terça-feira, outubro 28, 2008

Brilhante Braga! parte 2

Depois de dar 3 ao actual sétimo da Premier League, há alguma razão para o Braga não dar 5 ao que era terceiro da Liga portuguesa? Jesus achou que não e montou a receita do costume: dois laterais ofensivos; Vandinho (o Vandinho, que é mais criativo e activo ofensivamente do que muitos gajos que fazem de 10 que por aí andam...) como trinco; depois dois perigos à solta (o pé direito de Luís Aguiar e o pé esquerdo de Luís Aguiar); Alan (que saudades...) e Matheus nas alas; Meyong e o gajo que, num jogo, falha golos feitos em quantidade idêntica às oportunidades de golo criadas por Sporting, Porto e Benfica juntos. O Braga só não joga com 12, porque o trabalho extra de um dos gémeos Aguiar é equivalente ao que Renteria desperdiça de baliza (quase) aberta.

Neste momento, o Braga é a equipa que joga futebol em Portugal. Não, não falta ali nenhuma palavra. Neste momento, o Braga é a equipa que joga futebol em Portugal. Obrigado, Jesus.

master kodro

28 comentários:

Nuno disse...

"o Vandinho, que é mais criativo e activo ofensivamente do que muitos gajos que fazem de 10 que por aí andam"

Master, explica-me isto. Quem são os tais que fazem de 10 que por aí andam e que são menos criativos que o Vandinho? É que juntar Vandinho e criatividade na mesma frase já é bizarro. Queria era ver se a bizarria podia ir mais longe...

Carlos Saraiva disse...

Vai uma aposta em como vão à Champions?
Eu acho que sim e que agora que a equipa está a entrar nos eixos, dificilmente os vão parar.

http://chutodeletra.blogspot.com/

katanec disse...

E o curioso é que anda por ali muito suposto "refugo" dos grandes... Alan e Luis Aguiar não tinham lugar no Porto? Ou até mesmo Meyong (como alternativa)?

Fredy disse...

alan nao tinha claramente..teve mais de 1000 oportunidades e FALHOU SEMPRE!

já o Aguiar pelo que vi a pre-epoca passada parecia ter jeitinho..faltava so quem lhe por a mao como puseram na academica.

mas claro..se calhar a comissao de ficar com ele nao era tao grande como a que foi ganha com o guarin ou o tomas costa..

Pedro Santos disse...

Não concordo com grande parte das críticas ao Rentería. Vi o jogo de ontem e penso que é um jogador acima da média, com uma técnica muito boa e que abre muitos espaços para os companheiros.

Peyroteo disse...

Pois, o Renteria falhou os seus golos mas tem pormenores muito acima da média nos dois últimos golos. Acho que foram acções importantes e que não devem ser esquecidas nem desvalorizadas.

master kodro disse...

É óbvio que o Renteria tem coisas boas. Mas não pode falhar os golos que falhou ontem nem os que falhou com o meu Vitória (ainda bem nesse caso). De outra forma está toda a gente a trabalhar bem para nada (ou quase nada).

Tu não conheces o Vandinho, nuno. Como não joga nos grandes e passou pelo Rio Ave e pelo Braga, não viste jogos suficientes dele para discutires comigo sobre o assunto.

RA disse...

lol
mais uma posta ao sabor da maré...

Zé Luís disse...

MK, quanto a futebol, o Leixões não fica atrás, parece-me. Mas viva o Braga, que teve a sorte de o resultado se "desembrulhar" a seu favor, o que às vezes é o impulso fundamental e quando sai ao contrário é a alavanca para o fosso. Acontece a todos.

Quanto ao tal colombiano, nem digo nada...

BdB disse...

Não estranho o que o Braga está a fazer, na medida em que ao excelente plantel que tem tido nos últimos anos, juntou um treinador genial.

Digam o que disserem de Jesus, e eu também já torci o nariz por isto ou por aquilo, é um grande treinador. Vive 24 horas a pensar o jogo, pensa em todos os detalhes e "faz" jogadores.

Há uns anos ri-me a bom rir quando ouvi na rádio perguntarem algo assim ao Jorge Andrade: "Jorge, mesmo sabendo que foi treinado por Mourinho, quem foi o melhor treinador que teve?" Ao que ele respondeu "Bom, o Mourinho de facto é incontornável, mas as pessoas não fazem ideia do que é Jorge Jesus como treinador, foi ele que me ensinou a ser o que sou hoje. Ele foi o melhor que apanhei." Eu ri-me. Mas não me esqueci, até porque não tenho o Jorge Andrade por burro.

E em 2 anos de convívio com Jesus no Restelo, o que posso dizer é que nunca vi um treinador assim em tudo. Desde o treino, ao jogo, ao marketing e à comunicação. Alguém francamente "muito à frente".

Por isso, lhe desejo tudo de bom em Braga. Porque merece calar este país de Profs., Drs. e Engs. da treta.

Luciano Rodrigues

Nuno disse...

"Tu não conheces o Vandinho, nuno. Como não joga nos grandes e passou pelo Rio Ave e pelo Braga, não viste jogos suficientes dele para discutires comigo sobre o assunto."

Master, já vi muitos jogos do Vandinho. Caso não tenha feito uma cirurgia, não é um criativo. Chamar-lhe criativo é quase o mesmo que dizer que o Bynia é um génio...

Helder disse...

Não querendo ser espírito de contradição, tenho sérias reservas quanto a algumas coisas aqui escritas. Não sendo um admirador de Jorge Jesus, também não sou cego para desmentir que o homem seja dedicado e que faz bons trabalhos. Também é verdade que nos plantéis dos grandes, há lá figurinhas difíceis de perceber como estão onde estão, só se percebendo à luz de critérios menos claros, ou então analisando as coisas depois de tomar uns bons alucinogéneos. Mas isto é uma coisa, outra coisa bem diferente é transpor certas pessoas, sejam treinadores, sejam jogadores, para realidades distintas, com obrigações como aquelas que os grandes clubes se deparam. E temos para aí muito bons exemplos de treinadores e jogadores, que francamente são muito bons em certos sítios e são desastrosos noutros (vide Manuel José, Quinito, Paulo Autuori, Wender, João Alves, o próprio citado Allan no FCP, Nelo, Tavares, etc, etc). Dirão alguns que eles entraram em conjunturas difíceis: se calhar alguns não terão tido alguma sorte, de acordo, mas não me parece que isso explique tudo. Parece-me mais uma situação típica do Princípio de Peter, em que alguém só é competente até certo nível. A partir desse nível, o desempenho deixa de estar á altura do que é exigível. Isto claro, salvaguardando sempre alguns casos, em que realmente as pessoas até conseguem evoluir e actuar a níveis bastante elevados (lembro-me de repente do Derlei que foi do Leiria para o FCP). Mas continuo a achar que são casos excepcionais, e que normalmente o virtuosismo que vemos em clubes médios não pode ser transposto para realidades de exigência superior.
Termino no entanto, dizendo que compreendo quando falamos que gostaríamos de ver A e B num dos grandes, porque às escolhas rebuscadas e duvidosas que às vezes vemos ser feitas, mais valia vermos o que valeriam certas estrelas de clubes médios, do que ir buscar vedetas de 3ª apanha, a países longínquos.

Fredy disse...

oh MK..claro que o Vandinho nao é nada disso..nao pode..nao foi das escolinhas do sporting hehehe para o Nuno só de lá é que saiem jogadores de futebol de jeito :P

Filipe disse...

A questão que não vi em nenhum lado relativo a este jogo é que o Estrela esta época ainda não pagou um salário que fosse aos jogadores.

Depois de toda a conversa relativa a este tema, e promessas de que esta época ia ser diferente, está tudo na mesma. Enquanto isto continuar o nosso campeonato é uma mentira.

O Anti Lampião disse...

o polvo tem os tentaculos bem grandes e parecem-me que chegam a muito lado:
"Penhoras ao Sporting e ao Benfica desapareceram As cópias de autos de penhoras efectuadas pela Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) a vários clubes de futebol, entre os quais o Sporting Clube de Portugal (SCP) e o Sport Lisboa e Benfica (SLB), desapareceram de um envelope selado que se encontrava na gaveta de uma funcionária da administração fiscal e foram substituídas por folhas para reutilizar na impressora. A informação é dada pela própria funcionária da DGCI no âmbito do processo que decorreu no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa no seguimento da queixa do anterior director-geral dos Impostos, Paulo Macedo, relativa às fugas de informação da DGCI. O desaparecimento dos documentos foi abordado pela primeira vez numa informação enviada em Outubro de 2005 ao então director-geral pelo director distrital de Finanças de Lisboa. Este responsável relata o desaparecimento de autos de penhoras feitas a clubes de futebol e, face à denúncia, Paulo Macedo pede à Judiciária para averiguar a situação. Mais tarde, já no âmbito da investigação do DIAP, é apresentado um ofício do director distrital de Finanças de Lisboa que não é mais do que o relato feito pela funcionária do fisco a quem alegadamente foram roubados os documentos. A funcionária explica que lhe foi entregue um mandado de penhora em nome do executado SCP e que, no seguimento desse mandato, foram executadas diversas penhoras ao clube. A funcionária diz ainda que fez três cópias do documento. Arquivou uma cópia junto ao processo que decorria naquela direcção de finanças; outra no arquivo mensal da equipa a que pertence; e uma outra num envelope onde já se encontravam cópias de outras penhoras a clubes de futebol, nomeadamente ao SLB. A funcionária garante ainda que o envelope se encontrava fechado com fita-cola. Mas o inesperado aconteceu. Foi solicitado à funcionária informação sobre as ditas penhoras efectuadas ao Sporting e ao fazer essa informação tentou juntar a documentação. Mas tal não foi possível, porque o processo estava na sua mala pessoal, que tinha, naquele dia, deixado em casa. E foi então procurar o envelope com as cópias que tinha deixado na sua secretária. O envelope estava onde o deixou, mas toda a documentação que lá tinha deixado tinha sido substituída por um volume de folhas já impressas e que se destinavam a ser reutilizadas. Perante este relato dos acontecimentos, a funcionária foi chamada a depor no DIAP, tendo reafirmado os mesmos factos, acrescentando que não se tinha apercebido que os documentos tivessem sido usados. Disse ainda que não tinha como identificar o autor do roubo porque as suas gavetas estavam abertas e trabalhava num espaço aberto com mais 25 pessoas. O DIAP concluiu que, apesar de poder estar perante um crime de furto, não havia elementos que possibilitassem a identificação do seu autor e arquivou o processo. O director-geral dos Impostos, Paulo Macedo, pediu à Judiciária uma investigação sobre o caso dos autos."

Filipe disse...

Anti-lampião o que dizes não tem nada que ver com o tópico em questão. Mas já que mostras evidentes problemas de compreensão é melhor ajudar-te.

O problema é de fuga de informação, quem pode ter sido prejudicado com o roubo dessas cópias foram Benfica e Sporting. Eram cópias de documentos, as penhoras já tinham sido efectuadas.

O único "polvo" seria um que quisesse prejudicar Benfica e Sporting...

RA disse...

owned

Pedro disse...

LOLOLOLOLOLOLOLOL

Nuno disse...

Fredy, se eu disser que és atrasado mental, também é porque a escola do Sporting é a única de jeito?

Catarina disse...

apesar da tendência ser mergulhar nesta onda de euforia, não posso deixar de acreditar. depois de se falar em fracasso, falta de empenho e seriedade por parte de alguns, eis que, numa semana apenas, o Braga passa a uma equipa fantástica e candidata a grandes voos nacionais e internacionais.

não posso, como adepta e sócia, deixar de acreditar que será verdade, acreditando no plantel e toda a equipa como sempre o fiz, mas chateia-me este lado do povinho português que numa semana aplaude de pé e na outra assobia e mostra lenços brancos. é deprimente!!!

em relação ao Vandinho que aqui se tem discutido, não posso estar mais de acordo contigo - e de falta de assistência de jogos não me podem acusar- se muitas vezes fui crítica da sua titularidade e até permanência no clube, este ano só posso aceitar estas duas condições com muito agrado. quem não acredita, é ver um jogo com Vandinho e sem Vandinho e ver que aquele meio campo sem ele é um meio campo de papel, com muitas fragilidades e sujeito a desfazer-se a cada ataque. o Vandinho faz falta, ele constrói jogo, ele dá a jogar, ele é um enorme apoio para os colegas. sem ele, todo o maio campo está perdido.

o Renteria, bem, esse é um caso tão peculiar que até me custa falar nele. enquanto falhar oportunidades escandalosas como as que falha, por muitos golos que dê a marcar, irei sempre achar que não é um bom PL.

e acho que é mais ou menos tudo. o resto penso que não se pode discordar

Fredy disse...

claro que é nuno..porque se eu fosse das escolinhas do sporting dizias que eu era o melhor atrasado mental do mundo hahaha

Fredy disse...

claro que é nuno..porque se eu fosse das escolinhas do sporting dizias que eu era o melhor atrasado mental do mundo hahaha

Deixa tar que eu faço disse...

O Paços apesar dos 2 pontos joga um quase excelente futebol.

NS

Nuno disse...

"O Paços apesar dos 2 pontos joga um quase excelente futebol."

Foda-se! Isto era irónico ou era só parvo?

bruno disse...

Ainda bem que o Jorge Jesus é o melhor treinador de todos os tempos, até porque pode ganhar alguma dose de humildade e de vergonha com a eliminação do Super Mágico Braga.

RA disse...

calma, bruno... hoje já não valem nada

lol

pitons na boca disse...

Claro. Até porque jogarem 2 dias depois do jogo do campeonato, apresentarem a equipa reserva do clube e apostarem em provas como campeonato, taça de portugal e uefa não tem nada a ver com o que se passou neste jogo. lol

bruno disse...

O Rio Ave até é o principal candidato ao título. :)