segunda-feira, agosto 04, 2008

Curtas podres (com adenda)

1. Qualquer dia descobrimos que o consulado Scolari, bem espremido, teve o ponto alto nas defesas de Ricardo nos penalties dos quartos-de-final de um Europeu e de um Mundial e nas vendas das lojas chinesas. Com a pouca vergonha não acabou, de certeza, e esse era um dos maiores trunfos apontados por quem o defendeu. Agora percebe-se a razão de os critérios serem tabu.

2. Já o escrevi no fim-de-semana, mas não houve eco. O Gondomar, cujos dirigentes foram condenados nos tribunais comuns por diversos crimes, continua a jogar nas ligas profissionais, fazendo parte do elenco da Taça da Liga desta época. O caso Apito Dourado, que tantos utilizam para explicar todo o futebol português, é o Gondomar. E o resto são salpicos - salpicos graves, mas salpicos. Mas ninguém se inflama, nem ninguém se indigna, nem ninguém contrata especialistas de Direito Administrativo para resolver o principal.

3. Off-shores? No Marítimo? Só no Marítimo? O tratamento desigual continua. Não sei que raio de investigação é que se faz em Portugal, sinceramente.

adenda

4. Nem de propósito. Hoje há uma decisão de condenação do Gil Vicente por corrupção de jogadores. Por factos ocorridos este ano. E no Gondomar ninguém mexe.

5. Este é o respeito que a própria Liga tem pelos jogos de uma competição por si organizada. Não há ficha de jogo, sequer. Depois admiram-se.

ps - a propósito do ponto 3, se ele abre a boca... Fica, fica.

ps2 - E já percebi porque é que este parece ter desistido de escrever no 442...

master kodro

10 comentários:

Marco disse...

4. No gondomar tá lá o valentão. O homem manda um berro e tudo se encolhe. Achas que alguém vai fazer alguma coisa?... E siga-se de passagem que estas punições portuguesas por corrupção só dão de facto para rir...

master kodro disse...

marco, não é por estar lá o Valentim. Porque, se fosse por isso, o Boavista e o Loureiro não tinham sido punidos. Não se passa nada com o Gondomar, porque não é acabar com a corrupção que interessa.

Henrique Maia disse...

"mas não ouve eco."

E mais uma vez se prova a lei de Muphry.

nelson_oliveira16 disse...

A pena aplicada ao Gil Vicente é absolutamente rídicula...

master kodro disse...

De facto, henrique, foi de nível. Está tratado.

master kodro disse...

E tenho a certeza que o "Muphry" adorou.

Henrique Maia disse...

http://en.wikipedia.org/wiki/Muphry%27s_law

:D

É mesmo Muphry, não Murphy. É por teres gozado com o site do Vitória no outro dia. A lei de Muphry não falha.

master kodro disse...

E com essa me fodeste... :)

master kodro disse...

Mas não foi no próprio texto, pelo que já é uma adaptação. ;)

Henrique Maia disse...

Tens razão. :D