

Pedro disse...

Nesta fase já não há impedimentos de equipas do mesmo país se defrontarem.

Filipe disse...

Nesse caso gostava de ver um Porto-Barça. É que apesar de tanto paleio o que vimos foi o Porto a eliminar o sétimo classificado do campeonato espanhol. É meritório mas caramba, não é nada do outro mundo.

N. disse...

Aposto num FCP vs Villareal...

LC disse...

"O Porto vai ter que jogar com uma equipa inglesa?"

Não, o ano passado deu Liverpool-Arsenal nesta fase.

Littbarski disse...

Desde que não nos calhe o Metalist ou o Galatasaray, fico descansado. Prefiro o Villarreal. Mas, seja qual for o adversário e o desfecho da próxima eliminatória, estar entre os 8 melhores da Europa já é muito bom.

Jorge disse...

Filipe:

O que vimos foi o Porto a passar com muito merito e algum azar aos quartos de final da UCL, batendo uma equipa que passou aos oitavos de final, ficando em segundo lugar no seu grupo a um ponto do Manchester United sem qualquer derrota.

Justificava mais paleio...

Fredy disse...

coitado do felipe..o ódio e frustração até nas competições europeias se nota! enfim!

venha o bayern para vingar o sporting e a eliminação nos anos 90 em que fomos roubados!

Littbarski disse...

Jorge, o Atlético, na fase de grupos, ficou a 2 pontos do clube que acabou de "aviar" o 2º classificado da liga espanhola, com 5-0 no conjunto das duas mãos, tendo conseguido empatar em Liverpool (1-1) e em Madrid (1-1). De resto, é como dizes, o Atlético foi eliminado sem ter sofrido qualquer derrota.

Filipe disse...

Mas qual ódio e frustração? O Porto cumpriu o esperado. O nosso campeonato não é tão mau que o líder não esteja à altura do sétimo classificado de Espanha. Mas isso não serve para recuperar o prestígio do futebol português. Para isso o ideal seria o
Porto aguentar-se nos quartos contra
uma equipa de topo.

Não nos iludamos, depois dos oitavos do Sporting ninguém leva o nosso campeonato a sério. Neste momento estou na desconfortável posição de torcer pelo Porto, não convém nada que outra equipa
portuguesa leve uma tareia.

tp disse...

Pelo que tenho lido na imprensa estrangeira o Porto é levado muito a sério.Como sempre é !
Não sei se o campeonato português é desvalorizado devido à humilhação do Sporting, esta equipa é que, mais uma vez na opinião de jornais por exemplo ingleses, levará anos a recuperar deste desastre.

Estal ilações a martelo não levam a nada. Poderia também argumentar-se que, quando os àrbitros não são os comprados pelo P da Costa, o Porto aguenta-se no balanço e o Benfica e o Sporting não. O Moutinho, por exemplo, esteve extraordinariamente contido nos 2 jogos. Aqueles gritos lancinantes de dor, o rebolar no chão 7 ou 8 vezes por encontro após, como acontece em todos os jogos, lhe fracturarem 1 ou mais pernas, não aconteceram. O Pedro Silva, uma máquina de distribuir pancada, esteve mais comedido mas ainda levou um amarelo. O Sporting, espantosamente, não teve penalties salvadores. Tudo isto também se tinha passado na magnífica e prestigiosa campanha europeia benfiquista.

Mesmo assim, muitos adeptos dos 2 clubes lisboetas, querem que ninguém se ria quando fazem peito e exclamam " Árbitros estrangeiros já!"

Mr.M disse...

Reformulo uma frase que li aí em cima. Onde se lê, "não nos iludamos, ninguém leva o nosso campeonato a sério", deve-se ler "não nos iludamos, porque excepto o Porto, mais ninguém é levado a sério na europa!"

A azia resolva.se com rennie e não com palavras bonitas. Quando estudei Platão, tambem ele afirmava que se acreditassemos no que escreviamos, provavelmente estariamos corretos. Nunca gostei de Platão. Era um coto nabo. E de certeza que era, já nessa época, adepto do cluba "mais grande"...

O porto eliminou um excelente punhado de jogadores, que pura e simplesmente não têm um treinador à altura ou tampouco um modelo de jogo definido. É no entanto preciso realçar, que quando saiu o altético, os libertadores das trevas e da escuridão, disseram que estavamos condenados. Iriamos ser "a chacota da europa"...atão não somos?!

Jorge disse...

Littbarski

obrigado pelo correccao. Hoje escrevi dois comentarios e enganei-me em ambos.

Jorge disse...

Neste devia estar a pensar no Villareal.