terça-feira, dezembro 09, 2008

Cantinho do Vitória - líder ao mar

1. Foi o regresso das vitórias, mas mais importante do que isso, foi o regresso do bom futebol do Vitória. Durou pouco, é certo - quinze minutos na primeira parte e outro tanto na segunda -, mas é sempre bom perceber que não se perdeu tudo nesta transição do terceiro lugar da época passada para o futebol praticado durante a presente temporada, com pontos - extremamente - baixos nas partidas contra Porto e Sporting. Foi um jogo equilibrado, com poucas mas excelentes oportunidades de golo para os dois lados, em que a diferença esteve na atitude demonstrada no fim do jogo (e nos falhanços do omnipresente Wesley). O Vitória mostrou que quis ganhar e conseguiu fazê-lo, num período em que o Leixões apenas se dedicou a fazer faltas.

2. O destaque da partida vai para Moreno. Para além de ter estado muito bem a defender, foram dele grande parte dos passes que definiram o início do ataque dos vitorianos, um papel que devia ser de Flávio, Wénio e Assis (o melhor jogo deste ano, o que não é difícil, mas muito longe do que seria desejável e do que já fez em Guimarães). Ao contrário do vimaranes, acho que Alves fica muito bem no banco, mas isso são percepções distintas que temos do que se tem passado este ano. Nota ainda para uma defesa espectacular de Nilson e para um jogo nervoso mas aceitável de Lionn (o fantasma de Andrezinho pairou por ali por instantes, mas não fez mossa).

3. Um palavra final para o adversário de hoje, que deixou a liderança. O Leixões pode queixar-se de alguma falta de sorte, quer nesta partida, quer na da jornada anterior, frente à Naval, em que também perdeu pontos nos últimos minutos. José Mota está a fazer um excelente trabalho, tendo conseguido montar uma equipa extremamente competitiva com jogadores trabalhadores e velozes, à imagem do que já fizera, com sucesso inesperado, no Paços de Ferreira.

master kodro

10 comentários:

Leão de Alvalade disse...

MK:(provocação)
A recente "associação" com o slb parece só render dividendos a um dos lados e não é ao Guimarães.

master kodro disse...

Sem dúvida, leão. Embora seja apenas um pormenor no meio de toda a infindável quantidade de merda industrial que foi feita este ano pela direcção e pela equipa técnica.

Conseguiram transformar uma oportunidade única na vida do clube nesta triste realidade de estar a 10 pontos do Leixões, depois de lhes ganhar.

E depois não sabem lidar com as críticas. Querem viver dos louros passados, trazendo-os à baila a todo o momento, mas não querem falar da merda que fizeram. É pena, porque assim não evoluem.

Mas, como te dizia, essa associação é apenas um pormenor que nos vai fazer perder jovens talentos a troco de nada. Mas só muda o destino, porque já era assim. E se não fosse assim os jovens talentos esbarrariam na aversão de Cajuda aos jovens formados em Guimarães.

Estamos na linha da frente na questão de foder tudo o que se faz de bom na formação.

Pedro disse...

"mas não querem falar da merda que fizeram"

Podes explicar de q forma a "associação ao SLB" está relacionada com a critica q fazes?

master kodro disse...

Tens que aprender a ler, pedro. Já te disse que, nesse departamento, a responsabilidade não é minha. Fala com o Ministério da Educação. Se conseguires, claro, porque parece que não é fácil.

Vimaranes disse...

João Alves tem sido, e a crítica assim o confirma, dos menos maus de um "miolo" sem ideias e sem criatividade. Longe de grandes exibições, tem sido em todos os jogos desta temporada dos poucos que tem tentado empurrar a equipa e dar-lhe alguma propensão ofensiva. Por isso, me espantou a sua saída do "onze" ainda para mais para dar o seu lugar a Wénio. Um jogador voluntarioso, é certo, mas sem classe, apenas e só de preocupações defensivas e que não sabe mais do que destruir. A ter de sacrificar alguém para dar lugar ao brasileiro então não teria dúvidas a colocar Flávio no banco - está muito, mas muito longe do jogador da época passada. Entregar o meio-campo a dois jogadores sem visão de jogo e cujo o raio de acção é tão limitado, não serve quanto a mim os intentos do Vitória.
Por isso, não entendi a opção de colocar João Alves no banco, mas é tão somente a minha opinião. Já percebi que diferente da tua :), mas acima de tudo diferente da de Cajuda e se continuar a dar bom resultado... assim seja...

leaoconselheiro disse...

Concordo com o Vimaranes, o João Alves no plantel do Vitória é um craque.
Já agora, MK, qual é a tua opinião sobre aquele Flavio Meireles?

Uma coisa que eu nunca entendi é como é que o Leixões conseguiu formar o plantel que tem e o Vitória, com hipóteses de Champions, ficou a ver tanto jogador passar-lhe ao lado. Vá lá que agora não têm jogado com os 2 postes (coisas de lesões), mas aquela defesa-kamikaze é capaz de perder um jogo contra qualquer equipa deste campeonato.

master kodro disse...

Eu cheguei à conclusão (e gostava do Alves em Braga...) que prefiro os passes seguros do Meireles e as corridas do Wénio aos passes e remates disparatdos do Alves de todo o lado, vimaranes. Já discordamos nisto há meses...

A minha opinião sobre o Flávio Meireles mudou com o passar do tempo, leão. Uma vez fizeram-me uma "entrevista" blogosférica, como adepto do Vitória, em que defendi que quem tirava da equipa era o Flávio por ter testosterona a mais para futebol a menos. Já não penso assim, bem pelo contrário. E o desacerto constante do João Alves no passe foi uma das razões para eu mudar de opinião. O Flávio é o trinco e faz o que é preciso. É importantíssimo. E é bem menos caceteiro do que a fama que lhe atribuem e muito menos do que muitos que para aí andam a fazer capas de jornais. Para além de ser o último a baixar os braços porque sente mesmo a camisola que usa. E não é só porque fica bem na TV.

Pedro disse...

Ok..logo vi q era uma pergunta demasiado dificil para ti.

master kodro disse...

Pedro, o texto que suscitou a tua dúvida inclui a resposta. O texto, que é uma resposta a uma "provocação", minimiza a importância da "associação" e tu, como sempre, não percebes um caralho e ainda vens com merdas destas? Ler e escrever não é só juntar palavras, rapaz.

Red Glock disse...

Pedro, kaga nos vitós!
Manda-os xupar!