segunda-feira, setembro 22, 2008

442 Memória - Luís Campos

Talvez influenciado por não haver um registo recente de grandes catástrofes desportivas pela mão do treinador que deu o nome ao Prémio da Liga Zandinga que "honra" as "chicotadas psicológicas", vacilei e imaginei que talvez tivesse sido injusto. Mas depois peguei na revista de fim de época 2002/03, de onde retirei os seguintes excertos e reconsiderei:

"V.SETÚBAL Tudo indicava que Luís Campos iria ter uma temporada tranquila, a equipa até começou por ganhar vários jogos fora de casa, mas a incapacidade para vencer no Bonfim revelou-se fatal. E quando a despromoção parecia irreversível, a SAD trocou Campos por Diamantino."

Em Setúbal jogavam, entre outros, Jorginho, Nélson (o lateral internacional), Meyong, Hugo Henrique, Marco Ferreira, Cândido Costa, Pedro Espinha, para além dos caseiros Hélio, Sandro ou Marco Tábuas. O Vitória desceu mesmo, ficando em 18.º. No mesmo ano:

"VARZIM Quando, no final da ronda 24, José Alberto Costa foi despedido ficou no ar um cheiro a injustiça. Afinal, deixava a equipa com 29 pontos, num confortável 10.º lugar. Nem se podia falar em acumular de resultados negativos já que vinha de empates com Sporting e Boavista. Entrou Luís Campos, o esqueleto da equipa foi alterado, os resultados pioraram e quando o técnico voltou à primeira forma já era tarde."

O campeonato tinha 34 jornadas. O Varzim acabou em 16.º, com 36 pontos e também desceu de divisão. Livra...

ps - Será que me cheirou a alguma coisa? Toni foi o primeiro da época...

master kodro

13 comentários:

pitons na boca disse...

Por falar nisso: este primeiro lugar já cá canta.

Parece que este ano há pitons na boca para a epoca toda. :)

master kodro disse...

Ui! Grande notícia! Primeira chicotada! Quem tinha o Toni? Ainda não fiz o ficheiro...

pitons na boca disse...

Tinha eu. E em primeiro lugar!!! :D

master kodro disse...

50 pontos, pitons, muito bem!

master kodro disse...

O leo também fez 50 pontos... vou escrevendo...

master kodro disse...

Offshore, 50 pontos...

master kodro disse...

Padrino, 50 pontos...

master kodro disse...

Em princípio são só estes. Mior e Sandri estragaram a vida aos outros concorrentes. Raios!

Fredy disse...

eu tinha em 3º ou 4º acho..dá pontos? lol :p

Gabriel disse...

eu tenho-o em 2º

Pedro Santos disse...

Porra! Assumi que os gajos do Trofense eram diferentes... Que era um projecto a médio prazo, blá, blá blá... Quem me manda a mim acreditar em histórias da carochinha... Mas será que os do Paços não dão guia de marcha ao Paulo Sérgio ?!?! :)

Pepe disse...

Eu tb segui o mesmo reciocinio pedro santos... Tava a temer que ele fosse de saco mas imaginei uma direcção mais paciente e conformada na trofa!

Lá se foram 50 pontos...e eu até coloquei o trofense em ultimo! O que pressupunha que o Toni fosse a andar mais cedo ou mais tarde...

ChuckE disse...

Esqueceste-te de dizer que a equipa que acabou em 17º (n me lembro qual), ao não ganhar na última jornada, ficou à mercê do resultado entre a académica de Artur Jorge e o Varzim do Luis Campos, que acabou com vantagem para o primeiro, ficando o segundo indirectamente ligado à despromoção da 3º parte. E este pleno é a grande razão pela qual o lugar no Olimpo da despromoção só foi para um ;)