terça-feira, janeiro 20, 2009

O regulamento da Taça da Liga ou a vontade de ver sangue num resto de ketchup

Estou com dias difíceis no trabalho (acabei agora...) por isso não tenho conseguido seguir tudo como queria. Apareceu um tema daqueles engraçados relativamente ao regulamento da Taça da Liga que supostamente faria do Belenenses o apurado para as meias-finais e não o Vitória de Guimarães. Diz a teoria que circula que a expressão utilizada no regulamento, o goal average (ao invés da expressão correcta, goal difference), daria 2 pontos (2/1) ao Belenenses contra 1,5 pontos (3/2) ao Vitória, num desempate devido ao empate pontual entre as equipas. Ora bem:

1.º Como é óbvio, todos - todos, todos nós, todos nós os que estamos a chamar incompetentes a quem fez o regulamento da Liga, todos os desportos, todos os regulamentos que não incluíram a expressão mais longa "diferença entre golos marcados e sofridos" - andamos a usar a expressão errada desde sempre e estamos a chamar, desde sempre, goal average ao que na prática é o goal difference e nem nunca pensámos no que o goal average é, realmente, porque a maior parte de nós nunca o viu aplicado (há uma entrada na net que defende que foi abandonado em 1970...). Resta saber a razão de ter acontecido agora. Mas nem vai valer a pena chegar a tanto.

2.º A Liga já se explicou, mas devem estar todos cagadinhos, porque deu uma explicação de quem está com medo que alguém se queixe. Fala do espírito, fala do que eu escrevi no ponto 1 por outras palavras, mas se não estivessem tão cagadinhos tinham perguntado a alguém que esteja habituado a ler leis que lhes safava o rabinho, sem parecerem tão gelatinosos.

3.º Como na maior parte das vezes nestas conversas de polémicas sobre futebol, as pessoas lêem o que querem ler e não o que está lá escrito. Vamos ler então:

3.1 Relativamente à 3.ª fase da Taça da Liga:

"São apuradas as 3 equipas que, após a realização das 3 jornadas, ocupem o 1.º lugar no grupo e a equipa que ocupe o 2.ºlugar com a melhor pontuação"

Só. Mais nada. É omisso nos casos de empate (para efeitos de apuramento para as meias-finais), pelo que se aplica a lei geral do regulamento das competições (estas passagens fazem parte do regulamento específico da Taça da Liga, em anexo ao geral), que está muito mais acima e fala, porque feita com mais tempo, na diferença entre golos marcados e sofridos, sem margem para dúvidas.

E O GOAL AVERAGE?, grita o gajo do canto.

3.2 O goal average está definido no regulamento como o segundo critério para determinar quem joga em casa nas meias-finais e não para definir quem é apurado para as meias-finais em caso de empate na terceira fase, como é claro na passagem:

"Meias-Finais:
As meias-finais são disputadas a uma mão, em campo neutralizado, entre os 4 Clubes apurados na fase anterior.
É efectuado um sorteio pela Liga PFP para alinhamento das equipas.
Os critérios para determinar quem joga na qualidade de Clube visitado são os seguintes:


1. Melhor lugar e pontuação obtidos na 3.ª Fase;
2. Melhor “goal average”;
3. Maior número de golos marcados na 3.ª Fase
;"

Os critérios para definir quem joga como visitadonas meias-finais, já depois de os semi-finalistas estarem encontrados.

Case closed. Deixem-me trabalhar descansado, por favor. Foi um prazer. Até à próxima.

ps - O gajo que fez o regulamento era tão mau, tão mau, tão mau...

master kodro

13 comentários:

Hugo disse...

Eu sempre chamei goal average à diferença entre golos marcados e sofridos, mas pelos vistos existem tugas que vivem noutro mundo

antonio boronha disse...

master kodro,

com toda a amizade e consideração que tenho por si deixe-me dizer-lhe o seguinte:

recordar-lhe que:

- goal average e goal difference são duas coisas distintas usadas por razões diferentes - premiar as 'defesas' na primeira, e os ataques na 'segunda';

- o que está em causa, para quem gosta desta coisa chamada futebol, é a honestidade (e a burrice) da 'liga'; não são nem o 'belém' nem o 'guimarães'...

- os seus 'olhos', a branco e preto, levam-no a enviesar o que gente incompetente escreveu;
não é verdade o que diz. os regulamentos estão mal feitos mas estabelecem critérios de desempate:
o primeiro os pontos; o segundo, entre todos os segundos, o melhor 'goal average' (sic) na 'carlsberg'; o diferença de golos nas 'sagres' e 'vitalis'...

No hard feelings!
Abração
não são a mesma coisa!...

pedro oliveira disse...

Caro Master Kodro,

A ser assim na mesma prova existiriam dois critérios de desempate diferentes, um que remeteria para uma «lei geral» e outro que, especificamente, define que o desempate é efectuado por quoficiente de golos e não por diferença de golos.
Nota: Não li (nem tenciono ler) os regulamentos, estou a basear-me naquilo que li em «sites» e «blogs» e nos conhecimentos que tenho da língua inglesa.
«Average» significa diferença?
Estamos todos doidos ou quê?

Erste Mal disse...

No artigo 7.º em Regras do Jogo na página 55 do Regulamento surge o seguinte trecho...

"3. Na 2.ª fase e 3.ª fase da Competição caso se venha a verificar um empate de pontuação entre os Clubes, o apuramento
para a fase seguinte é efectuado por aplicação dos seguintes critérios:
1.º Melhor “goal average”;
2.º Maior número de golos marcados;
3.º Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase."

O teu ponto 3.2 perde justificação. Não defendo uns nem ataco outros... apenas que a ambiguidade deste regulamento é gritante.

matrafisco disse...

Parafraseando: "Como na maior parte das vezes nestas conversas de polémicas sobre futebol, as pessoas lêem o que querem ler e não o que está lá escrito."

É óbvio que leste à pressa, mas leste mal. E este post está errado.

O Erste Mal repete parte do meu comentário a este teu post.

Cumprimentos,

katanec disse...

Isto é a machadada final nesta competição patética. Culpa de um regulamento ridículo, um modelo competitivo surreal e um desgoverno que tomou conta da Liga. Não há volta a dar.

Jorge disse...

Independentemente de quem beneficia com a interpretacao correcta das regras, o importante e o que o katanec refere. A incompetencia da liga e gritante, nem os torneios amadores em que participo sao organizados desta forma, pior ainda e o facto da liga nao admitir o erro.

O primeiro ponto apresentado pelo MK e irrelevante. A expressao usada tem outro significado que nao o desejado. Uma media e uma media por muito que queiram que seja uma diferenca. Se nao sabem ingles nao usem termos ingleses.
E um erro grave acentuado por outro ainda mais grave, ja que uma coisa seria invocar o espirito da regra e outra e insistir no erro.

Quanto ao "facto" (errado, pela parte que me toca pelo menos) de todos interpretarem o termo "goal average" como "goal difference" so servira para mostrar o nivel intelectual desses todos... Tenho muita pena se isso for verdade. Nem quero ver como e que documentos escritos em linguas estrangeiras sao interpretados por essas bandas.

cparis disse...

mk,

Quem não leu o regulamento foste tu, porque ao invês do que dizes

"O goal average está definido no regulamento como o segundo critério para determinar quem joga em casa nas meias-finais e não para definir quem é apurado para as meias-finais em caso de empate na terceira fase, como é claro na passagem:"

ERRRADO....
está lá, bem escrito no Artº 7, Ponto 3:
Na 2.ª fase e 3.ª fase da Competição caso se venha a verificar um empate de pontuação entre os Clubes, o apuramento para a fase seguinte é efectuado por aplicação dos seguintes critérios:
1.º Melhor “goal average”;

2.º Maior número de golos marcados;
3.º Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase.


E sim, não tenho pejo nenhum em dizer que quem fez o regulamento era mau, mesmo muito mau.

master kodro disse...

Agora individualmente:

hugo, eu, tu e toda a gente. Mas hoje parece que não, porque o mundo descobriu que sempre disse goal difference.

antónio, depois de assumir o meu erro por não ter lido o regulamento todo, só uma coisa em causa e não é a (in)competência dos senhores da liga, que essa é garantida: é a escolha de se querer fazer valer uma leitura do goal average.

pedro oliveira, foi erro meu, temos mesmo que ler os regulamentos todos. Só que eram duas da manhã e só li uma parte.

erste mal, tens toda a razão.

matrafisco, parabéns escreveste um comentário 24 horas depois do último que lá está, cm tudo o que isso implica.

Sem dúvida, katanec.

Discordo, jorge.

Zé Luís disse...

Era escusada a terminologia inglesa, em desuso desde os anos 60, da mesma forma que era escusado o pretuguês de várias partes do regulamento que fala em "efectivos na ficha de jogo" (não são os 11 titulares, não, são todos os que lá estão e "efectivos" está a mais) e "campo neutralizado" para esconder que os dois melhores primeiros jogam em casa mas os seus sócios pagam tanto como os dos clubes que os visitarem através do sorteio.

É incompetência da Liga, e não só em matéria de língua (idioma), porque isto já tem barbas, só lá tem ido por cunhas e leais, fizeram-se todos os desmandos neste século na Liga que diziam controlada por um sistema vinculado a um clube.

Limpem as mãos à parede, mas não ilibem os burros dos delegados dos clubes que aprovam estas barbaridades nas AG's.

Porque esses burros, muitos deles, são mesmo os responsáveis máximos dos clubes, et pour cause sabe-se como vai o futebol nacional por causa disto e por, de tão burros, elegerem um tipo aproriadamente com aspecto de taberneiro para essa tasca mal frequentada.

Preferem achar qure os incompetentes são só da Liga?

Bom proveito.

Acham que o mundo andou enganado quanto à subtileza da diferença de golos e da média de golos? Pois é, o mundo não é como nos dizem na tv, onde atropelam toda a verdade, todo o conhecimento, montando um cenário de fantasia num circo que lhes interessa alimentar.

Precisamente, no domingo à noite quando queria ver os resumos dos jogos mas temos de esperar uma hora e picos até acabar a conversa da treta de pseudocomentadores, reparei que o pivot, já conhecido pelas mais variadas "argladas", disse mesmo as expressões, seguidas, "goal-average" e "diferença de golos". Como se fossem sinónimos.

Ainda falam do engenheiro da treta e do curso de Inglês Técnico dele?

Dasse.

André Santos Campos disse...

UMA DUVIDANÇA: se goal average quiser mesmo dizer "média de golos por jogo", como invoca o Belensenses, não deveria essa média ser encontrada entre o número total de golos marcados e o número TOTAL de jogos disputados? Nesse caso, o Belenenses teria uma média de 2/3 (0,666...) e o Guimarães uma de 3/3 (1): passaria o Guimarães. Caso contrário, uma equipa que ganhasse um jogo por 8-0 num campeonato e perdesse todos os restantes seria a equipa com o melhor goal average (na interpretação belenense), o que parece absurdo.

Não sei se o problema é jurídico ou afinal apenas matemático...

matrafisco disse...

master kodro,

nem queiras imaginar o que ando a escrever nos posts antigos deste blog! :)
podem ser 24 horas, mas era o TEU último post.

e isto era mais fácil de acompanhar se houvesse RSS para os comentários... :) (raios de geek que eu saí!)

cumprimentos,

Mocho Astuto disse...

já agora ninguém me poderá explicar o que quer dizer "campo neutralizado"? ou será mais uma peculiariedade deste regulamento?