segunda-feira, agosto 11, 2008

Curtas de férias

1. Taça da Liga Vizela, Gil Vicente, Leiria, Covilhã, Olhanense, Estoril, Freamunde e Gondomar seguem em frente na Taça da Liga. Do Boavista não há sinal, nem no Bessa.

2. Primeira desilusão olímpica com a prestação de Telma Monteiro. As declarações pós-eliminação foram ainda piores do que a prestação.

3. Ana Hormigo acabou em sétimo e igualou a melhor prestação feminina no judo nos Jogos.

4. Álvaro Marinho e Miguel Nunes vão em terceiro após duas regatas. Esperança, esperança...

5. Benfica, Sporting e Porto ganharam jogos de preparação. Alguém viu como é que Cardozo ficou isolado? Moutinho já é aplaudido por todos, depois de querer sair para jogar no Everton? Guarin tenta fintar só com os centrais atrás?

ps - Dream Team dá 31 à China. Bom começo.

master kodro

29 comentários:

Pedro disse...

"Alguém viu como é que Cardozo ficou isolado? "

No lance do golo? Após magnifica jogada de Léo, o maradoninha passa para Aimar q de primeira assiste Cardozo q com um toque apenas põe a bola a jeito para o seu poderoso pé esquerdo q dispara sem hipóteses para o guardião adversário. Ficou "isolado" pq ganhou o lance ao defesa adversário podendo beneficiar do excelente passe de Aimar...

Pedro Reis disse...

E após cotovelada bem visível no jogador holandês...
Mas que para os denominados comentadores da TVI (que não eram mais do que adeptos de bancada do SLB) foi uma excelente jogada!

P.S. Depois de ver e ouvir os comentários histéricos à suposta grande exibição do SLB, depois de ver o jogo do SLB e a 1ªparte do jogo do FCP contra a Lázio, fiquei a aguardar que esta última fosse classificada de estratosférica pelo comentadores. Mas não, foi só uma boa exibição...

Para quem dizia que o Rodriguez foi caro, vejam bem a diferença de rotação e de objectividade face aos Aimares, Martins, Balboas e outros que tais e que não foram propriamente baratos.

Filipe disse...

1. Gondomar... Mais uma vez se vê que é muito mais fácil castigar árbitros (neste caso foram 26!) que clubes e dirigentes.

2. Não é a única. Qual é a necessidade de dizer coisas como: "muitos países asiáticos não estão interessados em levar os melhores atletas às grandes provas internacionais «com medo de serem controlados por doping»." Isto foi outro judoca, o João Pina. Há ainda o Videira na esgrima a queixar-se do observador por intermédio do presidente da federação da modalidade!

É a total falta de vergonha e o apanágio do mau perder.

José disse...

Após uma disputa de bola pra homens de barba rija...
Moinhos de vento?!

Pedro disse...

Ok..claro...cotovelada....tinha q ser!!
:)

Francis disse...

Faltou-te esta, imperdoável.

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=146312

1. Sem comentários possiveis.

2. É o costume.

3. Boa pá.

4. Muita...

5. É a vida da bola.

androctonvs disse...

Pareceu-me ter havido uma cotovelada. Infelizmente, nem a um close-up tivemos direito. Enfim.

Serei o único a sentir que o Moutinho não está perdoado nem tem vontade de ficar?

Deko disse...

O Cardozo ficou isolado, porque o seu cotovelo foi mais forte que a garganta do defesa...

Era um jogo treino e como tal há que treinar nas mesmas condições que se vão encontrar durante o campeonato.

Já o 'Zbordem' fez exactamente a mesma coisa... Derlei e Rocha a dar porrada de meia noite e o Proença a 'pedir' ao PB para os tirar. Por favor...

...Tal como o FCP que até viu um jogador levar amarelo (e bem) por ter perdido a bota. Se além de perder a bota tivesse marcado um golo e tirado a camisola, já não ia ao Algarve...

É o que temos e ainda assim...

FCP
A ganhar desde 1893!

androctonvs disse...

"A ganhar desde 1893!"

Ficção científica?
LOL

Palhacito disse...

ahah. há quase um ano que não vinha aqui, mas bem vejo que este blog continua a mesma merda de sempre...

Nuno disse...

2. Não me surpreendeu que a Telma não chegasse às medalhas, mas as suas declarações, se bem que desnecessárias, têm um fundo de verdade. No combate contra a espanhola, por exemplo, a Telma atacou mais que a adversária e foi penalizada por supostamente não estar a atacar. A partir daí teve que mudar a sua estratégia e arriscar mais. A arbitragem teve influência clara nesse combate. No outro, como não vi, não sei se tem razão.

5. "Alguém viu como é que Cardozo ficou isolado?"

Mas o Cardozo marcou outra vez ao Guimarães, foi?

"Moutinho já é aplaudido por todos, depois de querer sair para jogar no Everton?"

E então? Qual era a alternativa? Linxarem-no em praça pública? Muito bem estiveram os adeptos. Se há possibilidades de ficar, que seja apoiado, para ver o quanto estava errado...

"Guarin tenta fintar só com os centrais atrás?"

Ele e o Adrien. Mas cheira-me que é por ali que este ano o Porto vai meter água.

Nuno disse...

P.S. Então e o teu amigo Hernanes, Master? Não falaste do amigo Hernanes, dessa 8ª maravilha do mundo que tu encontraste e fizeste questão de mostrar ao mundo. Só porque não marcou, desta vez. É que voltou a jogar. Voltou a ter uma exibição pálida, mas jogou. Não percebo como deixas escapar uma oportunidade tão boa de falar no teu amigo Hernanes...

ilustre.anonimo disse...

Os meios de comunicação da capital estão, de uma forma histérica, a endeusar o Benfica, os seu jogadores e, porque não dizê-lo, o seu director desportivo.

"O "Tacuara" promete muito, muito mesmo. Foi ele o autor do golo solitário da partida de ontem diante do Feyenoord (...) e foram dos seus pés que saíram alguns dos mísseis (um ao poste) disparados à baliza de Timmer"

"A primeira parte foi empolgante, jogada a um ritmo elevado, por força da acção destes dois jogadores (Carlos Martins e Cardozo), bem acompanhados por Rúben Amorim."

"Mais solta, consequência de uma maior frescura física, a equipa teve períodos electrizantes (...)"

Excertos da apreciação de um jornalista, não d´A Bola, do Record ou da TVI..., mas sim do jornal O Jogo.

Pedro Reis disse...

De que clube é a Telma Monteiro?
Está percebido o discurso...

Nuno disse...

E o Porto, tem judo? E campeões europeus de judo, tem?

Querer atribuir a um atleta um carácter determinado pela filiação a um clube é das coisas mais deficientes que se pode dizer...

androctonvs disse...

pois, nuno... mas também não surpreende ninguém. lol

Pedro Reis disse...

Ter campeões europeus só porque lhes pagam para eles serem do Benfica é um mérito desportivo fantástico do teu clube! Parabéns Nuno, em contraposição ao meu o teu raciocínio não tem nada de deficiente, eu diria mesmo que era brilhante...

És um discípulo do Rui, certo?

nelson_oliveira16 disse...

Pedro Reis, para quê perguntar quando já se sabe a resposta?

Nuno disse...

Pedro, nãp fui eu que iniciei o raciocínio clubístico, foste tu.

Para o primeiro caso, a saber, para que ela seja vista como uma hipócrita, dá-te jeito que ela seja tão benfiquista que tenha o mesmo tipo de comentários que os benfiquistas, mas quanto aos seus méritos, já é conveniente que ela só seja do Benfica porque lhe pagam para ser. Isto é que é um raciocínio deficiente. E isto é teu. Eu só me apropriei daquilo que disseste... Portanto, se há aqui alguma deficiência, não é minha, de certeza...

Quanto à pergunta final, é tão despropositada quanto patética. E só demonstra a lavagem cerebral que o 442 tem feito em quem não é adepto do Benfica. De repente, eu que nem falei no Benfica e que estava a falar apenas da Telma Monteiro, não só sou um benfiquista ferrenho como ainda compactuo com a imagem despropositada e exagerada que a imbecilidade da imprensa faz do Rui Costa. Notável, pedro reis, notável... Isso, em termos clínicos, é paranóia...

Pedro Reis disse...

Eu trato-me, prometo! Desde que não corra o risco de ficar benfiquista com o tratamento...

Fica lá com a tua Telma campeã choramingas, que eu prefiro outro tipo de campeões...

Lavagem cerebral? Para mim a sátira que aqui é feita ao Grande Rui é normal para quem aturou ao longo destes últimos 2 anos o endeusamento da personagem, muito bem "aparado" pelo clube e pelo próprio. Eu gosto!

Olha para o exemplo do Vitor Baía, com uma carreira muito mais recheada de títulos ao serviço do seu clube pelo qual jogou muito mais tempo, que ninguém vê em folclores como o Rui. Ou o exemplo do Pedro Barbosa, com a normal discrição que as funções que tem "exigem".

Nuno disse...

Ah, espera, tu gostas da sátira que se faz aqui, mas nem a percebes... É que a sátira é à imprensa que o endeusa (e a todos os que gostam de se deliciar com isso) e não a ele. Achar que ele deveria ser mais discreto é achar que é ele quem está a ser satirizado. Brilhante! Master, acho que devias começar a explicar os teus discursos sarcásticos, que há malta que aplaude só por aplaudir...

Pá, e comparar o Vítor Baía ao Rui Costa, enquanto jogadores, é de génio...

Pedro Reis disse...

Nuno,
Sem a tua brilhante intrepretação eu jamais teria percebido o verdadeiro alcance dos posts do mk sobre o Rui. Obrigado a sério! Passas a ser o meu ídolo a partir deste momento. Ligeiramente à frente do Rui...


P.S. Comparar o Vitor (deixa-me quem o trate assim) ao Rui, é que nunca. Era confundir a obra-prima do mestre com a prima do mestre de obras. O Vitor construiu uma carreira de sucesso e títulos no FCP com uma passagem de poucos anos pelo Barcelona. O Rui esteve 2 ou 3 anos no Benfica onde ganhou 1 campeonato. Fora do Benfica assistiu do banco às vitórias do Milan... Mas claro chorou quando marcou um golo ao Benfica na Luz e isso vale por 30 títulos.

Nuno disse...

Pedro Reis diz: "Para mim a sátira que aqui é feita ao Grande Rui é normal para quem aturou ao longo destes últimos 2 anos o endeusamento da personagem, muito bem "aparado" pelo clube e pelo próprio. Eu gosto!"

Se dizes isto, achas obrigatoriamente que o "próprio" tem responsabilidades pelo endeusamento a que foi sujeito. Se dizes que gostas disto é porque achas que o "próprio" deve ser satirizado. Logo, não compreendeste que ele não está a satirizá-lo. Logo, nem percebes aquilo de que gostas. É tipo um burro a olhar para um palácio...

Quanto à comparação do Vítor Baía com o Rui Costa, é absurda. Por todas as razões. Primeiro porque têm funções diferentes e o Vítor Baía, que eu saiba, não foi responsável ou interveniente directo em nenhuma contratação para o plantel da equipa de futebol. Segundo, porque um está claramente mais exposto que outro, por via das funções que tem. Terceiro, mesmo querendo comparar apenas os feitos desportivos, são incomparáveis. O Rui Costa foi, juntamente com o Figo, o melhor jogador da sua geração. No futebol português, ao nível dele, houve, além dele e do Figo, o Futre e o Eusébio. Não podes utilizar os sucessos colectivos para distinguir jogadores, se não o Paulinho Santos também tem mais títulos que o Rui Costa. O Giggs é, provavelmente, um dos melhores jogadores gauleses de sempre. E que ganhou ele em Gales ou com a selecção do seu país? E queres compará-lo aos jogadores gauleses que nunca sairam do seu país e que ganharam muitos troféus lá? O Henrik Larsson foi considerado o melhor jogador sueco de sempre. Que ganhou ele no seu país? E com a selecção? E fora do seu país? Ganhou uma Liga dos Campeões. Olha, o Rui também ganhou. E ele não esteve sempre no banco no Milan. E na Fiorentina, não conta o sucesso que teve? Ainda hoje é lembrado em Florença como um Deus porquê? Os catalães recordam o Baía dessa forma? Provavelmente até recordam melhor o Hesp, que jogou mais. Pá, independentemente dos títulos, o Rui Costa foi melhor que o Baía; logo, compará-los é parvoíce...

Rui A. disse...

Isso Nuno continua a dar pérolas a porcos (literalmente)

Pedro Reis disse...

As tuas comparações devem estar ao nível do teu intelecto.
O FCP (e o Baía com o FCP) não ganhou só em Portugal. Ganhou uma Taça UEFA, uma CL, uma Taça Intercontinental. Mas mesmo comparar os títulos ganhos em Portugal, com os que se ganham em Gales ou na Suécia, ou comparar estes países a nível de selecções só mesmo para um 2 neurónios como tu.
E não te esqueças ainda que todos os nossos títulos foram ganhos a esse colosso mundial que é o teu clube.
Comparar o Barcelona com a Fiorentina, esse outro grande colosso mundial, também é de mestre...


P.S. O Baía se fosse pavão como o Rui também se podia expor muito mais, independentemente das funções que ocupa.

Pedro Reis disse...

Rui A.,
A. é de anormal? Se falasses com os porcos lá de tua casa talvez aprendesses alguma coisa....
Para esse peditório já dei.

Nuno disse...

Pedro, já disse o que tinha a dizer. Se queres continuar a comparar um director desportivo de um clube, responsável por todas as contratações do plantel, com uma antiga figura de um clube que em nada se expõe, continua. Se achas que os dois têm o mesmo nível de exposição, acha. Se achas que o que o Baía fez em Barcelona foi superior ao que o Rui Costa fez em Florença e mesmo em Milão, acha. Se achas que um gajo que ganhou tudo o que ganhou sem sair do seu país e (quando saiu foi vulgarizado por um guarda-redes chamado Hesp) teve uma carreira melhor que um gajo que foi um Deus em três clubes diferentes, entre eles um colosso mundial, acha. Se achas que o Baía teve um impacto maior no futebol português do que o Rui Costa, acha. Àquele que insiste que é Napoleão, a melhor forma possível de lidar com ele é tratá-lo como se fosse Napoleão.

A verdade é que a deficiência mental ainda atinge uma considerável parte da nossa população. Se juntarmos a isso a cegueira que o fanatismo bairrista particular a que muitos adeptos portistas estão sujeitos, é meio caminho andado para declarações tão ridículas como as que fazes.

Fica lá com a tua realidade alternativa, amigo. E não te incomodes com os outros. Afinal, ao pé de quem gosta do Porto, os outros são uns miseráveis...

Pedro Reis disse...

"um gajo que foi um Deus em três clubes diferentes"

Confesso que com esta me deixaste desarmado! Afinal não é só a imprensa que constrói o mítico Rui...

Mas ainda assim há 2 ou 3 tiradas que revelam uma de 2 coisas: não lês o que escreves ou não sabes o que escreves.

Para ganhar a Taça UEFA, a CL e a Taça Intercontinental o Baía e o FCP tiveram que sair do país. E não foi poucas vezes...
Tu deves ter o teu clube colosso (ou colosso de clube, como quiseres) em muito má conta, porque se ganhar em Portugal vale pouco, ficar em 2º, 3º, 4º ou 6º só pode ser uma miséria completa!
O impacto no futebol português mede-se exactamente de que forma? Por ser relacionado com o clube dos 6 milhões? É que assim não é só o Rui, o AImar, o Mantorras, etc. todos têm mais impacto do que o Baía.

P.S. Sou bairrista sim senhor, mas olha que o meu bairro fica provavelmente mais próximo da 2ª Circular que o teu.

Nuno disse...

Pedro Reis, continuas a insistir que estou a fazer uma apologia do Benfica ou do Rui Costa quando não estou. Podia estar a defender um jogador de outro clube e tu acharias que o meu clube era esse. Mas tudo bem, eu é que não sei ler e eu é que construo mitos. Pá, quanto ao Rui Costa, basta ver como os adeptos da Fiorentina, do Benfica e do Milan o tratam. Sobretudo os três primeiros, mas também os do último. Caso não tenhas reparado, na época passada, ao irem a Milão, o Rui Costa foi muito acarinhado em pleno São Siro. Achas que o Baía teve esse impacto no Barcelona? Estamos conversados em relação a isso...

"Para ganhar a Taça UEFA, a CL e a Taça Intercontinental o Baía e o FCP tiveram que sair do país. E não foi poucas vezes..."

Boa piada! Fazer um argumento com teorias destas é de mentecapto...

"O impacto no futebol português mede-se exactamente de que forma? Por ser relacionado com o clube dos 6 milhões? É que assim não é só o Rui, o AImar, o Mantorras, etc. todos têm mais impacto do que o Baía."

Não, ninguém mediu o impacto do Rui Costa por jogar num clube e não noutro. Dou-te um exemplo. Em termos de feitos desportivos, o João Pinto deu muito mais ao Benfica que o Rui Costa. Tal como o Baía deu muito mais ao Porto que o Rui Costa ao Benfica. Mas nem o João Pinto nem o Baía foram os jogadores que Rui Costa foi. É só isto...

P.S. Para se ser bairrista não é preciso ser do Porto cidade. Não estou aqui a comparar pessoas de uma cidade com pessoas de outra. Ser bairrista é ter o tipo de atitude provinciana típica do Portugal miserável e pequenino, que reage contra tudo como se todos estivessem todos contra eles. É ter o tipo de atitude com que determinados dirigentes do Porto fizeram crescer o clube e que grande parte da massa adepta adoptou para si. É ter um comportamento baseado em princípios patéticos de que, quem não á nosso amigo, é nosso inimigo; é ter por carácter a defesa de um orgulho que de tão patético é medíocre; é ter a mania que os outros estão todos errados; é ser bimbo, ter por reflexo a pequenez e a imbecilidade. Isso é que é ser bairrista: é necessitar de bater, espezinhar, vencer pela força e não pela inteligência, pela selvajaria e não pelo civismo, o outro. Ser bairrista é ter a dor de cotovelo de ser pequeno e, para o contrariar, apelar à besta que há em si. Ser bairrista é sobretudo ter uma forta ideia de família e defender essa ideia nem que isso significa ser uma pessoa desprezível. É ser cigano, ter por único ideal os laços familiares e um amor tão estúpido quanto doentio por uma entidade abstracta que foi criada precisamente para isso. No fundo, bairrista é ser idiota. E não digo que seja só no Porto. Há bairristas em Alvalade e na Luz. Mas os do Porto são especiais, porque pensam que representam o espírito do Norte contra o Sul e porque pensam que o Sul é um bicho-papão...