segunda-feira, setembro 01, 2008

Verdade escondida

Estas declarações de Paulo Bento confirmam que a gestão do dossiê Vukcevic tem sido um desastre por parte do Sporting. A estrutura técnica e directiva leonina tem mostrado força a mais e inteligência a menos, como tantas vezes sucedeu, na época passada, com a equipa de futebol.

Ao mesmo tempo que nega a existência de um caso, o Sporting remete Vukcevic a um isolamento desportivo e de comunicação idêntico ao de um condenado a trabalhos forçados, o que alimenta, por sua vez, a especulação em torno do jogador.

Se não há problemas, por que razão não falou Vuk, por exemplo, em vez de Grimi, momento que poderia ter aproveitado para esclarecer tudo, como, aliás, sugere o treinador?
Se não há problemas, por que razão Paulo Bento se irrita tanto com o assunto?
Se não há problemas, por que razão Vukcevic não jogou em Madrid, nem que fosse uns minutos, calando as críticas e extinguindo à partida um fogo perigoso?

Braga vai ajudar a perceber se alguém fala verdade.

kovacevic

5 comentários:

Helder disse...

kovacevic, eu não tenho por hábito defender ninguém cegamente nem tão pouco pôr as mãos no fogo por alguém, muito menos neste caso o Paulo Bento, que nem sequer conheço enquanto pessoa. No entanto, parece-me que aqui estamos perante um caso de sobrevalorização de um hipotético choque de personalidades, e até mesmo de excesso de tempo de antena para um não-caso. De tudo isto, parece-me que ressaltam alguns factos:
-Vukcevic é um jogador de qualidade; -Paulo Bento é um bom treinador (com alguns defeitos, mas um bom treinador, parece-me pacífico); - Em função do facto anterior, Paulo Bento quererá tirar partido do talento de Vukcevic; - Vukcevic, (sem ter feito contas)arrisco dizer que participou em cerca de 80% das partidas do Sporting no ano transacto, pelo que se pode considerar que com Paulo Bento, por norma é titular; - Vukcevic, tem falado demais, exigindo a titularidade "ad eternum" e quando não fala ele, fala ou o seleccionador ou o Filipovic. Acresce a isto, que fala sem ter razões de queixa, e esquece-se que nenhum contrato traz titularidade a 100% dos jogos garantida. Ao agir assim, está a pôr em causa a autoridade do treinador, e a desdenhar do valor dos colegas. Ora parece-me que Vukcevic, mesmo que razão tivesse, não é esse crack todo que se julga (e mesmo que fosse), devendo aceitar-se tudo o que o menino quer e diz. Por via de tudo isto, parece-me que Paulo Bento, está com alguma habilidade a gerir a situação, fazendo-lhe ver quem manda, e tentando não extremar uma situação que nos possa fazer perder um activo valioso. Como ele diz, e não o tenho por mentiroso, não existem problemas pessoais entre ambos, ao contrário do que sucede com Stojkovic por exemplo, logo é apenas uma questão de opção ou então uma questão do treinador lhe fazer perceber desta forma, que é ele quem manda, e que o senhor Vukcevic não pode agir de outra forma que não seja profissonal e responsável. Seja o que for, neste caso, confio no Paulo Bento e nas suas decisões, uma vez que não o tenho por mentiroso ou parvo (qualquer técnico quer utilizar os jogadores que lhes dão mais garantias), e como qualquer outro cenário poderia passar pelo ajoelhar ao mau feitio de um jogador, que sendo bom, ainda tem muito que provar, reitero a confiança no técnico.
Para finalizar, dado o tempo de jogo que o senhor em causa já usufruiu, pela sua personalidade e pela de Paulo Bento, nem sequer entendo muito bem, como se dá tanta relevância a esta situação.

androctonvs disse...

parágrafos, helder... parágrafos (por favor)

quanto ao Vuk ter ido a Madrid para não jogar, faz lembrar o que o Heynkes fez ao JVP na Reboleira: aquecer para não jogar...

Jorge disse...

O Paulo Bento disse que nao havia problemas pessoais, nao disse que nao havia problemas profissionais.
Nao sei se, tirando os aspectos tecnico-tacticos, o Paulo Bento tem grande capacidade para gerir os jogadores. Parece-me que ja perdeu mais do que um jogador com elevado potencial e esta em vias de perder outro.

Helder disse...

Caro androctonvs, não sei se usas parágrafos apenas como recurso de estilo. Eu cá, não. E sei como os usar. Claro que se consideras a minha escrita algo "Saramaguesca" (um neologismo só para ti), e não gostas, é só fazeres scroll e passas ao próximo comentário. Até lá, e a menos que te passes a apresentar como Edite Estrela, os teus comentários dessa índole, serão pouco mais que irrelevantes para mim.
Cumprimentos.

Pinho disse...

O Paulo Bento fala muito da disciplina mas ja passou dos limites. Esta historia do Vukcevic so prejudica o sportem..

E ainda bem!