terça-feira, setembro 16, 2008

Nou Camp

No mesmo ano em que um reactor explodia na Ucrânia para o pior desastre nuclear da história, o Flamurtari, de Albânia, arrancava um surpreendente empate na Catalunha, frente ao todo-poderoso FC Barcelona.

Em 51 anos de Nou Camp nas competições oficiais da UEFA, cerca de 20 jogos acabaram com a derrota dos da casa - o Colónia e o Dínamo Kiev já lá ganharam 4 a 0 - e outros 30 resultaram em empate.

As contas são fáceis, portanto: pelo menos uma vez por época o Barcelona mete água perante o seu público em noites europeias. Será hoje?

Belenenses (1-1 em 1962) e FC Porto (1-0 em 1972) são, até à data, os heróis portugueses. O Sporting tem tudo a ganhar. Mas devo avisar-vos: nem o brilharete do Flamurtari nos impediu de lá perder na eliminatória seguinte: 2-1 para os catalães.

kovacevic

A minha equipa: Patrício, Abel, Tonel, Polga, Caneira, Moutinho, Izmailov, Rochemback, Romagnoli, Derlei, Djaló. Quanto a Vukcevic, duvido que volte a brilhar de leão ao peito. Se alguém acha que não jogar em Madrid e não ir a Barcelona são meras coincidências, em vez de um castigo cirúrgico, está a ser ingénuo ou não quer ver o óbvio.

39 comentários:

Filipe disse...

A minha previsão: Barcelona 6 - Sporting 1

Cardozo e Vukcevic, a mesma luta.

Offshore disse...

breves palavras para o TAS

o acordão do TAS é arrasador !!

Não só pelo acordão em si, cujo conteúdo finalmente é revelado como pelo desmontar da tese de que o resultado da famigerada reunião do CD da liga tinha sido importante na tomada de decisão do TAS. Não o foi.
Vão mais longe e até tomam uma posição de concordância com a SAD do Porto por esta não ter recorrido
porque "ficou provado que o recurso do presidente aproveitava ao clube".

Uma vitória esmagadora da estratégia montada pela SAD portista/Adelino Caldeira.

Pedro Santos disse...

O conceito de disciplina de Paulo Bento deixa-me de boca aberta. O melhor guarda-redes do plantel é considerado pelo próprio treinador como o 4º., ou seja, não terá a mínima chance de actuar num único jogo desta época se não sair de Alvalade. Obviamente que o valor do seu passe se vai desvalorizando à medida que o tempo de inactividade vai aumentando. Será que o Sporting está tão bem financeiramente que se possa dar ao luxo de atirar às urtigas um dos seus activos? Pior que isto é o caso de Vukcevic, sem sombra de dúvidas um dos melhores elementos do plantel do Sporting e que está a ser estupidamente ostracizado pelo treinador, de uma maneira absolutamente vergonhosa, pois este nem sequer admite que tem um problema com o atleta. O mais gritante de tudo isto é que há um capitão de equipa que convocou uma espécia de conferência de imprensa na pré-época para afirmar alto e bom som que queria sair do Sporting, no que foi uma clara forma de chantagem e pressão sobre o clube, e nada lhe acontece!

F.Leitão disse...

É lógico que tanto no caso do guarda redes como no caso do montenegrino nos faltam elementos para entender este processo. Pessoalmente acredito que tudo tem a ver com os problemas de balneario que ambos provocam de forma sistemática. Ninguem de bom tom rejeitaria dois jogadores deste calibre sem ser por razões bem válidas. e Paulo Bento já por mais de uma vez demonstrou que pode ser teimoso e casmurro, mas é coerente. O Treinador dá a entender que tenta a todo o custo resolver o Problema do Vukcevic, no entanto, a auto-desmotivação deste e a falta de aplicação aos treinos que daí advém não ajudam em nada. O empresário, esse, está desejoso de voltar a ganhar uma comissão á custa da carreira do jogador. Não duvido que Basta o Vukcevic voltar a treinar com afinco, e manter-se calado sem levantar problemas e Paulo Bento volta a contar com ele.

Hugo disse...

Já repararam que esta época, em cada dia de jogo do Sporting a capa do pasquim "Record" é do Vukcevic? É claro que é só coincidência, não é?

Leão de Alvalade disse...

para fazer boa figura logo o Sporting não precisa de ser albanês. precisa de entrar concentrado e sem medo. A resposta que a equipa vai dar a quase 3 semanas sem competição será uma das chaves do jogo. Seria bom que os jogadores jogassem contra os 11 de Barcelona e não carregassem o peso da história dos catalães. Deixem isso para os jogadores do Barcelona

a fazer lembrar uma novela tvi, esta coisa do vuk! paulo bento até pode ter tido razão. mas é preciso saber ter razão. se o deixa fora por opção técnica e leva Tiuí não pode ter razão. mais parece daqueles sargentos chatos que todos nos cruzamos pelo menos uma vez na vida. começa a ser cansativo ter um caso bicudo por ano. estará pb sempre certo?

este é capaz de ser um sapo mais dificil de engolir que o stojkovic, apesar de mais pequeno: é que muitos sportinguistas o viram jogar o ano passado e até os treinadores da liga o elegeram a revelação da época. e passou de melhor contratação da época anterior para não convocado?

Insurrecto disse...

hugo... onde é que isso é verdade?

http://www.record.pt/capa.asp?id=802914

http://www.record.pt/capa.asp?id=800155

http://www.record.pt/capa.asp?id=802334

Hugo disse...

Dia do primeiro jogo do Sporting no campeonato.
http://www.record.pt/capa.asp?id=801824

Dia do primeiro jogo do Sporting na liga dos campeoes.
http://www.record.pt/capa.asp?id=804639

Acho que contra o Braga estava lesionado e obviamente não podia jogar.

Não te parece estranho de todo? A mim parece óbvio. Em vez de dar destaque por se ir jogar com o Barcelona, mete-se uma capa a destabilizar.

master kodro disse...

Eu recordo as palavras de Paulo Bento quando a coisa estalou, a explicar a razão porque não meteu Vukcevic num jogo:

"O Pereirinha aqueceu mais depressa".

Depois disto, não me parece que há margem para dúvidas. Mais um ano e está a marcar golos pelo Porto ou pelo Benfica.

Erste Mal disse...

Contra o Braga jogou mesmo Hugo. Andas desatento. Foi a única partida oficial que fez este ano.

Mário Rui Ventura disse...

mk,
o empresário já veio a público dizer que amanhã está na secretária da SAD uma proposta de 4,5 milhões de euros por Vukcevic, sendo que o Sporting sabe o nome do interessado.

Terminou a novela, já todos vimos que há problemas. Paulo Bento, pior que a opção, mentiu aos sportinguistas.

leaoconselheiro disse...

Isto é mesmo uma questão do que quer ver:

- O record fala em custo zero em toda a primeira pagina. Disparate? Não para quem quer ver.

- O Filipovic (o mesmo que se preocupa muito com os problemas do sporting), em dois jogos importantes, abdica do jogador por não estar nas melhores condições (apesar de apto). Mas ele chega e tem de entrar no fraquinho meio campo do Sporting num jogo com a exigencia do de Camp Nau? Claro, mas só para quem quer ver.

- O PB disse que contava com o jogador depois do incidente da final da taça, ele entrou a titular na apresentação com o PSV e perdeu o lugar num meio campo concorrido (como o Veloso, por exemplo) por motivos fisicos. Mas este é mais um caso igual ao Stojkovic? Sim, para quem quer ver!


Kovacevic, para quem condenou o PB no caso Stojkovic e prefere atirar-se sempre ao treinador em matérias disciplinares, fica claro o que tu queres ver. O ingénuo sou eu que não vou em tretas de empresários.

disse...

A Mesa Redonda renovou-se!
Depois da saída dos antigos bloggers do FCP, as contratações para os seus lugares tiveram finalmente um desfecho feliz para ambas as partes!
Aos já existentes bloggers do Benfica e do Sporting, o Porto conta agora com 3 novos bloggers, que irão ainda mais, contribuir para a troca de opiniões e ideias num espaço salutar de discussão!

Faça a sua visita e deixo o seu comentário em:

http://amesaredonda.blogspot.com/

leaoconselheiro disse...

Já agora, é curioso que no mesmo dia o empresário apareça citado a dizer que o jogador vai sair a custo zero e depois que há uma oferta de 4,5 milhões. Talvez amanhã cheguemos aos 9!

É uma grandissima treta esta conversa. Nunca vi nenhum jogador ser vendido em Setembro e este não será o primeiro. O Vuk vai ficar e em breve vai começar a jogar. Isto, claro, se ele não se deixar envolver no "non sense" que só o prejudica. Nem sequer sai em Dezembro. Podem escrever.

RA disse...

"Mais um ano e está a marcar golos pelo Porto ou pelo Benfica."

Nem o Benfica o quer lá, nem ele lá tinha lugar.

Quanto ao jogo de hoje, ou sai empate a zero, ou goleada das antigas. Depois do Barça marcar o primeiro, meus amigos, vai querer marcar mais e mais, para saciar a fome daqueles que já querem a cabeça de Pep. Em Barcelona não se joga apenas este jogo, jogam-se os últimos dois e o resto da época.

E vai ser o Sporting a pagar a factura.

RA disse...

Ó offshore, se queres ser troll em todas as caixas de comentários, ao menos não faças copy paste em todas... irra.

Bruno Ribeiro disse...

A solução para o caso do Vukcevic: o resto dos 50% do passe do Postiga, e mais um ou dois que por lá temos a fazer que fazem (o Stepanov não porque o Bento já mostrou que não vai muito com os Balcãs) e ficam todos contentes.
Por acaso, e só por acaso, acho que o Bolatti assentava bem na táctica do Sporting que privilegia a posse de bola e um ritmo mais lento. E olhem que eu acho que o tipo tem potencial para muito mais do que o que tem mostrado no Dragão.

Francis disse...

E o que é que explodiu desta vez ?
A analogia é porque ?

Eu acredito.

kovacevic disse...

Leao conselheiro

Eu condenei o Paulo Bento no caso Stojkovic?

Deves estar enganado.

Quanto ao Vukcevic, reitero:

- o melhor gestor é o que recupera activos em vez de os atirar pela janela

- Pessoalmente, como adepto, sinto-me insultado de cada vez que ouço responsáveis do Sporting dizerem que não se passa nada de especial com o Vuk.

- Paulo Bento usou pesos e medidas diferentes para tratar situações semelhantes. E estou a falar do comportamento do João Moutinho.

Acrescento que Paulo Bento fez muito pelo Sporting nestes tr^s anos e que por mim é para continuar.

Mas isso não o iliba de críticas.

Errar é humano, caríssimo conselheiro.

kovacevic disse...

Ucrânia, Albânia, Rússia, Cortina de Ferro, acontecimentos inimagináveis, David e Golias, probabilidades, fazer história, Dínamo Kiev, etc, etc, etc, etc, etc.

Eu também acredito.

leaoconselheiro disse...

Kovacevic,

Talvez me tenha confundido e sido injusto em relação à tua visão sobre o caso Stoj (será da minha humanidade!) e se foi o caso peço desculpa.

No entanto, sublinho que uma coisa é achar que o jogador devia ter jogado num jogo a feijões como o de Madrid, outra, completamente diferente, é embarcar nesta novela oportunista do jogo de Barcelona. O jogador não está em condições e nem tem ritmo para ser utilizado. Ou ficava em casa ou ia fazer numero para Camp Nou. Fosse qual fosse a solução, o Record iria sempre por o gravador à frente da matraca do empresário...

Bruno Ribeiro disse...

Ó ra, deves desconhecer o significado da palavra troll aplicado ao comportamento na Internet. Quanto muito, o offshore está a fazer spam. Já o teu comentário de resposta cai bem na categoria de troll. Tudo bem que não queiras que se fale do assunto porque não te interessa, mas ao menos usa a terminologia correcta.

Voltando ao caso Vukcevic: a SAD do Sporting apenas faz o que lhe compete, que é deixar a responsabilidade da não utilização do jogador para as opções técnicas e tácticas do treinador. Já Paulo Bento usou Stojkovic e Vukcevic, com mais razão mas pouco proveito no caso do primeiro, para fazer passar uma mensagem para o resto do plantel. É óbvio que não conta com o jogador e o Sporting não tem nada a ganhar com esta situação.

Se de facto se confirmar internamente a cisão, o Sporting deve negociar o mais rapidamente possível o jogador (mas não agora porque iria fragilizado para a negociação) para evitar uma maior desvalorização do activo e maiores problemas em termos de balneário.

kovacevic disse...

Leao conselheiro

Se não joga, como é que pode ter ritmo?

Em relação ao Record, estás à espera que façam o quê? É o papel deles. O Sporting há muito que podia ter acabado com este carnaval público se tivesse sido frontal na gestão externa do caso. Era tão simples como chamar o Vukcevic à sala de imprensa e pô-lo a dizer que está tudo bem e o Paulo Bento tem carradas de razão. Mas isso não aconteceu. Por que será?

leaoconselheiro disse...

Kovacevic,

Ele não joga porque está mal fisicamente. Jogou pouco em Braga e na Selecção só foi utilizado como recurso (alguns minutos no final dos 2 jogos) porque não estava em condições. Mas para o Sporting em Barcelona já devia estar em condições...

O papel do Record é não estampar aldrabices na primeira página do seu jornal. Saida a custo zero é uma noticia sem fundamento nem sentido e uma falta de profissionalismo de quem a colocou.

Mas é como eu digo, cada um ve o que quer!

Fredy disse...

eu concordo com o bruno ribeiro..trocar bollati pelo vucevik é que era! ou mesmo pagando..logo que metesse o amriano no banco ficava contente lol

Filipe disse...

Vá lá, não foi tão mau como previa. Aquela defesa do Sporting é das piores coisas que já vi, o que vale é que o Messi quis fazer tudo sozinho.

Littbarski disse...

Já leste o acórdão do TAS, Filipe? E o que achaste, tu que andas sempre tão atento a estas coisas?
Eu gostei particularmente desta parte:
"Sport Lisboa and Benfica Futebol SAD, Vitória Sport Clube and UEFA are ordered to pay EUR 10,000 each to FC Porto Futebol SAD as a contribution towards the legal costs and all other expenses incurred in this arbitration."

Filipe disse...

Littbarski, nada de novo, já se sabia desde Julho o que tinha sido decidido. Claro que o Benfica, Guimarães e UEFA tinham que pagar as despesas. Perderam o recurso da decisão de enviar as coisas à primeira instância.

Quem se safou foram os italianos. Vai voltar tudo à UEFA, só que neste momento está tudo decidido em Portugal, e o TAS disse à UEFA como mexer nos regulamentos (tem que meter um limite temporal, basta meter três anos e os italianos não se chateiam).

O Porto ainda não se safou pois não viu vingada a sua tese (a não retroactividade dos regulamentos). Gostei sobretudo do TAS a dizer que a UEFA tem competência para julgar as coisas do apito final.

Filipe disse...

Aliás Littbarski vocês estão numa merda funda e bem funda. Não acredites na treta que vem no jogo, lê o parecer, são só 30 páginas (é quase todo em inglês com umas citações de textos em francês). Algures nas páginas 23-26 vais dar de caras com isto:

"To summarize therefore, the panel is of the opinion that the criminal law prohibition of retroactivity does not applly to Art. 1.04"

O que o TAS quer é que as coisas se resolvam em Portugal e que a UEFA clarifique o alcance temporal do artigo 1.04

O Platini tem tudo na mão para lixar o Porto pelo tempo que quiser. A vossa sorte é que por causa dos italianos ele deve limitar o lapso temporal.

Littbarski disse...

"O que o TAS quer é que as coisas se resolvam em Portugal e que a UEFA clarifique o alcance temporal do artigo 1.04"

Exacto. E por isso diz assim: "Also the two decisions (CJ FPF and DC PLFP) do not demonstrate with the requisite certainty that the Second Respondent (or its Chairman) was involved in the illicit activity. First it must be pointed out that neither the First Respondent nor the Panel is legally bound by said decisions. In particular, Art. 1.04 of the UCL-Regulations does not produce any automatism whereby if a national association has sentenced a club for match-fixing, UEFA is automatically bound by this finding. Rather UEFA must make its decision autonomously and independently on the basis of all circumstances available to it."

Littbarski disse...

E é engraçado como tu dizes que basta que a UEFA meta um limite de 3 anos para os italianos não se chatearem. Qual verdade desportiva, quais regras iguais para todos. O importante é o Porto ser punido...

Filipe disse...

Tens razão Littbarski, concordo contugo que isto neste momento passou o patamar da verdade desportiva. O TAS escancarou a porta à vingança pessoal do Platini.

No artigo que referes é preciso notar que o TAS não avaliou o mérito das decisões do CJ (os processos não estavam traduzidos). O que o TAS faz é mais uma crítica à UEFA, que se "esqueceu" de emitir o seu próprio parecer. Ou seja, é preciso a decisão dos orgãos portugueses, o parecer da UEFA (encomendado pelo Platini a algum amigo), e uma nova versão do artigo 1.04

O TAS limitou-se a referir o péssimo trabalho da liga, FPF e UEFA, e practicamente eliminou a possibilidade de recurso do Porto relativamente a nova decisão da UEFA. Quem diz do Porto diz de outros clubes, caso a UEFA decida a favor do Porto.

Filipe disse...

Já agora, Littbarski eu não tinha comentado anteriormente porque desde Julho que o Benfica ficou de fora do processo. Como espero que o Benfica seja campeão :) também não devemos ser parte interessada no final da época. Neste momento é sobretudo um problema entre o Platini e o Porto.

O artigo do jogo foi para consumo dos adeptos do Porto, e funcionou, basta ver a euforia nas hostes azuis e brancas. Caiu mesmo a tempo para desviar a atenção das vozes que se levantavam sobre o negócio Quaresma (lê o artigo do MST na Bola).

Littbarski disse...

Ou seja, achas que, depois de ter arrasado a famosa alínea d) da UEFA, nomeadamente no que diz respeito ao princípio da proporcionalidade, e de dizer várias vezes no acórdão que não ficou convencido do envolvimento de Pinto da Costa nas actividades ilícitas que poderiam excluir o Porto da Champions, o que o TAS está, na verdade, a fazer é a escancarar a porta à vingança pessoal do Platini. E que se o Platini encomendar um parecer a um amigo e acrescentar um prazo (também ele encomendado e à medida dos clubes italianos) à alínea que o TAS acaba de arrasar, o TAS vai aceitar, sem que o Porto tenha sequer grandes hipóteses de recurso. É uma leitura possível. A minha é bem diferente.

ps - A euforia nas hostes azuis e brancas não foi certamente maior do que nas hostes encarnadas, aquando da decisão de primeira instância da UEFA... E o que veio mesmo, mesmo a calhar, foi o pseudo-caso do Hulk que alguém aqui levantou. Na altura falava-se, salvo erro, de um adepto que invadiu o terreno de jogo para agredir o árbitro assistente. Lembras-te?

Littbarski disse...

E, para que fique claro, eu não tenho ilusões: a UEFA só não punirá o Porto se não puder. Aquilo que me parece, a mim que não sou jurista, mas sei ler inglês, é que o TAS deixou bem expresso que as regras devem ser claras, que as acusações de infracções dessas mesmas regras têm de estar bem fundamentadas e que há certos princípios que têm de ser respeitados, antes que qualquer punição possa ser aplicada ao Porto ou a outro clube qualquer. Não é só porque o Platini ou o Filipe querem... O tempo dirá se a minha leitura está certa ou errada.

E, posto isto, peço desculpa por ter comentado um assunto que não tem nada que ver com o tópico.

RA disse...

"E o que veio mesmo, mesmo a calhar, foi o pseudo-caso do Hulk que alguém aqui levantou. Na altura falava-se, salvo erro, de um adepto que invadiu o terreno de jogo para agredir o árbitro assistente. Lembras-te? "

Estás a gozar?
Este "caso" só ocorreu na blogosfera. Nos jornais foi mero ornamento de rodapé. Duvido que tenha abafado o que quer que fosse. Achas que devia ter havido maior espalhafato na decisão da punição ao Benfica por causa do Diabo? Por quê?

Bruno Ribeiro disse...

"Este "caso" só ocorreu na blogosfera. Nos jornais foi mero ornamento de rodapé. Duvido que tenha abafado o que quer que fosse. Achas que devia ter havido maior espalhafato na decisão da punição ao Benfica por causa do Diabo? Por quê?"

Porque provavelmente deveria haver interdição do estádio como existe nas provas internacionais! E não uma patética multa que é inferior ao arremesso de uma garrafa de água! Depois desta decisão, todos os adeptos têm carta branca para fazer algo do género!

Uma situação daquelas, e seja qual for o clube ou a competição, deve dar multa, derrota e interdição do estádio. Tal como aconteceu no Dinamarca-Suécia! Simples e directo! E tanto faz ser num Benfica-Porto como num Porto-Ramaldense! O facto de o assistente ter ou não sido lesionado é uma falsa questão; o que importa é que foi agredido por um adepto da equipa da casa (se fosse da equipa forasteira a pena seria igual, mas o clube da casa como organizador deve sempre pagar uma multa por falta de condições de segurança).

RA disse...

"Uma situação daquelas, e seja qual for o clube ou a competição, deve dar multa, derrota e interdição do estádio."

Baseias-te em que lei para dizer o que dizes?

Sem ironia, gostava mesmo de saber, pois duvido que se tivesse aplicado uma punição ilegal por insuficiente.

"Mas como não houve interrupção do jogo, nem lesão grave do árbitro, o caso deverá ser julgado nos termos no artigo 148 do Regulamento disciplinar, o das agressões leves e comportamento incorrecto do público. O incidente prevê apenas uma multa e não interdição do estádio."

Também és daqueles que acham que o Benfica devia descer de divisão por causa daquele energúmero?

Filipe disse...

Também peço desculpa por ocupar a caixa de comentários com isto, mas pelo menos só abordámos o assunto depois de haver posts acima. E temos sido bastante civilizados na discussão.

"e de dizer várias vezes no acórdão que não ficou convencido do envolvimento de Pinto da Costa nas actividades ilícitas que poderiam excluir o Porto da Champions"

Excto, mas por questões processuais e não por considerar que o Porto tenha agido bem ou mal nas questões em julgamento em Portugal. O acordão diz que o painel diz não leu os processos portugueses porque não foram fornecidas traduções. Aliás concordo contigo que o TAS fez uma crítica terrível à forma displicente como a UEFA faz regulamentos e toma decisões.

Mas na matéria de facto (retroactividade) decidiu contra o Porto e a favor da UEFA. Os jornalistas deviam ter alertado também para isso, e dado a entender aos adeptos do Porto que podem estar satisfeitos, mas não completamente tranquilos. Sim foi uma vitória do clube, o Porto conseguiu derrotar a moção de Benfica e Guimarães, mas ainda não derrotou a UEFA. O que me incomoda é a forma como a imprensa aborda estas coisas, sem verdadeiro distanciamento.

Ao contrário do que possa dar a entender estou-me a borrifar para que o Porto seja castigado. É que não vai mudar nada. O que precisamos é de regulamentos e orgãos desportivos sérios. Neste momento o clima de guerra é tal que nada mudará, e continuaremos a ter coisas ridículas como um clube ser castigado com uma mísera multa por um adepto agredir um árbitro.