quinta-feira, novembro 13, 2008

Tottenham, uma leitura, por favor

Põe-te na pele de editor do 442 e faz uma leitura dos seguintes resultados, conseguidos pelo Tottenham, esta época, equipa que contratou, entre outros, Modric, Pavlyuchenko e Giovanni dos Santos.

Com Juande Ramos
Derrota fora 1x2 Middlesbrough (premier)
Derrota casa 1x2 Sunderland (premier)
Empate fora 1x1 Chelsea (premier)
Derrota casa 1x2 Villa (premier)
Vitória casa 2x1 Wisla (uefa)
Empate casa 0x0 Wigan (premier)
Derrota fora 0x2 Portsmouth (premier)
Empate fora 1x1 Wisla (uefa)
Derrota casa 0x1 Hull (premier)
Derrota fora 1x2 Stoke (premier)
Derrota fora 0x2 Udinese (premier)

Com Redknapp
Vitória casa 2x0 Bolton (premier)
Empate fora 4x4 Arsenal (premier)
Vitória casa 2x1 Liverpool (premier)
Vitória casa 4x0 Zagreb (uefa)
Vitória fora 2x1 Man City (premier)
Vitória casa 4x2 Liverpool (league cup)

Obrigado.

ps - Desculpem-me qualquer eventual erro, mas eu estou a recompor-me, ainda.

master kodro

15 comentários:

JNF disse...

É engraçado verificar que, para além dos melhores resultados que Redknapp conseguiu em relação a Ramos, estes foram contra equipas bem mais difíceis (Man. City, Liverpool (2x) e Arsenal)

leaoconselheiro disse...

A minha explicação é simples. Psicologia pura.

Juande Ramos teve vários problemas na formação do grupo no inicio de época (nomeadamente a questão Berbatov). A equipa começou a perder e entrou numa crise claramente psicológica já que não é preciso ser-se um génio para se perceber que, mesmo que fosse muito mal trabalhada como equipa, nada justifica tantos maus resultados para uma equipa com tão bons jogadores. Há que realçar 2 aspectos. O primeirom é o proprio trauma do clube que há decadas que vem falhando, o segundo são eventuais problemas de comunicação no interior do grupo, tantas eram as origens de jogadores e treinadores.

Redknapp não é um grande treinador tacticamente mas é - sei que vais gostas - um treinador "à Scolari". Ou seja forte no campo psicológico e os efeitos que se vêm são literalmente o motivo pelo qual se chama "chicotada psicológica" à mudança de treinador, já que é impossivel (e no caso de Redknapp absurdo) pensar que é pelo treino e táctica que Redknapp mudou tanto em tão pouco tempo.

O efeito psicológico é notório na forma como alguns resultados foram arrancados na era Redknapp, com reviravoltas de ultima hora.

leaoconselheiro disse...

Para finalizar, refiro que concordo com muitas coisas do texto no link que deixaste mas penso que falha por ignorar precisamente a parte psicologica. O que resulta é a tentiva de encontrar uma explicação para o inexplicável.

Repórter H disse...

Fizeram a cama ao espanhol.
Tão simples quanto isso.

leaoconselheiro disse...

Já agora Mk,
Sobre uma discussão antiga...

Não sei se reparaste mas o Postiga continua sem estar num bom momento para o Queiros...

Para mim, optimo, quanto menos jogadores do Sporting forem ao brasil a meio da semana melhor, mas acho que é flagrante que Postiga não entra na tal nova politica do "quem estiver melhor".

Filipe disse...

Devias ter metido um aviso antes do link. O meu cérebro explodiu e ainda estou a apanhar os bocados...

luissm disse...

Não te preocupes Filipe, isso é normal em quem visita o entredez :)!

pitons na boca disse...

MK,

pergunta que se levanta acho que é: mas tu és leitor assíduo daquilo ou foste levado para lá por alguém que te disse "quer ler uma piada engraçada"?

Eu, pelo menos, agora fiquei curioso de saber, para ter a certeza de onde ando. :D


Parece-me claro que o Juande Ramos poderia leva-los a evoluir como o outro não consegue. E pelo caminho que levavam iam evoluir muitíssimo (ok, pelo menos durante um ano) na Championship, lutando contra os Brunley's e Bristol's da vida...

Francis disse...

o reporter h disse tudo, limpinho.

master kodro disse...

Pitons, o Barnilei é umá grandji ikipa. Gánhou do Stokiporti uma vêish nús peunáutchiss.

Ao ritmo de pontos de Juande Ramos desta época, o Tottenham ainda jogava no Championship no decorrer desta época desportiva...

Nuno disse...

O que é impressionante, nisto tudo, é a importância que o Entredez tem na vida de muita gente. Brilhante!

Agora, para explicar aos menos inteligentes, não digo que a equipa está a ter piores resultados, pois não? Não digo que o Redknapp não tem conseguido mais da equipa do que Juande Ramos, pois não? Então, se não digo isto, qual é o escândalo? É por eu afirmar que, com o espanhol, a equipa poderia vir a ser, verdadeiramente, uma equipa e com o outro nunca o virá a ser? É que isto é a única coisa que eu digo. E isto, para quem tem dois dedos de testa, é verdade. Para quem não tem ou para quem se aleija a si próprio a ler uma frase, talvez seja escandaloso. Mas para esses existe uma coisa tão valiosa quanto a opinião que é... como é que se chama aquilo?... ah, é isso... ficar caladinho!

master kodro disse...

Mas eu não podia concordar mais contigo, nuno. Tenho a certeza que, com Redknapp, o Tottenham não passa do meio da tabela e com Ramos cresceria bastante ao ponto de lutar pela subida à Premier no ano que vem.

Os menos inteligentes agradecem as tuas opiniões sempre iluminadas, nuno.

Nuno disse...

Master, ainda um dia hás-de conseguir ter opiniões interessantes e com sentido. Eu acredito nisso. Mas até lá, come lá o teu Cerelac, vá...

Zé Luís disse...

Para quem perdeu Keane e Berbatov... realmente só com tratamento-choque.

A cultura britânica sobrepõe-se nestes casos e nada melhor do que kick and rush, até pela dupla Bent&Bent da frente que não tem nada a ver com a categoria da que deixou o clube.

Ainda não os vi jogar, mas sempre me causou espécie terem contratado o Çorluka em vez do Pranjic e arrebatado por só 10 milhões de euros o Pavlyuchenko.

master kodro disse...

Elevado, como sempre, nuno.