terça-feira, novembro 11, 2008

Geração Arsenal

Hoyte (18 anos), Alex Song (21), Djorou (21), Gibbs (19), Wilshere (16), Ramsey (17), Randall (19), Merida (18), Vela (19), Simpson (19), com o avôzinho Fabianski na baliza (23 anos). Foi este o onze apresentado por Wenger na partida da Taça da Liga Inglesa contra o Wigan, que jogou com grande parte dos titulares, incluindo o actual segundo melhor marcador da Premier League, Amr Zaki. Resta dizer que, todos juntos, os jogadores do Arsenal fizeram 20 jogos na Premier (14 como suplentes utilizados) este ano, 10 deles por Song... Cinco deles não fizeram nenhum.

É uma versão com (ainda mais) borbulhas do "demónio do movimento" que aterrorizou o Porto aqui há algumas semanas. Gibbs, Wilshere e Vela deixaram-me de boca aberta. Simpson bisou. Kirkland, o guarda-redes do Wigan, foi o melhor em campo, evitando males maiores.

Eu que tenho balanceado entre o apoio ao Man United e ao Chelsea desde que a Premier se encheu de portugueses, decidi-me finalmente: enquanto Wenger lá estiver, ganhe ou perca, por todos os magníficos espectáculos de futebol ofensivo que proporciona, pela escolha na aposta em jovens, sou do Arsenal. E até há o toque português de Rui Fonte, 18 anos, avançado, ex-Sporting, que estava no banco e faz parte do plantel de reservas dos gunners (para além de Bischoff, obrigado mário rui).

Falta um quarto de hora para acabar o jogo e está três zero (estava 2x0 quando comecei, entretanto Vela marcou um golo espantoso). E eu sou do Arsenal.

master kodro

9 comentários:

Mário Rui Ventura disse...

São dois os portugueses... o Rui Fonte e o Amaury Bischoff.

Carlos Saraiva disse...

Claro que não será só mérito dele, mas Wenger tem um olho para descobrir novos talentos que impreciona.

http://chutodeletra.blogspot.com/

master kodro disse...

É verdade, mário rui. Passou-me. Obrigado. Ex-francês...

leaoconselheiro disse...

Não posso dizer que seja o "meu clube" em Inglaterra, mas partilho da admiração pelo trabalho de Wenger. Pode não ser o que mais ganha, mas é seguramente aquele que faz mais com menos.

galvao99 disse...

Isto na sequencia de outros grandes jogos, com os séniores, como o da champions 2007/08 em que foram eliminado pelo Liverpool. É o futebol platónico mais belo do planeta futebol. Tambem vi parte do jogo de hoje, e fui "acordado" pelo golo do Vela, com o trisavô Adebayour a aplaudir na bancada.

Em mano a mano, talvez só o Barcelona para jogar cara a cara com um Arsenal em dia sim.

Zé Luís disse...

Estarem portugueses ou não para mim é secundário. Não deixo de gostar do Liverpool por ter ou deixar de ter portugueses. É o meu clube desde pequenino.

Sobre a actualidade e a factualidade, sem ter visto este jogo, há muito que sou fervoroso seguidor do Arsenal, a equipa que mais prazer me dá a ver jogar. Já do tempo de Mourinho, de antes de Mourinho e do pós-Mourinho no Chelsea.

Não tem ingleses, amiúde, na Premiership, mas o Arsenal é um recital de jogo de cada um dos seus jogadores, o que devia corar de vergonha, adeptos e jornalistas, quem vê tangas como João Moutinho e trauliteiros como Liedson, enquanto escorraçaram Quaresma e banalizam Bruno Alves.

Resta Aimar e Reyes como intérpretes de uma fina qualidade de toque e muita bola jogável ou a fúria explosiva de Hulk que poderá ser um caso invulgar de jogador como Portugal nunca viu nestes campos.

Ricky_cord disse...

Tem um grande futuro à frente esta equipa.

Jorge disse...

Tenho uma admiracao enorme pelo Wenger.
Nao so e um treinador de futebol completo e excepcional.
As equipas dele da Carling Cup sao incriveis. A final contra o Chelsea ha uns anos foi brilhante, parecia uma equipa de juniores a jogar contra "homens de barba rija" e so lhes faltou um bocado de sorte.
Por outro lado o Wenger sempre preconizou o equilibrio financeiro dos clubes e pratica o que diz, e enquanto os outros grandes clubes de Inglaterra, em geral, compram jogadores ja feitos a precos exorbitantes e vendem-los barato, o Wenger descobre miudos talentosos para construir grandes equipas de futebol.

Froes disse...

acho(acho) que o rui fonte ainda é do sporting, está emprestado até ao fim desta época e o arsenal tem direito de compra mediante um valor qualquer