segunda-feira, dezembro 22, 2008

Mais cenas degradantes

Intolerância, pressão e violência. Prevaricadores e clubes devem ser severamente castigados, conforme consta dos regulamentos da Liga. As vergonhas no futebol nacional continuam e têm que acabar.

master kodro

22 comentários:

Pedro disse...

Como deve ter sido dificil....
LOLOLOL

Hugo disse...

Haja paciência para estes adeptos da agremiação da Luz

Mr. Blue disse...

Eu gosto muito do Record e d'ABola, basta o FCP ter um mau resultado e somos destaque garantido na 1ª página.

Quanto ao tema do post, mantenho as minhas reservas, dada a fonte em questão.

A ser verdade, é um caso de polícia. Mas como a comissão disciplinar da Liga gosto muito de nós, venha o castigo.

master kodro disse...

Eu continuo a escrever as mesmas coisas para situações idênticas, quer sejam meus, azuis, vermelhos ou verdes. Resta saber se, quem não o faz, está voluntariamente de má fé ou se é involuntariamente imbecil, pedro.

ilustre.anonimo disse...

MK: "Eu continuo a escrever as mesmas coisas para situações idênticas..."

"Rui Costa, irritado, apontou o dedo ao árbitro já dentro do túnel."

"Segundo informações facultadas pelos repórteres de pista, o director-desportivo encarnado, exaltado, abordou chefe do trio de juízes, no túnel de acesso aos balneários..."

"Todavia, já junto ao veículo, foi agredido pelo assessor de imprensa portista..."

"O árbitro Duarte Gomes terá dado conta, no seu relatório, de toda a confusão ocorrida no final da partida e da qual se destaca uma agressão ao motorista dos árbitros que levou à identificação, por parte da polícia, do assessor de imprensa do FC Porto, Rui Carvalho."

master kodro disse...

ilustre anónimo, já cheguei à conclusão que, no caso do pedro, é imbecilidade, mas que no teu é má fé, o que torna as coisas mais graves, porque, no teu caso, existe uma capacidade de escolha que a condição do primeiro não permite.

O problema da má fé é que deve ser acompanhada de um mínimo de inteligência. As questões têm graus de gravidade distintos. Mas também têm intervenientes distintos. Num caso é um trio de arbitragem, no outro é o motorista do trio de arbitragem. O que a tua inteligência podia comparar, mas escolheu não o fazer, é que eu pedi castigo severo para o clube das ocorrências de ontem e não o fiz na situação de Rui Costa.

Lá está, quando não acompanhada de inteligência, a má fé torna-se apenas num sucedâneo rasca da imbecilidade. Essa, pelo menos, é uma condição natural.

ilustre.anonimo disse...

MK, escreveste isso sozinho ou pediste ajuda???
Não, não entro em ofensas e não faço julgamentos sobre a capacidade intelectual ou sobre o carácter de quem quer que seja, nem mesmo de quem desce abaixo da cave ou de quem é apanhado nas próprias contradições. Outros que o façam. Um Bom Natal.

JNF disse...

ONDE É QUE ESTÁ O RUI COSTA?!

master kodro disse...

Pedi ajuda, ilustre anónimo. É a tua forma de não insultar. E comparar frases e chamar-lhe contradições é a tua forma de não fazer julgamentos. Pois fica sabendo que eu julgo e insulto quem ultrapassa as marcas com hipocrisia e ainda fala de Natal no fim.

Pedro disse...

És grande!!!
:)
LOLOLOLOLOL

master kodro disse...

Obrigado, Pedro. Sempre achei curioso o processo que leva alguém a escrever "lol", em maiúsculas e repetido, em todas as caixas de comentários. Já pensei que fosse gaguez (não encontrava outra forma de explicar a múltipla repetição do "ol"), mas hoje obtive a resposta definitiva, que já expliquei.

Filipe disse...

Eu até acho que o Rui Costa devia ter levado um castigo. O árbitro em questão não achou nada de mais, provavelmente está habituado a pior, mas isso não torna a situação menos reprovável. A Liga, por uma questão de bom senso, devia sempre punir esse tipo de abordagens. Os dirigentes têm que ser impedidos de confrontar os árbitros.

No caso do Porto, embora a alegada agressão não tenha sido ao árbitro foi a alguém que estava associado à equipa de arbitragem. É algo bastante grave. Aqui mais que a Liga ou a FPF quem tem que reagir é o Porto, que se devia demarcar da atitude do tal Rui Carvalho.

master kodro disse...

Completamente de acordo, Filipe.

galvao99 disse...

O FCP sempre se caracterizou por ser um clube que recebe muito bem, excepto quando...não ganha.

José disse...

Boas!

Sempre que se actue à margem das leis deve haver punição! Estamos todos de acordo, creio... Mas não ponho a mão no fogo, pois se assim fosse não assistiamos a mandatos de mais de 25 anos sem que ninguém se insurgisse... Adiante!

A minha questão para ti MK é se ainda acreditas no Pai Natal? Pois da forma como clamas por justiça... :)

Pedro Reis disse...

Tenho pena dos acontecimentos no Dragão e espero que sejam apurados os factos e punidos os culpados.

Acho sinceramente que o FCP tem feito um grande esforço no sentido de erradicar comportamentos inaceitáveis deste tipo (não me lembro desde que o Dragão foi inaugurado e já lá vão 5 anos de nenhuma situação destas que tenha lá ocorrido) e espero que esta situação tenha sido uma excepção.

Só uma nota para os adeptos de um clube que tem feito o caminho inverso e estado envolvido em várias cenas destas ao mais alto nível (presidente e director desportivo incluídos): têm demasiados telhados de vidro para atirar uma pedra que seja!

Pedro disse...

MK é mesmo muita gargalhada...nem mais nem menos.
LOLOL

master kodro disse...

Aparentemente, estamos quase todos de acordo. Quando deixarmos de clamar por justiça, passamos a ser coniventes, josé.

francis disse...

É triste isto continuar a acontecer.
Há hábitos dificeis de superar.
Chegou a altura de apertar a pressão.

jose disse...

Pois eu acho que só se perderam as que caíram ao chão.
Então um marmanjo sem ocupação é pago pela Liga para conduzir de popó o quarteto de árbitros e não só ganha uns euros com isso como vê o jogo, de graça, e ainda vai para uma zona interdita a parolos gozar com o clube que o recebeu e insultar um assalariado da equipa da casa?
Se fosse comigo tinha internamento hospitalar garantido por 15 dias e ainda faria todos os possíveis por correr com esse mau "profissional" e reles pessoa do quadro de assalariados da Liga.

condor disse...

Tem piada!Que mania que nós temos!
Clamamos por justiça quando os outros pisam o risco!Quando são os nossos é coitadinho afinal ele não fez nada que outros já não tenham feito antes,blá blá!Enfim,colhão de fazer?

Zé Luís disse...

"Prevaricadores e clubes devem ser severamente castigados, conforme consta dos regulamentos da Liga".

Um energúmeno, mero assalariado como assessor de Imprensa num clube, dá um estalo num taxista - basicamente faz de "chauffer", não é funcionário nem do CA nem da Liga, provavelmente é motorista da empresa concessionária dos carros que transportam os trios de arbitragem, até pode levar multas por excesso de velocidade, processos-crime por atropelamento ou outras variáveis normais na estrada, que não irão pedir contas à Liga nem ao CA.

Então, MK, o que contemplam os regulamentos para ocorrências deste género?

Interdição de estádio?
Penalização de pontos?
Descida de divisão?
Significa coacção sobre árbitros?

Tudo aquilo que se possa imaginar numa situação, digamos, de um cachaço a um árbitro durante um jogo, que era suposto aplicar, até pela recente condenação de um clube por alegada, repito alegada, coacção por telefone.

Que raio de sanção será aplicável?

É que nâo estou a ver!

Ou serás o novo Ricardo Costa a inventar mais uns regulamentos para, à primeira ocasião, se em risco estiver certo clube, não se aplicarem como deve ser, mediante uma leitura enviesada, convenientemente intelectualizada, como foi feito após o Benfica-Porto de que praticamente nunca mais se falou?

Por acontecimentos recentes, não estou a ver, mas isso sou eu que desconheço e decerto nem tenho moral.

MK, sinceramente, tinha-te em maior consideração sem te conhecer de lado algum, mas deves querer ser mais papista que o Papa.

Já agora, não te faz espécie, não te soa uma campaínha pequenina de estupefacção que um jornal - tão atreito a desmentir as suas próprias histórias e a ilibar os personagens envolvidos e sabes que estou a referir-me ao RUI COSTA ILIBADO no Boavista-Benfica - saiba, logo após o jogo, o relatório do árbitro, as incidências ali relatadas?

Não é que isso retire verdade ou amenize a má conduta verificada no Dragão, que não a desculpo se existiu. Nem se trata de matar o mensageiro. Mas o pregão de quem apregoa diz do próprio pregador, segundo um ditado, mais ou menos assim, que li algures por aí.


Simplesmente fazes-me lembrar o brihantina que apregoa a verdade desportiva e uma cáfila assina por baixo, quando ele só assassina a verdade desportiva quando refere, no caso mais recente do Peskovic a jogar alegadamente a bola com a mão fora da área sem que tal se veja nem na tv, que "terá jogado" a bola com a mão, deveria, se assim for, levar amarelo e ter um livre para o Sporting.

Presunção e água benta...