segunda-feira, janeiro 05, 2009

Benfica na Taça UEFA

Há quem veja um lado positivo na eliminação das provas europeias: a equipa foca no essencial, o campeonato. Para o Benfica, no entanto, a continuação na Taça UEFA seria hoje um argumento precioso para aliviar as críticas, que já levam a frases como o que é que queres que eu faça quando Rui Costa enfrenta adeptos. Sem Europa, pelo contrário, a pressão está toda no campeonato, que é, verdadeiramente, a única prova que resta para salvar a face. Será que o plantel aguenta a pressão? Por estes dias, não parece.

kovacevic

5 comentários:

leaoconselheiro disse...

é curioso como as coisas são...

Este Benfica já foi o principal candidato ao título e a equipa mais consistente. Quique já foi uma grande mais valia para o futebol portugues, um senhor, etc etc.

Hoje, porque está 2 ou 3 pontos abaixo do que estava nessa altura, já se lê que o abismo pode estar próximo, que a equipa não tem fio de jogo, que o treinador, afinal, podia bem ir para Espanha que aqui não faz falta.

O mais curioso é que a equipa é a mesma, a ideia de jogo e o treinador também.

Eu, cá para mim, até consigo explicar porque é que isso acontece. Mas é melhor não dizer...

FIL disse...

É o costume leão, o costume, parece-me que por aqueles lados se entra em euforias (devidamente apoiadas pela triste imprensa desportiva que temos) e espalhafatos época após época e o incrivel, é que depois de inúmeros estatelanços no chão (que é bem duro dada a grande altura de onde se despenham) a coisa volta à casa da partida, a ritmo proporcional ao esbanjamento anual em contratações mirabolantes...

Não digo isto por mal (é da minha longa convivência e respeito por adeptos benfiquistas que o digo) mas aparentemente, há um masoquismo que emana do próprio clube e que acaba normalmente numa ressaca pós-bebedeira de "dream teams" (quantas são já?). Não é que o potencial falte, mas este encantamento colectivo parece convencer adeptos, dirigentes, equipa técnica e os próprios jogadores que basta dizer SLB e Eusébio para se ganharem partidas...ora é claro, quando se trata de ser profissional e jogar contra uma equipa adversária com jogadores de carne e osso (e de uma geração que já não papa lérias dessas, nem se lembra), a coisa começa a ficar mais dificil, é como um acordar para a realidade. Afinal tem que se correr e lutar a sério, não bastam as páginas douradas da imprensa a criar super-craques, têm que o demonstrar em campo e aí é que elas mordem...

Digo-vos, em minha opinião falta humildade, profissionalismo e trabalho duro no Benfica, isto há anos...talvez seja tempo de se virarem para dentro em vez de se pavonearem para o exterior com taças de champagne (ou será Cava espanhol?).

De qq modo vão bem a tempo, o campeonato nem vai a meio e o tal Inverno ainda nem acabou, isto desde que não embarquem no muito tradicional 8 ou 80 e começem a trabalhar no presente!!!

Nota: Lembrei-me agora, não digam nada disto ao Benfica, não vá o deslumbramento narcisista desaparecer...

luis disse...

Para quem, como eu, considera que o plantel nao chega para tanta encomenda, acho perfeitamente desnecessario investir energias na UEFA. Digo isto numa perspectiva de quem desde o inicio pensa que o futebol apresentado nao apresenta qualidade suficiente. A minha esperanca, com o adeus da UEFA, era que os "onze" bons jogadores que o SLB tem no plantel se entregassem no campeonato. E isso bastaria para vencer grande parte dos jogos. Depois viria uma maior consistencia e o campeonato, se nao para ganhar, seria, no minimo, uma meta real.

"Para o Benfica, no entanto, a continuação na Taça UEFA seria hoje um argumento precioso para aliviar as críticas"

Do estilo, fazer o que os dois comentarios acima criticam. Alias, vindos de quem vem, so pode concluir-se que o SCP tem sido um clube organizado, ponderado, vencedor e com uma cantera que, sem titulos para mostrar, vos enche de orgulho.

Os leoes nao exageram. Os leoes nao cometem excessos. Os leoes, pasme-se, nao alinham em euforias. Os leoes nao tem capas de jornal com um bebe, nem com um gajo do estilo conquistador. Sao os puros. Sao os leoes.

Se o plantel aguenta a pressao? Duvido. Ou ha reaccao seria (pelo menos que apresentem vontade de vencer) ou o futebol praticado vai dar os pontos que merece. Poucos.

FIL disse...

Pois luis, é que pelo menos no Sporting há projecto, há formação com valor reconhecido internacionalmente (e que cada vez mais aproveita desportivamente ao Sporting) e adequação financeira à realidade, coisa que no Benfica não se vê...E sim, desde que houve projecto apareceram titulos (mais que no Benfica) com cantera para nos orgulhar e com incomparávelmente menos desperdicio/desvio de dinheiro do clube (chama-se maior rentabilidade), tudo isto por muito que te custe...

E não, no Sporting não existe esse exagero todo e deslumbramento que parece caracterizar o Benfica (mais que não fosse, 18 anos chegariam para assentar pés na terra)...

NOTA: E já agora, se o exemplo de formação do Sporting fosse o do Benfica não tinhas um português na Selecção para cantar o hino, seu mal-agradecido.

david disse...

Selecção? o que é isso?