domingo, agosto 31, 2008

Batem records todos os dias

1. Qual Michael Phelps, o diário desportivo mais saloio dos media portugueses não pára de se superar. "Expulsão de Katsouranis impede reviravolta do Benfica" é qualquer coisa que não seria estampada na primeira página de um jornal nem se Vieira, Cervan e Barbas (e já agora aquele senhor simpático, nada comparável aos arruaceiros de Guimarães) fossem os seus directores.

2. No site do Benfica, certamente gerido pelos quatro acima referidos, também tem passagens interessantes:

"O FC Porto assustou-se e reagiu de seguida, obrigando Quim a duas fantásticas defesas em remates cruzados de Lisandro e Rodriguez. Este último, no entanto, deveria ter ido mais cedo para os balneários quando, aos 26’, não evitou uma entrada sobre Quim depois de chegar atrasado a uma bola que lhe foi endossada. O amarelo mostrado por Jorge Sousa a pecar por escasso, sendo que se juntarmos a esta situação uma outra em que o uruguaio gerou o lance menos bonito, em termos disciplinares, na segunda parte, menos se compreende o porquê de o uruguaio não ter ido mais cedo para os balneários."

Nota-se que a questão da troca do Benfica pelo Porto está perfeitamente ultrapassada para os lados da Luz...

3. O site do Porto devolve piropos:

"O jogo «percebeu-se» logo no terceiro minuto. Canto a favor do F.C. Porto, aflição na área do Benfica e Luisão, em pânico, acerta com o cotovelo na face de Rolando. O árbitro não viu e os portistas anteviram o que teriam pela frente. Os restantes minutos seriam mais do mesmo. O Tricampeão a atacar muito, a criar oportunidades de sobra para vencer, o adversário sem argumentos, apostando muitas vezes na rudeza e em precoces perdas de tempo. Por tudo isto, o empate sabe a pouco. O Dragão não gosta de dividir pontos."

Nada mais errado. Foi o cotovelo de Cardozo que acertou em Rolando e Luisão acertou com o seu em Sapunaru. Só para esclarecer autorias, não intenções.

4. Resumindo e concluindo: foram todos roubados, como sempre.

master kodro

16 comentários:

nelson_oliveira16 disse...

Como sempre...

O Anti Lampião disse...

é desta que descem de divisão ?

Artigo 54.º
Coacção
1. Os Clubes que exerçam violências físicas ou morais sobre delegados da Liga, observadores de árbitros, dirigentes, jogadores, treinadores, secretários ou auxiliares técnicos, médicos, massagistas e delegados ao jogo do Clube adversário, que ocasionem inferioridade na sua representação aquando dos jogos oficiais e contribuam para o desenrolar deste em condições anormais, serão punidos nos termos do n.º 2 do Art.º 51.º.
2. Se os factos referidos no número anterior forem cometidos sobre qualquer elemento da equipa de arbitragem com o fim de, por qualquer forma, ocasionar condições anormais na direcção do encontro com consequências no resultado ou levem o árbitro a falsear, por qualquer modo, o conteúdo do boletim do encontro, o Clube serão punidos nos termos do n.º 1 do Art.º 51.º.
3. Os factos referidos nos n.ºs 1 e 2, quando na forma de tentativa, serão punidos com pena de derrota e multa acessória de € 12.500 (doze mil quinhentos euros).
4. Os Clubes são considerados responsáveis, nos termos dos números anteriores, pelos factos cometidos, directa ou indirectamente, por qualquer dos seus dirigentes ou representantes, sócios e funcionários.

Artigo 51.º
Corrupção da equipa de arbitragem
1. O Clube que, através da oferta de presentes, empréstimos, promessas de recompensa ou de, em geral, qualquer
outra vantagem patrimonial ou não patrimonial para qualquer elemento da equipa de arbitragem ou terceiros,
directa ou indirectamente, solicitar e obtiver, daqueles agentes uma actuação parcial por forma a que o jogo
decorra em condições anormais ou com consequências no seu resultado ou que seja falseado o boletim do
encontro, será punido com as seguintes penas:
a) Baixa de divisão;
b) Multa de € 50.000 (cinquenta mil euros) a € 200.000 (duzentos mil euros).

Bruno Ribeiro disse...

Também não estás correcto na apreciação ao lance do Luisão. Ele deu um soco e não uma cotovelada ao Sapunaru. Esperemos pelo sumaríssimo! Ainda estão em voga ou nem por isso?

Questão simples: como é que a segurança de um estádio permite que um adepto abra um portão de acesso, agrida um árbitro assistente e volte de novo ao seu lugar sem ter sido interceptado?

Interessante que em termos de capas, este incidente não aconteceu para A Bola e para o Record. Mas nada de novo aqui!

nelson_oliveira16 disse...

O Record só viu a expulsão "injusta" ao Katsouranis. E até foi "injusta" porque ele deveria ter sido expulso muito antes, no lance da grande penalidade.

Miguel disse...

Nada como rir ao final do dia, antes da depressão de domingo à noite! :)

androctonvs disse...

anti lampião, acho que vão até ser banidos do futebol.

lol

cresce e aparece, rapaz

http://futebolpensado.blgospot.com

LC disse...

O mais engraçado de toda esta fantochada é que são os mesmos que escrevem num e noutro site.
Sobre o jogo, a arbitragem foi a possível num jogo em que os jogadores de ambas as equipas não ajudaram nada.
Descida de divisão? 1º teriam de ir os corruptos só depois os arruaceiros.

Littbarski disse...

Descida de divisão ou perda de pontos, não. Mas estádio interditado ou vazio, sim. Não sei o que dizem os regulamentos (depois do ficcionado e conjecturado acórdão da Liga, de uma alínea da UEFA que dá para interpretar (e vamos ver se para aplicar) como a UEFA muito bem entender, e do parecer normal, embora pouco frequente, do Freitas, perdi a paciência para ler artigos e alíneas). Mas se quando um adepto de um clube invadir o relvado e agredir o árbitro assistente, o clube só tiver de pagar uma multa, acho que começam a ser os próprios dirigentes a mandar os adeptos lá para dentro...

master kodro disse...

Mas foi mesmo isso que escrevi ontem littbarski. Vai ao site da Liga, lê os artigos a partir do 140 e vais ver. Começas a achar que vaio haver interdição, mas como não aconteceu o que está no articulado (chega a uma divisória surreal de interrupção de mais ou menos 5 minutos), acabas por ver que é só uma multa. Vai ser moda.

Pedro Reis disse...

eu escrevi ontem e mantenho: foi uma das mais miseráveis arbitragens de que há memória em Portugal. várias agressões de jogadores do SLB que o árbitro não quis ver, vermelho perdoado a Katso no lance do penalty, amarelos a cada falta de jogadores do FCP e faltas inventadas perto da grande área. Um fartote se bem que mesmo assim o FCP deveria ter feito mais para ganhar o jogo!

Zé Luís disse...

Assim, assim até o Basileia foi roubado!

pitons na boca disse...

Acabei de ficar a saber que o Porto fez 5 faltas no jogo todo! Incrível!! :)

Mr. Shankly disse...

"eu escrevi ontem e mantenho: foi uma das mais miseráveis arbitragens de que há memória em Portugal. várias agressões de jogadores do SLB que o árbitro não quis ver, vermelho perdoado a Katso no lance do penalty, amarelos a cada falta de jogadores do FCP e faltas inventadas perto da grande área. Um fartote se bem que mesmo assim o FCP deveria ter feito mais para ganhar o jogo!"

Foi isso, foi. E aqueles extra-terrestres que desceram ao intervalo, também viste, aposto?
Tiveram um penalty e jogaram contra 10 mais de meia hora e não ganharam. A culpa é do árbitro. Pois.

Pinho disse...

"Expulsao impediu a reviravolta"


Filhos da puta miseraveis

Pinho disse...

"Expulsao impediu a reviravolta"


Filhos da puta miseraveis

Pedro Reis disse...

Se soubesses ler tinhas visto que escrevi que o FCP devia ter feito mais para ganhar o jogo.
O FCP não perdeu por causa do árbitro o que não impede a arbitragem de ter sido do mais vergonhoso que se viu (tenta desmentir alguma das coisas que escrevi?).
Já agora, não usas barba e lenço na cabeça? É que parece...