sábado, novembro 15, 2008

erros e consentimentos

Barcelona 3 x 1 Sporting
"Quando tentámos dar mais largura nos últimos minutos e explorar as debilidades do Puyol, consentimos o terceiro golo, bem como algumas facilidades, graças a perdas de bola em zonas que não devíamos ter feito e sem cobertura ao portador da bola" - Paulo Bento

Benfica 2 x 0 Sporting
"O segundo golo do Benfica resultou de um lance de bola parada. E estávamos a controlar o lance que originou essa situação. Quanto ao primeiro golo, resultou de um lançamento lateral para o qual concedemos muito espaço. Portanto, a partida foi marcada por dois erros que resultaram em dois golos dos adversários" - idem

Sporting 1 x 2 FC Porto
"Não se pode oferecer nada a um adversário e nós permitimos que o FC Porto voltasse à vantagem depois de termos empatado" - idem

Sporting 1 x 1 FC Porto (taça)
"Se tiver de eleger um momento escolho o lance que deu origem ao segundo golo do F.C. Porto e que era uma falta a nosso favor" - idem

Sporting 0 x 1 Leixões
"Concedemos duas situações que não podemos conceder. Primeiro num remate de meia distância, e depois no golo, no qual perdemos a bola ainda no nosso sector defensivo" - idem

Na visão de Paulo Bento, os resultados negativos explicam-se essencialmente com erros e consentimentos indevidos.

Esta noite, no entanto, parece-me que o principal problema do Sporting residiu na falta de intensidade no ataque após os primeiros 35 minutos.

kovacevic

10 comentários:

JLC disse...

Tornaste-te chato, desde que o vuk deixou de jogar.

Mas tipo... chato...

Já adivinho o post sobre o proximo jogo. Vai ter uma frase sobre jogo, e depois uma biblia sobre o que o treinador disse ou deixou de dizer.

Chato.

leaoconselheiro disse...

E depois o teimoso é o Paulo Bento...

Parece-me que começamos a preocupar-nos com o "bom futebol" cedo demais. Primeiro é preciso saber ganhar e para isso é preciso manter a concentração em todas as fases do jogo.
Infelizmente, parece-me, o efeito Rui Patricio apareceu numa altura da época em que começava a acreditar que não pagariamos a sua inexperiencia. Nesta critica o principal visado é Paulo Bento, mas não por causa de Stojkovic.

É, de longe, o pior resultado da época que, infelizmente, deverá ter também um peso muito importante.

José Leal disse...

O Paulo Bento treina o Sporting há 3 épocas, e vejo pessoal a dizer que se preocupa com o bom futebol cedo de mais?

Então mas qual é o objectivo do Sporting? Não é ser campeão? É que já deu para perceber que com o Paulo Bento não vai dar.

cparis disse...

Achas mesmo que perdeste este jogo por causa do Paulo Bento?

Quantas vezes os "avançados" do SCP apareceram isolados em posição de marcar golo? E depois sofres um golo mais do que consentido... Paulo Bento, parece-me, fez mais do que o suficiente para ganhar o jogo. Já Patrício e Romagnoli....

leaoconselheiro disse...

Mesmo correndo o risco de esbarrar no teu "cabeçudismo" vou tentar explicar-te como a tua insistencia nessa cassete dos erros é errada e, sobretudo, limitada. É a última vez que o tento (a partir daqui, desisto)...

---

Pensa em quantas vezes já viste jogos que se desenrolam no seguinte filme:

Uma equipa domina, tem "intensidade no ataque", cria oportunidades mas não marca. Surge um lance de perigo do adversário (nem precisa de ser golo). A partir daí segue-se um período em que a equipa que atacava já não o faz com a mesma qualidade e passa a sentir-se a ameaça da outra equipa.

Independentemente do desfecho do jogo, quem vê futebol, identifica facilmente muitos exemplos destes. Porquê que isto sucede?

A resposta é que não se pode dissociar a capacidade ofensiva da segurança defensiva (onde é essencial não errar). Uma equipa que está susceptivel ao erro só muito dificilmente será forte ofensivamente porque a confiança é fundamental para que se atacar bem (por isso é que as equipas começam a jogar melhor ao fim de 2 ou 3 vitórias) e o erro gera, como é natural, insegurança.

Enquanto não perceberes o caracter global do futebol...

O Anti Lampião disse...

operação da psp anti máfia
http://oantilampiao.blogspot.com/2008/11/operao-nacional-contra-mfia-encarnada.html

kovacevic disse...

leaoconselheiro:

Diferenças de opinião há em todo o lado e quem escreve num blogue tem de estar preparado para as aceitar.


Insultos só aceita quem quer.

Tu insistes em deixar insultos em todos os comentários que aqui fazes.

Tenho tentado fugir a esse registo, mas, está visto, estou muito longe de ter perfil para ser canonizado.

Portanto, aqui fica a minha última resposta para ti:



vai à merda

leaoconselheiro disse...

...

João disse...

Concordo em absoluto com o post do kovacevic e com a resposta ao leaoconselheiro. Há pessoas que se julgam intelectualmente superiores mas não passam de umas ordinárias!

leaoconselheiro disse...

Alguns pontos sobre isto:

- Há uma diferença entre opinião e bitaite.

- Há uma diferença entre ordinarice e insulto e franquesa.

- Comento e comentarei sempre com franquesa (se achar que uma opinião não passa de um bitaite regado de ignorância, digo-o e isso não é insulto e muito menos ordinarice.)

- Nunca faltei ao respeito a ninguém, nunca insultei ninguém, nunca fui ordinário com ninguém. Não o serei.

- Quem quer andar por aqui tem de ter estofo para ler o que os outros pensam. Se não têm, se ficam incomodados com isso e levam as coisas para o campo pessoal, para o insulto e ordinarice, isso não é problema meu e, podem crer, em nada me afecta.

- Lamento ser um incomodo, não é minha intenção, mas não vou mudar a minha conduta enquanto com ela dormir bem.