quarta-feira, outubro 22, 2008

Sporting ganha

1. E eis que uma dose de paulobentismo exacerbado dá um bom resultado. Um excelente resultado. Não concordo com esta atitude, mas face ao resultado (poucas oportunidades do adversário e uma vitória forasteira) o que é que se pode apontar de determinante? A boa notícia é que o Sporting está bem lançado para passar aos oitavos. A má é que podemos vir a assistir a esta mesma atitude a jogar em casa contra o Donetsk.

2. Liedson volta em estilo. Dois jogos a titular, dois golos decisivos em vitórias pela margem mínima. E o passe de Derlei? Um espectáculo.

3. Simão e Hugo Almeida marcaram golos que valeram pontos para os seus clubes, nesta jornada europeia.

master kodro

9 comentários:

Zé Luís disse...

MK, e está aprovado com água de bento que tirar Romagnoli por Pereirinha (mais Izmailov por Grimi) resulta em vitórias.

Já vi este filme nalgum lado, portanto não é acidental...

Ricardo disse...

1. Excelente resultado. Má exibição - mas isso importa zero para o objectivo maior. O Sporting está perto de alcançar algo único no historial do clube. Haja vontade e coragem em Alvalade.

2. Grande passe de Derlei, excelente Liedson a resolver.

3. Simão atirou ao poste antes, depois marcou - adora marcar ao Liverpool, este rapaz. Espero que finalmente consiga voltar à grande forma que mostrou no Benfica. Já vai com dois golos seguidos...

Almeida ajudou o Bremen mas, peço desculpa, não o considero um jogador de futebol.

Bulhão Pato disse...

O Sporting ganhou com o realismo tantas vezes elogiado no FC Porto... Recordo por exemplo o jogo do ano passado dos "dragões" na Turquia – a mesma frieza, o mesmo calculismo, o mesmo acerto defensivo.
Não foi bonito, mas deixou-nos mais perto dos oitavos-de-final.

Férenc Meszaros disse...

Não me queixo do resultados, mas estou a ver o Scolari a recomendar o Paulo Bento ao Chelsea, daqui a dois anos...

master kodro disse...

Ferenc, tens que alterar os teus marcadores de golo porque os meteste todos e é só um marcador de golos por jogo... Eu tenho assumido sempre o primeiro mas não tens tido sorte nessa questão...

Zé Luís disse...

bulhão pato, não tive pejo em afirmar que o FC Porto não merecia ganhar ao Besiktas e teve toda a sorte do mundo em Istambul. Mais: o Quaresma até marcou porque... rematou mal e ele próprio o admitiu. É claro que serve, mas muitas vezes não nos podemos queixar de alguma falta de sorte. É só uma constatação.

A mim o que me faz espécie é esta coisa de o Pereirinha, amiúde, ajudar a resolver.

Zé Luís disse...

Já o famigerado acerto defensivo é uma tanga. Tal e qual o fair-play.

Lembro-me de cronistas de antigamente que davam nota 3 a toda a defesa de uma equipa: bastava não sofrer golos. Porquê? Não interessava. Era o acerto defensivo.

João disse...

Gosto da forma como muita gente se refere ao Paulo Bento, quase como se fosse o inventor do futebol cínico e frio. Como se o futebol apresentado pelo Sporting de Paulo Bento não tivesse paralelo no futebol das equipas de Mourinho (o Inter, tirando os 4-0 à Roma, que até podia também ter marcado 4 ou 5 golos, tem ganho quase sempre por 1-0 e 2-1). E o futebol das equipas de Scolari? E de Capello? E de Lippi? E de Rehhagel? E de Benítez? Tudo treinadores perdedores, como se sabe. E que futebol jogava o Porto (desde os tempos de Pedroto) até à chegada de Bobby Robson? Um modelo de espectacularidade, se bem me lembro.

master kodro disse...

João, tens razão em algumas das comparações que fazes, mas isso não implica que não seja um facto que Paulo Bento use e abuse de uma atitude conservadora. Por os outros também o serem, ele não deixa de o ser.

E relativamente a Mourinho, com o Lecce, por exemplo, acabou com 5 avançados em campo, contra um "autocarro" estacionado à porta. Se há alguém que joga ao ataque em Itália (e repara na nacionalidade dos nomes que escreveste para exemplificar) é Mourinho.